Tintas e Revestimentos

Tintas Gráficas: Impressão em alta recupera as vendas

Rose de Moraes
26 de fevereiro de 2005
    -(reset)+

    Segundo antecipou Pilar, a partir de 2005, a empresa apresentará ao mercado tecnologias em tintas líquidas para impressão por rotogravura e flexografia, promovendo up-grades nas linhas já fabricadas no Brasil, devendo dedicar maiores esforços de comercialização para tintas de alto brilho, destinadas às embalagens flexíveis com estruturas simples ou laminadas.

    Cromos investe em atendimento

    A Cromos criou um serviço de pronto-atendimento aos usuários de tintas especiais para facilitar o dia-a-dia das indústrias gráficas, designers e especialistas em cores. Ao acessá-lo, as gráficas e os criadores de embalagens, publicações e folhetos promocionais podem especificar tintas nas tonalidades desejadas, e contar com fornecimento quase imediato de tintas off-set, flexográficas aquosas e metalgráficas. Trata-se do Cromos Express, um serviço de produção artesanal para desenvolver e misturar cores, incluindo mais de 50 diferentes tonalidades disponíveis em catálogo, entre uma infinidade de outras novas formulações, preparadas em até 6 horas, para atender desde pequenas encomendas de 4 quilos até volumes de 2 toneladas.

    “Costumamos receber encomendas para ‘ontem’ e nas combinações de cores as mais diversas, havendo até casos em que, para uma mesma aplicação e mesma cor, tenhamos de desenvolver várias combinações em função das alterações encontradas nos lotes dos papéis”, informou o diretor Gero Pluecker.

    Já instalado em São Paulo-SP, no bairro da Barra Funda, Curitiba–PR, entre outras capitais, o Cromos Express deverá em breve chegar a Buenos Aires, na Argentina, onde a empresa fundou recentemente a Cromos Latina, para impulsionar o crescimento no mercado externo.

    Degussa distribui Polisiloxanos

    Importante fornecedora de insumos para tintas, a Degussa distribui novos aditivos para sistemas de tintas de impressão UV. Envolvendo tanto tintas líquidas como vernizes, segundo destacou Vitor Lavini, coordenador de negócios da empresa, as novidades são os polisiloxanos acrilados, que promovem efeito desaerante às formulações, melhoram as propriedades de alastramento, slip, anti-blocking e a umectação dos substratos. A depender da variedade de itens fornecidos pela empresa, tintas líquidas UV e vernizes UV ainda podem contar com resinas para melhorar a adesão em substratos plásticos, inclusive poliolefinas, fornecidas em solução e com teor de 50% de sólidos de TPGDA, o monômero acrílico de tripropilenoglicol diacrilato.

    Para tintas pastosas UV, destinadas às impressões por off-set, os desenvolvimentos podem promover a umectação e a dispersão de pigmentos orgânicos e negros-de-fumo, reduzindo a viscosidade das formulações e permitindo moagens em concentrações mais elevadas.

    Para quem fabrica sistemas de cura UV, ainda é possível lançar mão de sílicas para aplicações em off-set, tintas líquidas e vernizes, que promovem maior resistência a riscos, contando ainda com negros-de-fumo oxidados, fornecidos diretamente para moagem de tintas UV, líquidas e pastosas.

    “As novas especialiadades da Degussa acompanham a atual tendência mundial de expansão das formulações de tintas UV e em base água, que deverá perdurar por muitos anos”, considerou Lavini. Para formulações base água, a empresa desenvolveu vários aditivos para aplicações em tintas líquidas e vernizes, destinados às impressões em papéis e plásticos por rotogravura e flexografia.

    Segundo o coordenador, a principal novidade para esse segmento é um aditivo formado por um polisiloxano que combina a dupla função de reduzir as tensões superficiais e combater a geração de espumas. Outro aditivo de grande utilidade para formulações base água atua como agente umectante e dispersante de negros-de-fumo e pigmentos orgânicos, reduzindo a viscosidade das fórmulas.

    Para os tradicionais sistemas em base solvente, também há ampla oferta de matérias-primas e aditivos. Entre os mais recentes, Lavini destacou as resinas de moagem, que atuam como complemento de tintas líquidas em virtude de sua elevada afinidade com os mais diversos pigmentos. Segundo ele, elas oferecem melhores condições de brilho, velocidade de secagem, transparência, tingimento, adesão e resistência ao blocking. Para ser empregada como aditivo, há uma resina especial, capaz de promover maior adesão em substratos metálicos, plásticos, estendendo-se também às poliolefinas.

    Nas formulações de ceras, encontram-se desde itens em polietileno micronizado para melhorar a resistência a riscos, abrasão e antiblocking em tintas e vernizes em base solvente, como ceras “Fischer-Tropsch” micronizadas, com 10% de PTFE (politetrafluoretileno), para emprego em tintas flexográficas e rotogravura.

    Mas se o caso for trabalhar com resinas metacrílicas, pode-se contar com itens para rotogravura, compatíveis com nitrocelulose (NC), e que proporcionam, segundo destacou Lavini, alta aderência em PVC flexível e rígido, em papéis e tintas de cura UV em polipropileno orientado (OPP) e biorientado (BOPP).

    Para atender ao segmento de tintas off-set (pastosas) convencionais, a Degussa oferece sílicas pirogênicas hidrofílicas e hidrofóbicas, que atuam como agentes reológicos, anti-misting e na redução do water pick up, além de dois tipos de negro-de-fumo de baixa estrutura, para uso em tintas com grande quantidade de pigmentos e baixa viscosidade.



    Recomendamos também:








    Um Comentário


    1. Bom dia! Confio no potencial da Empresa Cromos e tenho certeza que vai dar certo !!



    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *