Química

Tintas: Fabricante nacional de metálicos amplia a produção e a qualidade

Hamilton Almeida
29 de junho de 2018
    -(reset)+

    Química e Derivados, Tintas: Fabricante nacional de metálicos amplia a produção e a qualidade

    Única fabricante nacional de pigmentos metálicos, a Aldoro está otimista com relação a 2018, na expectativa de que se consolide a curva de crescimento sustentável da economia. Este ramo sofreu, naturalmente, os efeitos dos anos recessivos até que, no segundo semestre de 2017, “reagiu de forma muita positiva”, fechando o ano com “bom nível de vendas”, salienta o gerente comercial, Antonio Labecca Filho.

    “O uso de pigmentos metálicos nas tintas automotivas segue com participação muito significativa e sólida no Brasil”, realça. O conservadorismo brasileiro em relação às pinturas automotivas não permite muitas mudanças. A preferência dos consumidores varia entre as cores metálicas (prata e cinza), ao lado das sólidas branco e preto. Esse perfil impacta diretamente, no mercado sul-americano, ao contrário de outras regiões do mundo, onde essas cores estão perdendo espaço.

    Em outros tipos de aplicação, como nas tintas industriais, protetivas e decorativas, há também, de acordo com o executivo, “uma tendência de sustentação do consumo”. Ressalta que a empresa “trabalha firme para consolidar no mercado os produtos lançados nos últimos anos, principalmente os da linha Stanlux Silver”.

    Labecca acrescenta que se diversifica, ano a ano, a quantidade de produtos: “Oferecemos pigmentos metálicos competitivos tecnicamente, com todas as vantagens que só um produtor local pode oferecer. Também temos ampliado, a cada ano, o alcance da clientela com visitas dos vendedores técnicos e treinamentos específicos. O objetivo é aumentar a nossa participação no mercado nacional nos próximos anos”.

    Química e Derivados, Labecca: quase a metade da produção vai para o exterior

    Labecca: quase a metade da produção vai para o exterior

    Recentemente, a Aldoro lançou novos produtos, ampliando a diversificação de efeitos e granulometrias. O destaque ficou por conta de pigmentos de alumínio da classe silver dólar, que são os de formato lenticular. São seis novos Stanlux Silver, sendo quatro silver dólar (SD 7210, SD 7250, SD 7350 e SD 7904) e outros dois lamelares (3707 e R 4600). “A maioria destes produtos pode substituir referências importadas com preços em reais, facilidade de logística, reposição contínua de estoque e suporte técnico e comercial”, enfatiza.

    Além destes, também estão sendo lançados produtos para produção de masterbatch para plásticos, os Stanlux Pell 750 W e 950 W na forma de pellets e os Stanlux Paste 140 OP e 260 OP na forma de pasta em óleo parafínico. O Stanlux Paste 260 OP também pode ser aplicado em tintas offset.

    O gerente comercial garante que a Aldoro “investe continuamente em seus processos, avançando tecnologicamente de forma independente e sólida. Com esses investimentos é possível desenvolver novos produtos, explorando oportunidades para ampliar a sua participação, e fortalecer cada vez mais a posição de produtor local com reconhecido nível de qualidade internacional”.

    Paralelamente, investe “continuamente no apoio aos representantes e distribuidores internacionais com orientação técnica e consistência na estratégia comercial, o que tem possibilitado à empresa ser reconhecida internacionalmente e exportar aproximadamente a metade do volume produzido”, conclui.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *