Tipos de acidente de trabalho na indústria química

Conheça os acidentes de trabalho mais comuns na indústria química e como é possível evitá-los, garantindo a segurança de todos

Se por um lado a indústrias química é uma das mais importantes na economia brasileira, por outro é a que mais oferece riscos e que diariamente convive com acidente de trabalho. Isso corre porque em todas as atividades que envolvem produtos químicos, os trabalhadores estão expostos a perigos imediatos ou a longo prazo, seja no recebimento, manuseio, armazenamento, transporte ou em qualquer desempenhada com este material.

Em tudo o que existe no mundo há a química por trás, portanto, a “indústria das indústrias” compreende uma série de organizações que trabalham com produtos químicos, como petroquímicas, agroquímicas, alimentícia, farmacêutica, indústria de tintas, papel, plástico, cosmético, produtos de limpeza e muito mais.

Acidentes nestas indústrias representam uma perda não só para o trabalhador, que pode pagar inclusive com sua própria saúde, mas para todos, incluindo prejuízos a empresa, governo, familiares do trabalhador, sociedade e meio ambiente.

Não é por outra razão que a legislação brasileira, apoiada numa cultura mundial com foco na preservação, impõe às indústrias químicas uma série de normas e medidas para a realização de um trabalho seguro. Vamos ver a seguir quais são os principais riscos presentes na indústria química e como o acidente de trabalho pode ser evitado.

Acesso Rápido no post

Principais riscos de acidente de trabalho na indústria química
Contato com substâncias perigosas
Incêndios e explosões
Temperaturas extremas
Riscos mecânicos
Espaços confinados e deficiência de oxigênio
Como evitar acidente de trabalho na indústria química
Programa de Prevenção de Riscos Ambientais – PPRA
Acesso a Ficha de Informações de Segurança dos Produtos Químicos
Treinamento para evitar acidente de trabalho
Sinalização no ambiente de trabalho
Inventário de produtos químicos
Armazenamento dos produtos químicos

Principais riscos de acidente de trabalho na indústria química

O trabalho com produtos químicos sem as medidas de segurança pode ocasionar uma série de consequências graves, incluindo acidente ambiental, destruição do patrimônio da empresa, incêndio, explosão, contaminações, intoxicação, doenças e até mesmo a morte.

Contato com substâncias perigosas

Este é um dos principais riscos na indústria química, visto que a atividade em si envolve o contato com produtos químicos.

Produtos químicos são definidos como qualquer material que possa ocasionar danos à saúde das pessoas e ao meio ambiente, dessa forma, cada substância tem características próprias que representam riscos e consequências únicas ao trabalhador.

O contato com estas substâncias sem os devidos cuidados pode ocasionar acidente de trabalho, fazendo com que o produto entre no organismo do trabalhador através da inalação, absorção cutânea e ingestão ocasionando intoxicação e, em situações mais graves, até mesmo a morte.

Incêndios e explosões

A presença de gases, pós e líquidos inflamáveis e combustíveis nas indústrias químicas representam um grande risco de incêndios e explosão, visto que elas acabam criando uma atmosfera explosiva, bastando uma fonte de ignição, como uma lanterna ou toque de celular, para gerar um acidente.

Gases e líquidos pressurizados também precisam ser manuseados com muita segurança, pois podem iniciar reações químicas e sair do controle, ocasionando acidentes.

Temperaturas extremas

Ambientes com temperaturas extremas, comuns as indústrias, oferecem, além do desconforto térmico, exposição a riscos de explosões. Da mesma forma, temperaturas muito frias podem acarretar prejuízos a saúde dos trabalhadores.

Riscos mecânicos

Os equipamentos e ferramentas industriais também podem ocasionar uma série de acidentes quando manipulados sem cuidado e a devida segurança. Exemplos de acidentes: cortes, esmagamentos, choques elétricos.

A energia estática é outro perigo invisível que em um ambiente potencialmente explosivo como da indústria pode gerar um acidente grave.

Espaços confinados e deficiência de oxigênio

Em espaços confinados pode ocorrer o acumulo de gases tóxicos pela ausência de oxigênio, representando um enorme perigo ao trabalhador.

Como evitar acidente de trabalho na indústria química

Com uma gestão de segurança focada em prevenção é possível tornar o trabalho com produtos químicos seguro e, dessa, forma evitar acidentes, garantindo à saúde e integridade física do trabalhador, além da preservação do meio ambiente. Conheça algumas medidas importantes para evitar acidentes de trabalho na indústria química:

1. Programa de Prevenção de Riscos Ambientais – PPRA

De acordo com a norma regulamentadora Nº 9, o programa de prevenção de riscos ambientais é obrigatório para empresas e tem por objetivo identificar, avaliar e controlar os riscos no trabalho.

É com o levantamento dos riscos que a empresa consegue estabelecer uma política de segurança do trabalho eficiente.

2. Acesso a Ficha de Informações de Segurança dos Produtos Químicos

A FISPQ (Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos) deve estar à disposição do trabalhador em todo o local que envolve a manipulação de produtos químicos para que ele tenha conhecimento sobre o produto, os riscos e procedimentos de segurança para o manuseio, além de outras disposições, como EPIs recomendados e primeiros socorros.

3. Equipamento de Proteção Individual para reduzir riscos de acidente de trabalho

Os EPI (s) são muito importantes para garantir a proteção do trabalhador no desenvolvimento de suas atividades.

Com eles é possível diminuir ou impedir acidentes, seja por vazamento ou explosão, e, consequentemente, reduzir o risco da exposição direta e indireta a substâncias químicas.

São de utilização obrigatória em razão dos riscos envolvidos, tanto na atividade em si como no ambiente exposto a manipulação de produtos químicos, incluindo agentes contaminantes, corrosivos e explosivos.

Uso de EPI para evitar acidente de trabalho
Uso de EPI para evitar acidente de trabalho

A segurança do trabalhador deve ser garantida pelas empresas através do fornecimento gratuito de EPIs indicados para produtos químicos para evitar acidente de trabalho e proporcionar um ambiente seguro para todos.

4. Treinamento para evitar acidente de trabalho

Os trabalhadores precisam participar de treinamentos gerais e específicos para melhor compreensão dos riscos no exercício da sua função e no ambiente de trabalho.

5. Sinalização no ambiente de trabalho

A informação sobre os riscos é extremamente importante para garantir a saúde, integridade física e bem-estar dos trabalhadores, além da segurança do local de trabalho.

As regras para sinalizações nos locais de trabalho estão dispostas na NR 26.

6. Inventário de produtos químicos

O inventário dos produtos químicos indica as substâncias que são utilizadas na empresa, bem como suas características, classificação, equipamentos de proteção individual, transporte, entre outros. Seu conhecimento é essencial para minimizar os riscos e evitar acidentes de trabalho.

7. Armazenamento dos produtos químicos


Os produtos químicos precisam ser bem fechados e armazenados em locais seguros, secos, bem ventiladas e distantes de outros que possam reagir adversamente, de forma que não ofereçam riscos de acidente.

Leia também
Resposta Rápida às Emergências Químicas Reduz Dano Ambiental e Prejuízos aos Envolvidos
Transporte Químico: Exigências Rígidas Elevam Custos, Mas Geram Resultados na Prevenção de Acidentes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios