Química

Ureia – Termofixas – Fornecedores discutem o rumo mundial das fenólicas

Quimica e Derivados
26 de fevereiro de 2005
    -(reset)+

    A Associação Brasileira de Produtores de Formol e Derivados (Abraf) reuniu representantes das empresas Ineos Phenol, Rhodia, Prosint Química, Metanex Chile Limited e Fosfertil, para discutir o panorama setorial em seminário realizado, no mês de outubro, em São Paulo-SP. Para falar sobre o mercado mundial da ureia, a Abraf convidou o gerente comercial de Químicos da Fosfertil André Luiz Cunha.

     

    pesquisador

    pesquisador

     

    De acordo com ele, a produção de uréia cresce a taxas anuais de 3,7%.

    Cunha previu para 2005 demanda de cerca de 126 milhões de t, frente à capacidade de abastecimento dos produtores em todo o mundo de 142,7 milhões de t.

    O presidente da Rhodia Intermediários América Latina Luiz Carlos Fernandes retratou a cadeia produtiva do fenol.

    Única produtora de fenol/acetona, na América Latina, a companhia produz hoje 180 mil t de fenol e 109 mil t de acetona.

    Ele estimou para 2007, a possibilidade de a Rhodia incrementar sua produção para 230 mil t de fenol.

    Segundo dados divulgados por Guilherme Geraldes, da Ineos Phenol Brasil, a atual demanda mundial de 7,1 milhões t de fenol deve chegar, em 2008, a cerca de 8,8 milhões de t.

    A Ineos Phenol é o maior produtor mundial de fenol, com 20% do market-share.

    Para ele, a oferta de acetona continuará sendo ditada pelo mercado de fenol e sua margem será a chave para a lucratividade dos produtores de fenol. Carlos de Oliveira Cruz, da Prosint Química, analisou o mercado do metanol e do gás natural no Brasil.

    Ele enfatizou as características gerais dos produtos e falou sobre o déficit entre oferta e demanda de metanol no País. Conforme projetou, em 2005, a oferta do produto será de 285 mil t, enquanto a demanda nacional de cerca de 550 mil t.

    “O Brasil continuará sendo um importador de metanol”, afirmou.

     

    Infomações sobre Ureia
    https://pt.wikipedia.org/wiki/

     

     

     



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *