7º Congresso Internacional de Tintas atualiza setor de tintas: Abrafati

Mudança de local oferece mais conforto para visitantes e melhor estrutura física para expositores

A cada biênio que passa, o Congresso Internacional de Tintas atualiza setor de tintas, organizado pela Associação Brasileira dos Fabricantes de Tintas (Abrafati), se firma como um dos mais importantes eventos do setor no Brasil e na América Latina.

Este ano acontece, de 19 a 21 de setembro, no International Trade Mart (ITM) – antigo Centro Têxtil – , em São Paulo, a sua sétima edição.

Seu principal objetivo é possibilitar a troca de informações tecnológicas, além de apresentar algumas inovações do setor. “Conseguimos dar a oportunidade para as duas partes interessadas, àquele que quer divulgar e vender tecnologia e ao que deseja conhecer as novidades do mercado. Eles trocam idéias e formam um embrião para decisões futuras”, explica o diretor da Abrafati, Ernst J. Blumenthal.

Os primeiros congressos abordavam assuntos, predominantemente, técnicos. Hoje, o leque está mais aberto. “Temas ligados à administração, qualidade, marketing, meio ambiente, segurança e saúde contribuem para a atualização dos congressistas e para que conheçam as principais tendências da indústria de tintas do mundo”, explica o coordenador técnico do congresso, Jorge Fazenda.

Em 2001, muitas mudanças foram feitas. A primeira delas foi com relação ao local onde vai acontecer o evento. Ele deixa o Pavilhão de Exposições do Anhembi, para o ITM, uma área com cerca de 13 mil metros quadrados, com infra-estrutura de auditórios, faxes, correio, courrier, internet, salas de reunião, praça de alimentação, agência bancária, dentre outras vantagens.

“A alteração do local foi um dos maiores incentivos para a participação das empresas na exposição pois elas precisavam de mais espaço para seus estandes”, observa o presidente da Abrafati, Dilson Ferreira.

Para ele, a expectativa é muito boa. “Esperamos mais de mil congressistas do Brasil e América Latina”, afirma. Outro aspecto relevante, segundo Fazenda, é que devido a importância do Brasil como produtor de tintas, “os grandes fabricantes de insumos estão presentes no País e no congresso”.

Blumenthal Química e Derivados: Tintas: Blumenthal - palestras atraem até os veteranos do setor.
Blumenthal – palestras atraem até os veteranos do setor.

Além do espaço físico, houve também um acréscimo no número de palestras. Das 70 que aconteceram no 6º Congresso, o 7º ampliou seu quadro para 75.

Isso resulta em mais congressistas, visitantes e expositores. A abertura do evento ficará por conta do vice-presidente de tintas e vernizes da Basf, Rui Artur Goerck.

Nesta edição de 2001 está confirmada, também, a presença de universidades e institutos de pesquisas. Catorze dos trabalhos a serem apresentados são de pesquisadores ligados a essas instituições. “O setor tem gerado um interesse maior na área acadêmica. Isso é reflexo da integração que se fortifica entre universidade e empresa”, diz Fazenda.

Segundo Blumenthal, o comitê científico teve grandes dificuldades para escolher as 75 palestras.

“Todas eram muito interessantes, mas o critério usado foi as que traziam mais inovações tecnológicas”, diz. “Nossos congressistas são técnicos de diferentes áreas, alguns já atuam há 30 anos, outros há cinco, e muitos estão entrando agora. Para cada um deles vai se abrir um horizonte diferente e em matérias específicas.” Na opinião do diretor, para os “novatos” o horizonte será muito amplo. Para os veteranos, será mais seletivo. A perspectiva para o evento, para Ferreira, é de receber uma média de 5 mil visitantes.

Novidades: Um dos últimos avanços tecnológicos no ramo das tintas é o sistema tintométrico, tema a ser abordado no Congresso.

São máquinas de mistura de tintas presentes em vários pontos de venda ou oficinas. Elas garantem as mais variadas tonalidades e cores e estão presentes nos setores automotivo, imobiliário e industrial. “Haverá uma série de palestras para discutir a melhoria deste sistema, como novos tipos de concentrados tintométricos universais. Um sistema que permita um número e precisão maior na obtenção das cores”, adianta Fazenda. Outro item de relevância discutido no congresso será com relação ao desenvolvimento de pigmentos com propriedades aperfeiçoadas de resistência ao intemperismo. “Na química aplicada, a regra geral é melhorar a eficiência dos produtos existentes”, garante o engenheiro químico e coordenador da Comissão Técnica.

Dilson Ferreira Química e Derivados: Tintas: Ferreira - vendas de 2001 ficam abaixo da previsão do setor.
Ferreira – vendas de 2001 ficam abaixo da previsão do setor.

Nessa vertente, vários trabalhos serão apresentados, como o desenvolvimento de um aditivo éster de celulose dispersível em água e uma nova geração de inibidores de corrosão orgânicos, ambos para tintas à base de água. Além disso, serão abordadas a evolução e tendências das cores no setor, novos isocianatos para tintas poliuretânicas de alto desempenho e baixos VOCs, assim como serão discutidos novos caminhos para a eficiência das fábricas e o impacto ambiental das tintas imobiliárias.

O evento vai destacar ainda a área de resinas, emulsões, pigmentos, cargas minerais, produtos de segurança industrial, entre outros assuntos de interesse.

Mercado de Tintas Em 2000, o setor de tintas começou a crescer.

Dentre as 320 indústrias pequenas, médias e grandes foram produzidos um volume de 830 milhões de litros – um crescimento de 3,6% com relação a 1999, quando se produziu 801 milhões de litros.

Segundo Dilson Ferreira, o ano passado vinha caminhando positivamente, mas no final foi negativo em função do aumento das taxas de juros, o fraco crescimento econômico e a crise na construção civil que, em geral, absorve mais de 50% da produção.

Outro fator que o presidente da Abrafati coloca é a desvalorização cambial, em 1999, que gerou o aumento dos preços das matérias-primas.

divisão do faturamento do setor de tintas por segmento
Divisão do Setor de Tintas por Segmento: Abrafati

A expectativa, para o ano passado, era de um crescimento de 10% sobre o ano anterior. Isso porque havia uma projeção de aumento nas vendas nos segmentos da tinta imobiliária, automotiva e de bens de consumo.

Química e Derivados: Tintas: Fazenda - plenária apresenta o programa Coatings Care.
Fazenda – plenária apresenta o programa Coatings Care.

Segundo balanço da Abrafati, os efeitos da retomada econômica, da queda dos juros e as medidas governamentais de incentivo à construção de moradias não conseguiram alavancar o segmento da construção, como era esperado. O crescimento das vendas neste ramo ficou em apenas 2%. As projeções otimistas no final de 1999 foram por água abaixo.

A indústria automobilística, responsável por 6% das vendas, foi o segmento que mais cresceu. Em 2000, houve um aumento de 25% com relação a 1999.

A repintura automotiva, com participação de 10%, manteve-se estável, apesar do crescimento da frota brasileira de veículos. Na opinião de Ferreira, para 2001, projetava-se um crescimento de mais de 20%. “De janeiro a julho, chegou a 18%. Se o ano terminar com 10% está bom demais”, prevê. A redução nas taxas de juros incentivou a venda de bens de consumo e industriais.

A indústria, em geral, teve um desempenho melhor do que em 1999, e gerou um aumento na aquisição de tintas, de 10%. O primeiro semestre de 2001, segundo Ferreira, foi ruim. “Achava que o mercado teria um crescimento de 6%, em função da estabilidade do dólar, as taxas de juros relativamente baixas e o incentivo na construção civil. Mas houve uma reversão que mudou este quadro”, analisa.

Ainda assim, para Jorge Fazenda, o setor é privilegiado. “As tintas têm uma dualidade interessante.

Elas protegem e decoram, isso une o útil ao agradável e faz com que as pessoas a usem, direta ou indiretamente”. Ele ainda exemplifica: “Antigamente, carros com pintura metálica eram mais caros do que os de pintura plena. Hoje não.”. Para ele, a relação custo-benefício, para o consumidor, é satisfatória, porque paga-se pouco e recebe-se muito. Ainda no exemplo do automóvel, Fazenda diz que a pintura representa 0,7% do seu valor e, no entanto, na maioria das vezes a cor é determinante para a sua escolha. “Primeiro é o preço, depois a tonalidade”, assegura.

A crise energética não está afetando o setor de tintas.

O único prejuízo que o ramo pode sofrer, segundo Ferreira, “será de ordem indireta, pelo efeito recessivo”.

Ernst Blumenthal, por sua vez, afirma que o parque industrial de tintas estava preparado para esta problemática. “Na demanda atual, as perdas não foram grandes. A maior preocupação fica por conta deste segundo semestre, quando as vendas tendem a aumentar. Em geral, os meses de inverno são tradicionalmente mais fracos”, explica o diretor.

Segundo Ferreira, um primeiro aspecto a se levar em conta é a necessidade de aumentar a meta de consumo das unidades fabricantes de tintas automobilísticas. “Pela medida que instituiu o racionamento, os fabricantes que produzem para uma mesma cadeia produtiva devem ter limites iguais. Como a indústria automobilística tem um limite de 85%, as unidades produtoras de tintas para este ramo também devem ter esta meta, e não os atuais 80%”, explica.

Segundo o presidente, o setor tem capacidade de absorver uma grande quantidade de mão-de-obra adicional, minimizando o aumento do desemprego. De acordo com estudo da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), o setor de construção civil, do qual o de tintas faz parte, como representante de 18% do PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro, é gerador de 14 milhões de empregos e responsável pelo consumo de 13% da demanda total de energia elétrica.

Com relação aos produtores, Blumenthal alerta para a necessidade do sistema de geração própria ou ajustes nas diversas unidades de produção. “As pequenas empresas são as que mais sofrem; depois, as médias”, sentencia. “De qualquer forma, fico impressionado com a iniciativa dos fabricantes de tintas em enfrentar problemas adversos.”

A Abrafati, no decorrer dos anos, vem intensificando as parcerias com entidades de classes e órgãos técnicos no Brasil, além de estabelecer relacionamento com associações ligadas ao setor de tintas no Exterior.

A associação faz parte da Comissão da Indústria da Construção da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e ainda atua no Grupo Parlamentar e na Coalizão Empresarial da Confederação Nacional das Indústrias (CNI).

A sua proximidade com a indústria química fez com que desenvolvesse várias atividades em conjunto com a Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim), em especial com o comitê de coordenação das entidades do complexo químico.

No que diz respeito ao caráter técnico, a Abrafati participa do Fórum de Competitividade da Indústria da Construção Civil, do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior e nos Comitês Químico e Petroquímico e da Indústria da Construção, da Associação Brasileira de Normas Técnicas.

Tem, também, convênios de colaboração com instituições, como a Escola Politécnica da Universidade de São Paulo e o Serviço de Aprendizagem Industrial (Senai).Internacionalmente, a Abrafati, desde 2000, estreitou os laços com a National Paints and Coatings Association (NPCA) dos Estados Unidos, e com o International Paint and Printing Ink Council (IPPIC – uma espécie de Abrafati que reúne entidades de todo o mundo e coordena as atividades no campo das tintas e tintas de impressão).

A cooperação vai trazer ao Brasil o programa Coatings Care, sobre saúde, segurança e meio ambiente. Este programa, explica Fazenda, cuida do transporte de mercadorias, de produtos químicos, meio ambiente e a sociedade. “Uma das plenárias será sobre o programa Coatings Care”, adianta.

Outro ponto importante, na atuação da entidade, são as campanhas que encabeça contra a sonegação e a falsificação, e a eliminação de não-conformidades.

A voltada contra a sonegação teve início em 1999 e foi intensificada no ano seguinte. Ela procura alertar o comércio varejista das conseqüências negativas para o setor, de comprar de fabricantes de tintas que vendam sem nota fiscal. A campanha contra a falsificação começou também em 1999. Ela tem o intuito de combater o mau uso das máquinas tintométricas, que ocorre com a utilização de matérias-primas não originais.

A padronização e qualidade dos produtos são, também, preocupações da Abrafati.

A comissão de eliminação de não-conformidades apoiou o desenvolvimento de 37 métodos de testes essenciais, preparados pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e pelo Comitê Brasileiro de Construção Civil, para elaboração de especificações. O programa tem início pelas tintas de parede. Foram estabelecidos contatos e reforçados os laços com o Instituto Nacional de Metrologia (Inmetro), para desenvolver um programa conjunto para atacar não-conformidades na área de tintas, dentro do Programa de Análise de Qualidade de Produtos.

As atrações da Feira atualizam o setor de tintas: Fornecedores de Produtos Químicos para Tintas

AVECIA

A empresa estará divulgando no 7º Congresso sua linha de resinas voltada para os mercados de manutenção industrial e anticorrosivos, vernizes e acabamento para madeira e recobrimentos para plásticos, bem como novos grades da família de biocidas Proxel, Densil e Vantocil, e o novo conceito de higienização de plantas SAPH (Systematic Approach to Plant Hygiene).

Com mais de US$ 500 milhões investidos em pesquisa avançada, serviços técnicos e manufatura em suas 30 fábricas instaladas no mundo, a Avecia é representada no País e na feira por meio das divisões NeoResins e Biocides Protection & Hygiene.

A primeira incorpora os polímeros NeoCryl, com emulsões e resinas acrílicas 100% sólidas; a linha NeoRez, com poliuretanos em dispersão aquosa e solução; a NeoPac, com dispersões aquosas uretano-acrílicas; a NeoRed, com resinas à base de água de cura UV; e a Haloflex, com emulsões especiais vinil-acrílicas. A divisão Biocides tem como filosofia a proteção do ciclo de vida dos produtos, além de oferecer suporte técnico, pesquisa e desenvolvimento de aplicações.

BANDEIRANTE

Líder na distribuição de materiais e serviços para o setor de tintas e vernizes, o expositor divulga produtos das suas diversas empresas representadas.

Da Byk Chemie destaca as linhas de dispersantes, umectantes, nivelantes, antiespumantes e espessantes; da Dow Química, éteres de glicol, surfactantes, etalonaminas e etilenoaminas; da DuPont, a isoforonadiamina e o dióxido de titânio; e da Ineos, as resinas acrílicas.

A Huber expõe caulins especiais, sulfato de bário, alumina triidratada e carbonato de cálcio; a Cray Valley apresenta suas resinas poliéster, poliamida e poliuretânicas.

A Cabot divulga negros-de-fumo especiais para tintas e também sílica pirogênica, enquanto a Sartomer, comparece com resinas epóxi acriladas e monômeros funcionais.

Os visitantes ainda poderão conhecer os acetatos, coalescentes, cetonas, isocianatos e os sistemas de solventes da Rhodia, a linha dos solventes alifáticos e aromáticos das Centrais Petroquímicas e da Petrobrás. Das demais representadas da Bandeirante, a Oliver & Battle tem projetos e equipamentos para indústrias de tintas; a Totalfinaelf oferece solventes especiais verdes para indústrias de tintas; a Wayne Pigments dispõe de pigmentos anticorrosivos para tintas industriais; a Byk Cera destaca emulsões e dispersões especiais de ceras para sistemas aquosos e solventes; e a Erkol, álcool polivinílico em diversas viscosidades. A Bandeirante ainda lançará a Band On-Line, pedra fundamental do comércio eletrônico da empresa.

BASF

As unidades de pigmentos, monômeros acrílicos, detergentes e formuladores, químicos industriais e dispersões se reúnem em destaque no 7º Congresso. Na linha de pigmentos, a empresa fornece tintas decorativas, industriais e automotivas (repintura e original), em pó, isentas de metais pesados, coilcoating, dentre outras.

O expositor dispõe de ampla linha de produtos para o setor, como pigmentos orgânicos e inorgânicos, corantes e preparações pigmentárias.

As ftalocianinas são estratégias para a empresa, na área de pigmentos, oferecidas em três linhas mundiais: pigmentos azuis isentos de cobre, pigmentos azuis epsilon e verdes bromados.

No segmento de monômeros acrílicos, atua como ácido acrílico e metacrílico glacial, acrilatos de butila, 2 etil hexila, etila e metila, empregados na fabricação de resinas e dispersões acrílicas.

A empresa aproveita a oportunidade do congresso para divulgar a inauguração, em 26 de setembro, da nova fábrica de acrilato de butila, em Guaratinguetá-SP, que absorveu investimentos da ordem de US$ 30 milhões. O produto, derivado do ácido acrílico, serve de matéria-prima para a fabricação de resinas e dispersões acrílicas destinadas à indústria de tintas e revestimentos, entre outros.

A Basf ainda destaca produtos como neopentilglicol, 1,6-hexandiol, N-metilpirrolidona, trimetilolpropano e a linha de biocidas. Na linha das dispersões, apresenta o Acronal A508, o Basophop RSI e RSP, a Latekoll e Colacrall. O Acronal A508 é uma dispersão acrílica pura, de reduzido tamanho de partículas e propriedade adesiva para paredes.

Trata-se de importante inovação nessa área, na qual tradicionalmente se utilizam produtos à base de solventes. O novo conceito garante resultados comparáveis às soluções em solventes, até mesmo em gesso.

Já a linha de aditivos Basophop RSI e RSP destinam-se à formulação de tintas resistentes à chuva. A linha Latekol inclui espessantes e modificadores de reologia para tintas aquosas e se constitui dos produtos Latekol BA904, o Latekol BA907, e Latekol BA800. Para completar, a linha, a Colacrall, oferece dois produtos: o Colacrall LR 8989 e 8990. São espessantes para uso em conjunto na formulação das tintas, possibilitando ótima resistência à água, boa transferência da tinta para a parede e nivelamento.

BENTONIT UNIÃO

Quando a Bentonit União Nordeste S.A . foi fundada, há 36 anos, o Brasil importava todo seu consumo de bentonita. Hoje, a empresa alcançou o objetivo a que se propôs e o País tornou-se auto-suficiente neste campo, seja pelas duas unidades no Nordeste ou pelas parcerias que mantêm com os Estados Unidos e Argentina.

A Bentonit União vende 190 mil toneladas/ano. A versatilidade da bentonita, nos seus vários tipos, permite à empresa extrair, processar e fornecer produtos para emprego em diversos setores da economia, entre eles, moldes para fundição, pelotização de finos de minério de ferro, perfuração de poços de petróleo e artesianos, construção civil, ração animal, absorvente higiênico para animais domésticos, aditivos funcionais (tixotrópicos) para tintas e cosméticos e amaciantes em sabão, dentre outros usos.

As parcerias de sucesso trouxeram para seus clientes brasileiros aditivos funcionais baseados em argilas, bem como o suporte técnico. A empresa oferece ao mercado brasileiro a linha de produtos Claytone, Garamite, Bentolite, Permont, Argel T e Volclay.

BEST QUÍMICA

Em exposição institucional, a distribuidora de solventes Best Química, de São Bernardo do Campo-SP, divulga a construção de sede própria no bairro da Cooperativa dessa cidade. Há 10 anos no mercado, a nova sede será construída em terreno de 15 mil metros quadrados e pretende dar impulso ao projeto de crescimento da empresa no setor de tintas, cuja participação nas vendas totais chegou a 30% no primeiro semestre.

BETEL

Com parque fabril instalado em Mogi-Guaçu-SP, em área de 28 m², a Betel destaca seus produtos para os mercados de tinta, têxtil, papel, plástico e outros. Sua linha apresenta variada gama de resinas, desde alquídicas e poliuretânicas, passando por acrílicas, maleicas, melamínicas, fenólicas, uréicas e cetônicas. Sua tecnologia caracteriza-se pela linha de poliuretanos aquosos, alquídicas hidrossolúveis e acrílicas especiais. Conta com reatores com capacidade entre 2 mil a 16 mil quilos e fabrica produtos com características específicas para cada aplicação.

BRASCHEMICAL

Representante de diversas empresas, a Braschemical mostra da americana DayGlo Color pigmentos especiais como fluorescentes, fosforescentes, invisíveis, branqueadores ópticos e glitter. Da inglesa EC Pigments apresenta com pigmentos orgânicos, com destaque para a linha Dyecom para tintas gráficas. Traz da alemã Lubrizol aditivos para tintas à base de água e solvente, dentre eles a série Lanco de ceras micronizadas. Também da inglesa Tennants Inks & Coatings, divulga as resinas de poliuretano, fenólicas e alquídicas. A sueca Expancel Nobel comparece com as microesferas expandíveis, com as filandesas Kemira Pigments OY, dióxido de titânio tipos anatase e rutilo, UV-Titan micronizado. Já a Noviant traz carboximetilcelulose e éter de celulose. Da japonesa Matsuio o visitante dispõe de tintas termocrômicas e fotocrômicas, e da alemã Haltermann, solventes especiais para tintas off-set. A Braschemical também lança os branqueadores ópticos da DayGlo, da série DyeBrite para tintas de segurança e controle de qualidade; o Expancel, com microesferas de polivinilideno expansíveis para a redução de densidade de massas plásticas, e o Lanco Intercoat VPP 555, da Lubrizol, um promotor de aderência para tintas aplicadas sobre substratos de polipropileno.

CIBA

A Ciba destaca uma nova geração de inibidores orgânicos de corrosão para tintas à base de água, cujos detalhes serão apresentados em palestra no congresso.

Além disso, presta esclarecimentos sobre produtos antioxidantes, blendas, absorvedores UV, estabilizantes a luz, fotoiniciadores, dispersantes, espessantes, emulsões acrílicas, apassivadores de metal, algicidas, branqueadores ópticos para sistemas base solvente e água, pigmentos orgânicos, inorgânicos, preparações pigmentárias, dispersões e corantes.

Também faz parte da exposição a divulgação de seus serviços de laboratório, treinamento prático e teórico de clientes, palestras, acompanhamento de aplicações e desenvolvimento de cores, assim como aditivação, acesso a informações técnicas, literatura sobre os produtos, solicitações de amostras, dentre outros serviços.

CLARIANT

Organizou sua exposição entre as divisões de pigmentos e aditivos (PA), a de éteres de celulose e de emulsões poliméricas (CEP) e a de químicos funcionais (FUN), as duas primeiras com produtos apresentados de forma inédita na feira.

Da divisão PA, as novidades são os pigmentos orgânicos azul Hostaperm R5R VP 2548, amarelo Hostaperm H5G VP 2295 e vermelho Novoperm THI 4G 70 LP2543. Considerados pela empresa “ecológicos”, são pigmentos com aplicação em sistemas aquosos.

Outros destaques da PA são as ceras micronizadas Ceridust, os aditivos absorvedores de ultravioleta Hals Sanduvor e os retardantes de chama Exolit. A divisão CEP apresenta a linha de emulsões poliméricas Mowilith e os éteres celulósicos Tylose, com propriedades aprimoradas de brilho, lavabilidade, reologia e com resistência à abrasão e intemperismo. Já a divisão FUN mostra, de forma institucional, sua linha de bactericidas e fungicidas.

COR & APARÊNCIA

Química e Derivados: Tintas: Espectrofotômetro portátil da X-Rite - medição em 5 ângulos.
Espectrofotômetro portátil da X-Rite – medição em 5 ângulos.

A Cor & Aparência apresenta o novo espectrofotômetro para medição de cor sem contato com a amostra TeleFlash, da X-Rite.

O sistema TeleFlash permite a medição de cor on line, bem como a avaliação estatística do processo. Possibilita operar com todos os espaços de cor e tolerâncias existentes no mercado e também pode efetuar medição em qualquer tipo de superfície.

O instrumento ainda pode ser usado para medir polietileno extrudado, tintas, vidro, cerâmica, pó, papel, chapas metálicas e outros produtos. O sistema é passível de uso em ambientes com muito pó e resiste a explosões.

Entre outras características, compensa variações de cor causadas pelo termocromismo, e não requer resfriamento das amostras para efetuar as medições. Também o espectrofotômetro portátil multiangular MA68II, com capacidade para medir cores metálicas e perolizadas em 5 ângulos, será também exposto no congresso, em conjunto com o software QA2000. Outro software, o Formulation Master 2000 apresenta novidades em modelos matemáticos para cálculo de receitas de cor, bem como a integração de modelos já existentes e consagrados mundialmente pela X-Rite.

A Cor & Aparência ainda exibe os modelos 962 e 964 de espectrofotômetros 0/45 destinados à troca de aberturas de medição entre 4, 7 e 16 mm, com conexões para todos os softwares de controle de qualidade e formulação de cores X-Rite.

Destaca também a nova série de espectrofotômetros da esfera de integração SP60, SP62 e SP64; e o CA22, de baixo custo, com software de controle de qualidade QA Lite. Os produtos da Leneta completam a exposição.

COROB

A Corob oferece soluções em sistemas tintométricos com pacotes e portfólio completo de produtos. Pertencente ao grupo suíço Swisslog, com forte expressão em negócios ligados à automação logística-industrial e e-commerce, a empresa aposta no sistema tintométrico como importante ferramenta comercial e de marketing em termos de cores.

A atração da Corob será Kenneth Charbonneau, consultor em marketing das cores, com extensa experiência no mercado norte-americano, para falar sobre as tendências para os próximos dois anos, as evoluções e influências no mercado de tintas.

Em seu estande, apresenta nova geração de equipamentos de alto desempenho em precisão, repetição e velocidade, que possibilitam o tingimento de quaisquer cores em vários tamanhos de embalagens. A empresa ainda demonstra seu pacote completo de softwares para colorimetria, espectrofotometria e decoração em ambiente windows, todos com a característica principal de facilidade de operação em um aplicativo simples.

DEGUSSA

A Degussa Brasil apresenta um novo portfólio de produtos para a indústria de tintas, vernizes e revestimentos. A área de corantes e revestimentos apresenta os derivados de química da isoforona (Isoforona, Vestamin e Vestanat), os endurecedores Vestagon para tintas em pó epóxi, híbridas e PUR, as resinas de poliéster saturado Dynapol e Dynacoll para tintas, adesivos e resinas, as resinas especiais (Adesão, Sintéticas e Vilit), as polialfaolefinas amorfas Vestoplast e as ceras Vestowax.

As resinas especiais são tema da palestra que será proferida por Werner Freitag, sob o título de “Magic Resins”. O setor de corantes mostra a linha Colortrend e a linha de biocidas Biotrend. A área de cargas avançadas e pigmentos coloca ênfase nos pigmentos azul da prússia, objeto de palestra de Peter Stroh. Esses pigmentos têm aplicação em tintas gráficas e industriais.

Outro pigmento a ser apresentado é o preto de anilina BS 890, usado, entre outros, em lacas de poliéster insaturado para móveis, curadas por UV. Os pigmentos de negro-de-fumo, das linhas FW, Special Black e Printex estarão também na exposição.

O amplo espectro de fosqueantes, com a marca Acematt traz, como novidade, a recente ampliação da capacidade fabril do fosqueante de alto rendimento Acematt OK412, facilmente dispersável para acabamento superficial.

Finalmente, o Sipernat 820 A, sílico-aluminato de sódio, complemento de dióxido de titânio em tintas de dispersão, encerra a apresentação dessa área.

O segmento de aerosol e silanos, além de mostrar a linha aerosil200, aerosil R972, aerosil R805, aerosil R812 e óxido de alumínio C lança neste evento o aerosil R7200, na América do Sul. Essa nova sílica pirogênica, modificada superficialmente, aumenta a resistência ao risco dos sistemas de tintas curados por UV.

Na linha silanos, o destaque é para o Protectosil Antigraffiti, que protege superfícies de concreto contra pixação. A área de polímeros de alta performance traz o Vestosint, pó fino de poliamida 12, como aditivo modificador de impacto para lacas estruturais. A área de metacrilatos mostra os alquil, aril-hidroxiester e aminometacrilatos, dentre outros.

Vale destacar o monômero Plex 6844-0 para melhora da adesão úmida em tintas de dispersão e monômeros como ciclohexilmetacrilato e isobornilmetacrilato, usados para tintas alto-sólidos.

O setor de resinas metacrílicas apresenta a linha Degalan (termoplástica), além de Degaroute e Degadur, bicomponentes, de cura a frio, para demarcação rodoviária e pisos industriais, respectivamente. Os oligômeros e silicones apresentam a linha de aditivos Tego, entre os quais pode-se citar os agentes dispersantes Tego Dispers, os aditivos de nivelamento, alastramento e anticratera Tego Glide, os umectantes de substrato Tego Wet, os aditivos de fluxo Tego Flow, os antiespumantes Tego Foamex, os antibolhas Tego Airex, aditivo antigrafite para poliuretano Tego Protect, os aditivos reativos para sistema UV (madeira) Tego Rad. A Degussa Brasil representa, no País, a Kronos International, fabricante de pigmento branco dióxido de titânio. Wolfgang Koenner, especialista da Kronos, fará uma palestra sobre o uso do dióxido de titânio em tintas de silicato.

Química e Derivados: Tintas: O AR-200, da dpUnion - resolução e freqüência são superiores.
O AR-200, da dpUnion – resolução e freqüência são superiores.

dpUNION

Representante exclusivo da TAInstruments (reologia e análise térmica), a dpUNION lança a quinta geração de instrumentos voltados a controle, desenvolvimento e pesquisa na área de viscosimetria e reologia para tintas, resinas, revestimentos, líquidos, sólidos e demais.

O AR-2000 possui sistema com controle de Shear Rate, Stress e Strain (Mobius Drive), com geometrias de cilindros coaxiais (Couette), cone/placa e placas paralelas, resolução e freqüência superiores aos disponíveis no mercado atualmente, além de sistema intercambiável de temperatura para diversas faixas (-150 a 600º C/ Smart Swap). Analisa ainda forças normais de 0,01 a 50N.

EASTMAN CHEMICAL

A Eastman vai apresentar duas novidades: o promotor de adesão AP440-1 e o CMCAB, um éster de celulose a base de água. Quanto ao AP440-1, ele é o mais novo integrante da família de promotores de adesão.

Haverá também duas palestras técnicas referente aos seus novos produtos, ministrada por Gary Robe. Também faz parte da exposição da Eastman a divulgação de várias aquisições.

A primeira delas foi a Jager, empresa alemã fabricante de polímeros especiais; depois foi a Lawter, fabricante americana de matérias-primas para o segmento de tintas de impressão e revestimento. Também a McWhorter, fabricante de resinas, a Sokolov, na República Checa, a qual possui uma linha de polímeros base de água e ésteres acrílicos e, finalmente, uma parte da linha de adesivos da Hercules.

ELEKEIROZ

A empresa apresenta a linha completa de produtos, composta por anidrido ftálico, anidrido maléico, ácido fumárico, formaldeído, ácido sulfúrico, sulfeto de carbono, DOP, DIBP, enxofre e CUF (concentrado uréia e formol), mas destaca os voltados aos segmentos de tintas e vernizes, como o anidrido ftálico que recebeu novos investimentos para aumento de capacidade.

O anidrido maleico já é produzido na ordem de 20 mil toneladas/ano e, a partir de setembro, será a vez do CUF. O fornecimento do anidrido maleico e anidrido ftálico à granel é feito em caminhões especiais ou em embalagens (bags) retornáveis.

EQUILAM

As câmaras para testes de corrosão, de ensaios climáticos, choques térmicos, de vibração e outros consistem nas principais atrações da Equilam.

Feitas em material inerte, as câmaras garantem maior durabilidade e proporcionam ensaios em conformidade com as normas nacionais e internacionais. São construídas em fibra de vidro, paredes duplas com isolação térmica em poliuretano e acabamento para fácil limpeza.

EXXON MOBIL

Fruto da operação da Exxon e da Mobil, a nova megaempresa atua por meio de suas afiliadas Esso Brasileira de Petróleo, Mobil Oil do Brasil, Solutec, Servacar, Mobil filmes do Brasil e Exxon Química.

A empresa se caracteriza pela atuação no setor de solventes para as indústrias de tintas e vernizes como instaladora e fornecedora de produtos e suporte técnico. Seu esquema de apoio e atendimento em todo o País tem como foco um escritório central e terminal de produtos químicos em São Paulo, além de instalações nas principais capitais.

Para a otimização de sistemas solvente-resina, desenvolveu o Co-Act, um programa especial de computador que utiliza sofisticados métodos de reformulação de tintas e está à disposição de seus clientes.

A Exxon Química possui certificação ISO 9002 para todos seus processos de comercialização, movimentação, logística e produção no País. A fábrica de fluidos especiais de Paulínia é o mais recente projeto da Exxon Química, com destaque para a linha ExxsolD, que permite a formulação de produtos finais com baixo odor e reduzido impacto ambiental.

FENILQUÍMICA

A empresa vai lançar sua nova geração de produtos para tintas, fabricados pela Rohm and Haas e distribuídos pela Fenilquímica para todo o território nacional. Vai expor também o kit para tintas PU de alta tecnologia: resina e catalisador. A empresa possui um departamento para desenvolvimento e aplicação, composto por uma equipe de técnicos, químicos e engenheiros químicos especialistas nos segmentos onde atuam.

Para o evento, a Fenil montou mesas técnicas com essa equipe especializada em dirimir todas as dúvidas dos fabricantes de tintas, tanto industriais base solvente, quanto os de tinta base aquosa, além dos de revestimentos, texturas, acabamentos e de todos os tipos de proteção, incluindo do segmento construção.

Química e Derivados: Tintas: A dosadora BT-Tintmaster tem novo design.
A dosadora BT-Tintmaster tem novo design.

FLUID MANAGEMENT

A empresa vai apresentar algumas novidades e as últimas versões de seus equipamentos. Os lançamentos ficam na área de software para sistemas tintométricos, bem como o novo sistema de serviços, FM Direct. A Fluid Management vai apresentar uma dosadora simultânea de alta performance, a Accutint, e a BT-Tintmaster, também dosadora, estará presente com novo design.

Na linha de misturadores a empresa vai mostrar um novo modelo: o H5, giroscópico, econômico, adequado para todos os tipos de produtos, inclusive textura. Na área de software será lançada a última versão de Colorpro, gerenciador de sistemas tintométricos, com novas ferramentas para uso do lojista, como cálculo de quantidade de tinta versus metragem e cálculo de preços. Também estará exposta a nova versão do Colorvision, o software de visualização de ambientes e cores, com novas funções para texturas.

GIRONA

A Girona Embalagens Industriais, empresa do grupo Metalúrgica Barra do Piraí, expõe sua linha de baldes plásticos industriais. Segundo a empresa, sua sede paulista, em Santana do Parnaíba, está dobrando sua capacidade atual, para atender o mercado de tintas e vernizes, impermeabilizantes e químicos em geral.

GREMAFER

A Gremafer e a sua representada exclusiva para o Brasil, a americana Engelhard Corporation, vão apresentar vários produtos.

Dentre eles, os pigmentos de efeitos especiais (perolizados e aparência metálica). Efeitos como brilho, noção de profundidade, reflexão e refração da luz em tons variados são proporcionados por estes pigmentos e os de efeito metálicos às tintas automotivas, decorativas, industriais, de impressão e a pó.

Será lançada a família de pigmentos de efeito, linha Exterior Lumina, e o perolizado Exterior Vegetable Black-Olive, todos para uso automotivo, industrial, impressão e a pó. Exterior Lumina são os pigmentos à base de mica e tem como característica o aumento no ângulo de reflexão, bem como a maior pureza e definição da cor com melhor resultado do que os tradicionais efeitos de interferência de cores. Disponível nos tons dourado, vermelho, verde, aqua-blue, red-blue e turqueza, os pigmentos Exterior Lumina podem criar efeitos visuais diferenciados em tintas automotivas.

O Exterior Vegetable Black-Olive aumenta a escala das cores de absorção possíveis com máscaras marrom-pretas originadas em pigmentos à base de mica. Até hoje, somente o verde, o ouro pálido e os tons vermelhos eram viáveis. Há, também, uma ampla gama de pigmentos orgânicos e inorgânicos, para dispersões aquosas e corantes universais para uso em sistemas tintométricos. As cargas minerais de alto desempenho também serão expostos. São aditivos baseados em cargas minerais, como o silicato de cálcio (attapulgite) e os silicatos de alumínio, calcinados e hidratados que, segundo a empresa, ajudam a melhorar o desempenho, aparência, aplicação e valor das tintas líquidas à base solvente ou água e a pó. Produtos como o attagel 50 e 40 para controle de sinérese, a família de ASPs e satintones, redutores de TiO2 e de excelentes valores agregados estarão expostos também durante o evento.

A Gremafer vai apresentar 64 painéis de cores, como tendência para 2004, divididos em quatro diferentes famílias: chamaleon, mirror, eden e illumination.

Química e Derivados: Tintas: O laboratório da Ipiranga em Osasco.
O laboratório da Ipiranga em Osasco.

IPIRANGA QUÍMICA

A divisão química do conglomerado pretende destacar várias representadas de especialidades para tintas. Da Chitec, mostra novos grades catiônicos e de baixo odor da linha de fotoiniciadores para tintas de impressão. Por serem formulações líquidas, de acordo com a Ipiranga, a incorporação às tintas é facilitada.

Para melhor divulgação dessa tecnologia, um assessor da Ipiranga apresentará a palestra “A importância do foto iniciador no sistema de formulação de tintas e vernizes curáveis por radiação UV”. Para a indústria de tintas imobiliárias, o destaque fica por conta das emulsões acrílicas Carboset (grade 7705) da Noveon, voltada para fórmulações de esmalte base água, em substi-tuição as de base solvente e, segundo a empresa, com mesmo nível técnico de acabamento. Na área de tintas industriais e de manutenção, apresenta as resinas fenólicas da Georgia Pacific. Segundo a Ipiranga, essas resinas conferem características diferenciadas de não-amarelecimento, com boa resistência à corrosão.

Para o mesmo setor industrial, a representada Galstaff mostra a linha de poliéster insaturado e poliuretano. Além desses lançamentos, a Ipiranga anuncia novos contratos de representação: com a Dominion Colour Corporation, produtora de pigmentos orgânicos e inorgânicos; a Wacker, especialista em aditivos tensoativos, antiespumantes, promotores de adesão e de efeito martelado.

Também vale destacar o sistema tintométrico automático Inmaker Piccolo, da Inmaker, em exposição no estande.

ISP

Produtora de especialidades químicas presente em mais de 90 países, destaca seus produtos destinados aos mercados de adesivos, tintas, eletrônicos e detergentes, assim como setores farmacêutico, cosmético, cervejaria e agrícola.

A empresa também fabrica polímeros, vinil ésteres e produtos de alta performance baseados no acetileno, utilizados nas indústrias de tintas, limpeza, galvanoplastia e limpeza industrial. Os monômeros vinil e cura UV são diluentes reativos utilizados em tintas, tintas de impressão, de madeira, serigrafia e off-set; polímeros e copolímeros, incluindo polivinilpirrolidona, metilviniléter, anidrido maléico e resinas ácidas policarboxílicas; especialidades químicas que incluem absorvedores de UV e pó ferro carbonil.n

LOGOS

Além de laboratório próprio, a Logos Química possui acordos firmados com entidades como a Universidade de São Paulo (USP), Universidade Federal de Viçosa-MG e o Instituto de Pesquisas Tecnológicas, para o desenvolvimento de novos produtos que auxiliem na melhoria da tecnologia brasileira.

Como resultado dessa filosofia, a empresa estará apresentando trabalhos técnicos, através de duas palestras sobre antiespumantes e inibidores de corrosão.

Dispersantes de pigmentos, tensoativos para polimerização em emulsão, umectantes, biocidas, catalisadores, além dos dois itens que serão discutidos em palestras fazem parte da linha de produtos da Logos. Serviços como tratamento de águas industriais, com programas químicos em torres de resfriamento, caldeiras e efluentes fornecidos pela coligada Logos Aqua Tecnologia, também fazem parte das principais atividades da empresa.

LATINOQUÍMICA

Empresa do grupo Amtex, de São Paulo, apresenta uma nova linha de seus polímeros aniônicos de alto, médio e baixo peso molecular e solúveis em água quente ou fria de marca Tixotrol. O destaque fica por conta do Tixotrol Vinilacril HT, voltado especificamente para o setor de tintas. Segundo a empresa, esse polímero melhora o perfil reológico das tintas, conferindo-lhes valores de viscosidade adequados ao enlatamento e diminuindo a sedimentação dos pigmentos. Também de acordo com comunicado da Latinoquímica, ele oferece bom espessamento das películas de tinta sem escorrimento e aumenta a resistência à abrasão úmida. De modo geral, os polímeros de alto peso molecular contribuem para melhorar a consistência da tinta, funcionando como espessantes, enquanto os de baixo, operam como modificadores reológicos.

MAGHFRAN

A fabricante de baldes plásticos traz algumas novidades para o segmento de tintas. São novas tampas para sistema de pigmentação (mix machine) sem abertura da tampa de baldes plásticos. Esse processo possibilita dosagens mais rápidas, ganhando precisão, sem desperdício de pigmento. Também lança baldes de 10 e 12 litros para sistema mix machine. Em setembro, a empresa inaugura unidade em Jaboatão dos Guararapes, Pernambuco.

MINOLTA

A Minolta Corporation apresenta instrumentos e softwares para medição de cores. O espectrofotômetro de bancada CM-3600d foi desenhado para técnicos que necessitam de versatilidade, alto desempenho e excelente repetibilidade, reprodutibilidade precisa e operação simplificada. O CM-3600d combinado com o software SpectraMatch pode ser usado em pesquisa e desenvolvimento e no laboratório, para acelerar a formulação de cores, efetuar a correção e produção de tintas e vernizes para as áreas de tintas imobiliárias e industriais. Além disso, oferece duas funções exclusivas patenteadas que o distinguem dos demais espectrofotômetros de bancada: executa com maior rapidez e precisão as medições de amostras com diferenças de brilhos, e fornece ajuste numérico instantâneo para amostras que contêm componente de luz UV, tais como pigmentos fluorescentes e branqueadores ópticos. A tecnologia patenteada para medição de brilho, simplifica a operação de medições e aumenta a precisão do trabalho provendo resultados simultâneos para Componente Especular Inclusa (SCI) e Componente Especular Exclusa (SCE). Obtendo, ao mesmo tempo os dados em SCI e SCE, o usuário pode discriminar na hora as diferenças entre cor e aparência. O software SpectraMatch aumenta a velocidade de trabalho de formulação de novas cores, reduzindo as tentativas do laboratório e minimizando o número de correções em 50% ou mais, comparados aos métodos tradicionais. A partir de um banco de dados de concentrados ele calcula, em segundos, a melhor fórmula com menor custo. Com o software SpectraMatch é possível preparar novas fórmulas a partir de outras previamente testadas ou, ainda, a partir de materiais reciclados ou excedentes. As funções de adição automática e manual ajudam a minimizar a necessidade de ajustes. O software contém, também, todas as funções para controle de qualidade. A empresa ainda apresenta o espectrofotômetro CM-2600d, portátil, com simultânea calibração de UV e compensação de brilho. Como possui duas aberturas (3mm e 8mm), SCI e SCE simultâneos, e ajuste numérico instantâneo de UV, o CM2600-d é ideal tanto para controle de qualidade, como para formulação de cores.

MIRACEMA-NUODEX

A Miracema-Nuodex trabalha, com fabricação própria, para o segmento de tintas com secantes, biocidas, dispersantes, inibidores de perda de secatividade, anti-sedimentares, antipele e antiespumantes. Na feira, apresentará alguns tipos de biocidas para preservação na embalagem.

São eles: o Liocide IF(r)11, não liberador de formol para preservação de sistemas aquosos, que acompanha a tendência do mercado que tem carência de produtos eficientes, menos tóxicos e não tão agressivos ao meio ambiente.

Este é recomendado para preservar tintas à base de água, dispersões de polímeros, slurries, detergentes, colas, emulsões de óleos minerais solúveis e sistemas aquosos em geral. Outro produto é o Coryna B-005, biocida não liberador de formol de baixa toxicidade, isento também de compostos metalorgânicos, fenóis e animais. Suas áreas de aplicação são tintas à base de água, slurries, colas e adesivos na indústria de papel, detergentes, emulsões, dispersões e suspensões aquosas.

O Bodoxin AS é um novo biocida à base de uma combinação de hemiacetal com isotiazolinona, altamente concentrado e desenvolvido para sistemas aquosos que necessitam de um rápido controle de crescimento microbiano. O Liocide 669 é baseado na combinação sinergística de três componentes e garante uma ampla atividade antimicrobiana contra todos os tipos de microorganismos, como bactérias gram-positivas e gram-negativas, fungos, leveduras e, inclusive, contra a Legionella pneumophila.

Este biocida garante rápida desinfecção inicial e longa atividade residual de preservação.

Já o Liocide 09 é um biocida de amplo espectro e baixo custo que tem excelente estabilidade térmica e pode ser utilizado em uma ampla faixa de pH (4 -11) e tem como vantagem a economia no uso e proteção prolongada do produto dentro da embalagem. Na linha de fungicidas para preservação do filme de tinta, será apresentado o Coryna DF, um fungicida-algicida que, diferente da maioria dos produtos no mercado, é uma dispersão de compostos heterocíclicos, isentos de metais pesados, formaldeído e fenol. Suas vantagens são a diminuição de eliminação do filme por lixiviação, uma vez que o caráter hidrofóbico dos ativos é preservado, aumento da concentração dos ativos sem impacto no custo, diminuição da toxicidade oral e da irritação cutânea e o aumento da biodegradabilidade e diminuição do impacto ambiental. A Miracema-Nuodex trabalha, também, em uma nova geração de secantes para tintas, onde a associação de vários metais em um só produto potencializa o efeito de cada um desses metais, em relação ao seu uso separadamente.

OURO BRANCO

A Minérios Ouro Branco, produtora de aditivos minerais, fibras reforçantes à base de celulose e distribuidora de especialidades químicas e pigmentos, lança no sua linha de pigmentos perolados à base de mica Ouropearl. Feitos de mica recoberta com dióxido de titânio e/ou óxido de ferro, proporcionam brilho e acabamento superficial, além de superfície mais uniforme, sedosa e de alta reflectância.

Trata-se de produto atóxico, sem odor, resistente à acidez e alcalinidade, não inflamável, não combustível, não condutivo, resistente à água e altas temperaturas (até 900ºC). Esse pigmento pode ser aplicado em pinturas automobilísticas, materiais de construção, vernizes, tintas para couro (mesmo os sintéticos), compostos plásticos, cosméticos, borracha ou cerâmica, tinturas dentre outras aplicações. Disponível em diversas cores e tamanhos de partículas, o Ouropearl proporciona um espectro amplo e completo de tonalidades, divididas em quatro grupos.

Na família Silver series, quanto maior o tamanho de partícula, maior o brilho e reflectância e, quanto menor, mais sedosa a superfície e menos intenso o brilho. A Rainbow series apresenta as cores básicas do arco-íris. Com variação na intensidade de cobertura de dióxido de titânio, o pigmento é ofertado nas cores amarela, vermelha, violeta, azul e verde.

No terceiro grupo, o Mica Iron series, o Ouropearl é produzido a partir do recobrimento da superfície de mica com óxido de ferro, em variadas intensidades de cobertura do óxido de ferro, conferindo ao pigmento as cores bronze, marrom, vermelho, cobre e púrpura. Já a Golden series oferece cores douradas e nos mais distintos tons e brilhos.

Química e Derivados: Tintas: A envasadora automática da Packer - construção robusta.
A envasadora automática da Packer – construção robusta.

PACKER

A expositora destaca sua linha de máquinas de enchimento e fechamento.

Os equipamentos atendem setores diversos, como produtos líquidos não carbonatados, de limpeza, químicos, tintas e solventes. Também oferece uma versão alimentícia para água mineral, sucos, derivados de leite, e outros.

A linha semi-automática, direcionada para pequenas e médias produções é composta por dosadores de um ou dois bicos e sistemas integrados que otimizam a mão-de-obra, reduzindo desperdício de líquido e material de embalagem.

Já a linha automática, dotada de 6 a 36 bicos, tem precisão e velocidade aliada a um projeto de última geração e construção robusta, com capacidade entre 200 ml até 50 litros. A linha de máquinas enchedoras de tambores foi especialmente desenvolvida para facilitar a produção de tambores ou contêineres.

PAINTMAKER

Química e Derivados: Tintas: Sistema automatizado de dosagem da Paintmaker - 32 válvulas.
Sistema automatizado de dosagem da Paintmaker – 32 válvulas.

Filial da Inkmaker, do segmento de sistemas autotomizados para a dosagem de tintas, a empresa vai apresentar o sistema de dosagem Paintmaker PM32, equipado com 32 válvulas, três aberturas com recirculação no interior da válvula de dosagem e o sistema patenteado de movimentação de válvulas de dosagem, utilizando um ponto único de dosagem.

Outro produto em exposição é o software SVP PESA, desenvolvido para auxiliar a dosagem de tintas em forma manual. Também como novidade para o setor é a parceria feita com o fabricante de bombas ARO – Ingersoll Rand.

PANAMBRA

Da inglesa Elcometer Instruments, fabricante de aparelhos para medição de espessura de camadas por processos destrutivo e não-destrutivo, lança no mercado o aparelho série 456, para medição não-destrutiva de camadas não magnéticas como tintas, vernizes, lacas, eletrodepositados, tanto em substratos de natureza metálica ferrosa como não- ferrosa.

Com uma concepção ergonômica, de operação fácil e precisa, a série 456 apresenta avançada inovação tecnológica: sistema microprocessado com controle pleno dos dados estatísticos, calibração múltipla, retro iluminação do painel em cristal líquido e conversão imediata de unidades métricas em imperial. Além disso, possui saída para coleta de dados por

Química e Derivados: Tintas: Série 456 - medição não-destrutiva de espessuras de camadas.
Série 456 – medição não-destrutiva de espessuras de camadas.

infravermelho, fornecimento completo de dados estatísticos (número de leituras, limites, desvio padrão), e possibilidade de acoplamento em periféricos como impressoras, computadores ou data loggers. A série 456 é fornecida em várias configurações com modelos com cabeçote de medição integrado ou separado para atender as mais diversas aplicações de medições.

PETROM

A expositora divulga sua linha completa de produtos, compreendida por anidrido ftálico e maléico, ácido fumárico técnico, álcool isoamílico e os plastificantes DBP, DIBP, DIDA, DIDP-FG, DOP e DOP-FG. Em sua sede, em Mogi das Cruzes-SP, opera com capacidade de produção anual de 60 mil t de anidrido ftálico, 50 mil t de plastificantes e 5,6 mil t de ácido fumárico.

PETROQUÍMICA UNIÃO

A Petroquímica União produz 1,5 milhão de toneladas de petroquímicos básicos por ano, incluindo ampla linha de solventes aromáticos e alifáticos com rígido controle de especificações. Além disso, a empresa faz resinas hidrocarbônicas aromáticas de petróleo, sob a marca Unilene, usadas para fabricar tintas de alumínio, para demarcação viária, entrando ainda na formulação de tintas alquídicas e de impressão. Nessas aplicações, melhora a formação de filme, a velocidade de secagem e a adesão da tinta ao substrato, além de aumentar o brilho e o teor de sólidos. Aumenta a tensão de ruptura e o extrato seco, além de ser compatível com borracha natural, SBR e policloropreno e ser um agente repelente à água. A estabilidade química, a facilidade de manuseio, a compatibilidade com diversos polímeros e a elevada pureza conferem às resinas Unilene elevado desempenho para a aplicação industrial. De acordo com a empresa, essa área de negócios da PqU é certificada pela norma ISO 9002 e conta com equipe de vendas e assistência técnica capacitada a ajudar na obtenção das melhores formulações no Brasil e no Exterior.

PRADA

Um conjunto de latas para transporte de produtos perigosos homologada pelo Ministério da Marinha é a principal novidade da empresa. Segundo o assessor de marketing, Adriano Marson, essa linha de embalagens vai credenciar os clientes da Prada a exportar o seu produto para qualquer país do mundo. “Isso vai agregar às nossas embalagens um diferencial de qualidade que, certamente, será reconhecido pelo mercado em pouco tempo”, diz.

A Prada fornece embalagens metálicas para tintas, vernizes e solventes de marcas como Akzo, Basf/Suvinil, Coral e Sherwin-Williams. A empresa vai promover, na exposição, a lata de 18 litros com frisos verticais para tintas, que facilitam o transporte e empilhamento do produto, e o aerosol com neck in. Na área de inflamáveis, a certificação do Ministério da Marinha obtida pela Prada – para as latas de 500 ml retangular, 1 litro retangular, 5 litros retangular, aerosol com 57 e 65 mm de diâmetro, 1/4 de galão redondo e 900 ml redondo – só não é mais rigorosa que as normas de transporte aéreo de produtos perigosos, raramente empregada no Brasil. No mercado de embalagens de aço, a Prada vai apresentar aos envasadores e consumidores de produtos em aerosol uma lata com diâmetro de 65 milímetros com neck-in, que se encaixa no padrão internacional da categoria e facilita a exportação do aerosol brasileiro.

Nos segmentos tradicionais, como purificadores de ar, desodorizadores, inseticidas, produtos para a saúde animal, lubrificantes e cosméticos, esta lata vai permitir que o tubo auxiliar de aplicação de alguns desses produtos, conhecido como espagueti, fique na posição vertical, fixado por uma presilha retentora mais prática e segura. O desenvolvimento equipara o aerosol brasileiro ao padrão consumido em larga escala nos mercados norte-americano e europeu.

RENTANK

Química e Derivados: Tintas: Contentor de aço inoxidável da Rentank.
Contentor de aço inoxidável da Rentank.

A Rentank divulga seu trabalho voltado para solucionar problemas com armazenagem de manutenção, de serviços e técnicas. A Divisão Macrogalpões é reponsável pelos galpões de estrutura metálica em aço e cobertura em lona vinílica de alta resistência mecânica e química. Os galpões têm frontais de 10 a 40 metros, comprimento modular de 5 metros e pé direito de 5,5 a 11 metros, resistência a ventos de até 130 km/hora e tempo de montagem de 500m²/dia.

Oferece serviços de manutenção contínua, desenvolvimento de projetos especiais e assistência técnica. A Divisão Minitank disponibiliza uma linha completa de contentores de aço inoxidável tipo IBC e acessórios para permitir a adaptação direta ou indireta a qualquer mercado e linha de produção. A Rentank fabrica contentores homologados para o transporte de produtos perigosos, conforme as exigências da Portaria 204/97, do Ministério dos transportes. A linha da empresa é composta por contentores cúbicos e cilíndricos, móveis e estacionários, comuns, pressurizados e isotérmicos.

Os volumes variam entre 750 e 5 mil litros. Outras características são o escoamento pleno, facilidade de movimentação, descontaminação simples, limpeza CIP e acessórios como medidores de nível e misturadores.

A Rentank Log atua em operações logísticas integradas com IBCs e produtos químicos e oferece limpeza de IBCs.

RHODIA

Para o mercado de tintas e vernizes, a Rhodia oferece linhas de produtos e serviços, com destaque para os solventes oxigenados, isocianatos alifáticos e aditivos, além de dispersões.

Os solventes oxigenados (ésteres, álcoois, cetonas, glicóis e sistemas), aliados à simulação computacional, garantem desempenho ambiental e técnico para qualquer tipo de aplicação. Merece destaque o desempenho das sílicas e aditivos. No 7º Congresso, a Rhodia mostrará sua expertise no segmento com palestras sobre novos isocianatos para revestimentos poliuretânicos com baixo teor de orgânicos voláteis, apresentando a nova geração de produtos das marcas Tolonate e Rhodocoat, além de revestimentos hidrorrepelentes obtidos com novas dispersões poliméricas. Os temas serão apresentados por Vincent Granier e Patrice Le-Cornec, ambos do centro mundial de pesquisas da Rhodia, na França.

ROHM AND HAAS

Durante o 7º Congresso, a Rohm and Haas Company apresentará os avanços em modificadores de reologia para tintas e recobrimentos, capazes de melhorar as propriedades das tintas látex. Uma nova geração de modificadores reologia será discutida, com vista a substituir os celulósicos. Essa família de produtos, da linha Primal Designed Rheology, confere benefícios em custos e na facilidade de manuseio mantendo o desempenho conferido pelos celulósicos. Tintas acrílicas com base aquosa para manutenção industrial foram criadas há mais de 30 anos, a partir da tecnologia tradicional das emulsões das linhas imobiliárias. Elas foram substituídas no início dos anos 80 por uma segunda geração de emulsões acrílicas que melhoraram a proteção contra a corrosão. Para essas tintas acrílicas existe um histórico de mais de quinze anos de exposição, que inclui testes em estruturas metálicas nas mais variadas condições ambientais. Alguns exemplos incluem tanques de estocagem de produtos químicos, pontes de estradas localizadas ao Sul dos Estados Unidos e um farol de 125 anos, localizado em condições marítimas extremamente severas em um píer da cidade de Hunting Island, Carolina do Sul (EUA). Em todos esses casos, os sistemas à base de tinta acrílica de um ou dois componentes proporcionam um aumento de vida útil efetiva, conferindo excelente proteção contra corrosão.

SHAR

Química e Derivados: Tintas: Aparelho para controle de qualidade da Sheen.
Aparelho para controle de qualidade da Sheen.

A Shar Empreendimentos & Representações Ltda é representante exclusiva da inglesa Sheen Instruments Ltd, no Brasil.

Ela fornece equipamentos e aparelhos para o controle de qualidade de tintas e resinas. No 7º Congresso, a Sheen vai expor uma gama de produtos de última geração que inclui viscosímetros, aplicadores automáticos, medidores de brilho, espectrofotômetros, durômetros, medidores de resistência e abrasão, dentre outros.

Todos os seus produtos atendem às especificações internacionais como ASTM, DIN, ISO e BS e são acompanhados de certificados de conformidade.

A empresa fornece, também, certificado de calibração e rastreabilidade para toda a linha, além de assistência técnica e calibrações periódicas no Brasil, por meio da Shar. A filosofia da empresa inglesa é fornecer produtos que, segundo eles, apesar do alto desempenho, sejam de fácil manuseio e tenham preços competitivos.

SINTEQUÍMICA

A Sintequímica firmou parceria para a distribuição e representação dos produtos da Rohm and Haas para a indústria têxtil.

O setor de tintas e vernizes tem ocupado cada vez mais espaço nas vendas da empresa, fabricante de dispersões dos pigmentos Sinterdye.

As dispersões de pigmentos são concentrados orgânicos ou inorgânicos para sistemas à base de água, apresentando extensa gama de cores e excelente qualidade, além da vantagem de eliminar o uso de pigmentos em pó, tornando o ambiente de fábrica mais limpo, saudável e sem perdas de materiais.

Possibilitam, também, reduzir custos de processo, em especial de energia elétrica, intensivamente usada para incorporação e moagem dos pigmentos em pó.

A empresa lançará linha de dispersões universais concentradas para sistemas látex e esmaltes sintéticos. Como representante e distribuidor da Scott Bader Co. para a América do Sul, a empresa apresenta a linha de emulsões acrílicas especiais com aprovação no FDA.

A Texicryl 13-800 permite a obtenção de vernizes aquosos de alto brilho com rápida secagem, enquanto a Texicryl 13-500 permite ao formulador a obtenção de tintas flexográficas à base de água para filmes flexíveis. A Scott Bader apresenta o Polidene 33-065, emulsão de monômeros acrílicos e cloreto de vinilideno para tintas industriais, primers aquosos anticorrosivos e conversores de ferrugem.

SOLUTIA

Vários produtos e tecnologias serão expostos pela Solutia, incluindo resinas primárias, crosslinkers, aditivos e produtos especiais.

As resinas primárias reúnem Marcynal, Viacryl e Synthacryl com resinas acrílicas líquidas e em pó; Alftalat e Duroftal com resinas poliésteres líquidas e em pó; Resydrol e Vialkyd, emulsões alquídicas modificadas base água e resinas alquídicas base solvente. A Beckopox tem resinas epóxi; a Daotan, de poliuretano; a Duroxin, ésteres de resina epóxi e a Viaktin, com resinas uretanas e acrílicas (para cura por UV). Os crosslinkers que serão apresentados são as resinas melamínicas Resimene, Maprenal, Viamin e Resamin.

Tem, ainda, Benzoguanamina, crosslinker de uréia, resinas modificadas SAA e as resinas fenólicas Phenodur. A linha de aditivos reúne umectantes, dispersantes, antiflotadores, anti-sedimentantes, antiespumantes, promotores de adesão, endurecedores e agentes anti-skinning.

Os produtos especiais são da Modacure, aditivo de cura thermoset; da Beckopox, com resinas endurecedoras; a Butvar, com resina formadora de película. Além da Modaflow e Multiflow, com agentes de fluxo, de nivelamento e agentes reológicos.

A Santosol fornece solvente dimetil éster. Além das informações técnicas que serão apresentadas no estande, a Solutia estará distribuindo o CD-ROM “Resins and Additives for Liquid and Powder Coatings”, com informações sobre a companhia e seus produtos.

A Divisão de Resins & Additives, da companhia, oferece linha de ingredientes inovadores para revestimentos, que combina desempenho com características de proteção ao meio ambiente. Baseada em St. Louis, Missouri (USA), a Solutia usa sua experiência mundial em química aplicada para criar soluções para seus clientes, cujos produtos são utilizados no dia-a-dia por consumidores em todo o mundo.

TANKPOOL-HOOVER

A Tankpool-Hoover do Brasil oferece ao mercado nacional a venda, locação, lavagem, manutenção e gerenciamento logístico de IBCs, que conta com um amplo conjunto próprio desses contêineres, com homologação UN.

De acordo com a empresa, o padrão UN permite oferecer a mesma qualidade e tecnologia a que os mercados norte-americano e europeu estão acostumados. A Tankpool-Hoover disponibiliza um serviço de gerenciamento logístico de líquidos, utilizando os IBCs como ferramenta integrante do processo.

Esse serviço acompanha o produto do cliente, do início ao fim da operação, incluindo transporte, envase, manutenção e lavagem dos IBCs em estação própria certificada pelos órgãos ambientais competentes. Essa operação é monitorada por um software de rastreamento desenvolvido pela própria empresa, o iTRAM.

A empresa faz parte de um consórcio formado pela EIP, do Chile, e a Ecotank, da Argentina, que oferece esses serviços para o mercado argentino, chileno e uruguaio. Além destes mercados, a Tankpool tem locações de IBCs para importações provenientes dos Estados Unidos e México, e efetua a coleta em qualquer local do território nacional.

Para o 7º Congresso Internacional de Tintas ela irá apresentar ao mercado, o sistema de agitação e homogeneização próprios para IBCs, desenvolvidos pela AMI, nos Estados Unidos.

TKB Erichsen

Segundo informações da empresa, ela adotou uma política de controle de qualidade nos diversos aparelhos por ela fabricados, tais como: viscosímetros, extensores, durômetros, medidores de camada, grindômetros, aparelhos para teste de aderência e de impacto e abrasão por queda de areia. O mandril cônico e o cilíndrico também passam por esse controle, além dos medidores de espessura, máquina de embutimento, ting ball, balancin, sikkens, no-pick-UP-time, aparelho de tempo de secagem, cartolinas de ensaio, aparelho de ponto de amolecimento cure plate, esclerômetro e aplicadores. A TKB tem, ainda, um laboratório para manutenção e calibração dos equipamentos produzidos.

UNIPAR

Durante a 7ª Exposição Internacional de Fornecedores para Tintas, a Unipar Comercial e Distribuidora S.A., subsidiária do Grupo Unipar, vai apresentar sua linha de produtos que reúne resinas hidrocarbônicas Unilene, solventes aromáticos e alifáticos, com ênfase para as isoparafinas, que são hidrocarbonetos sintéticos de baixa toxicidade que, em função de suas características, podem atender a diversas normas do FDA, inclusive como aditivo indireto em alimentos para o consumo humano e animal.

A empresa, especializada em comercializar produtos químicos e petroquímicos é certificada pela norma ISO 9002.

Leia Mais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.