Tinta de qualidade: O mercado e a sociedade saem ganhando

Química e Derivados - Tinta de qualidade: O mercado e a sociedade saem ganhando ©QD Foto: iStockPhoto

Em setembro de 2020, o Programa Setorial da Qualidade de Tintas Imobiliárias, conhecido como PSQ, está completando 18 anos. É uma iniciativa que vem trazendo uma contribuição muito importante para o mercado, em termos de isonomia competitiva, incentivo à inovação e proteção ao consumidor, entre inúmeros outros benefícios.

Química e Derivados - Tinta de qualidade: O mercado e a sociedade saem ganhando ©QD Foto: iStockPhoto
Luiz Cornacchioni é presidente-executivo da ABRAFATI – Associação Brasileira dos Fabricantes de Tintas

Hoje, mais de 1 bilhão de litros de tintas imobiliárias com qualidade reconhecida são fabricados anualmente no Brasil, representando quase 90% da produção total. Esse percentual continuará aumentando, pois existe um fluxo contínuo de novas empresas buscando ingressar no programa e, concomitantemente, amplia-se, em todas as esferas, o reconhecimento à importância da utilização de tintas em conformidade com as normas técnicas.

É inegável que, desde 2002, quando foi implantado, o PSQ vem tendo papel decisivo para que a qualidade das tintas entre definitivamente na agenda dos fabricantes de tintas e dos fornecedores de matérias-primas, assim como de revendedores, especificadores, compradores, construtores, arquitetos, pintores e outros públicos, incluindo os consumidores finais. Da mesma forma, o governo e órgãos de defesa do consumidor passaram a utilizar o programa – assim como os PSQs de outros materiais e componentes da construção – como referências.

A credibilidade conquistada pelo programa, a diferenciação proporcionada pelos atestados de qualidade do PSQ e a existência de regras claras balizando o mercado são parte de uma equação que gerou um forte estímulo para o investimento dos fabricantes na inovação e no aprimoramento dos produtos. Esse movimento teve a decisiva colaboração dos fornecedores de matérias-primas, no trabalho conjunto em busca das melhores soluções para agregar valor e características adicionais às tintas. O resultado desse processo veio na forma de uma enorme quantidade de produtos de qualidade comprovada, que se renova em um movimento constante de lançamentos.

O ordenamento do mercado também contribui para que os fabricantes apliquem mais recursos na promoção e divulgação das suas tintas, incentivando o consumidor a embelezar, decorar, renovar e proteger seu imóvel – atividades que despertaram forte interesse neste período de pandemia, em que muita gente ficou em casa e valorizou o cuidado com o ambiente em que vive.

Desde 2017, uma nova etapa na bem-sucedida trajetória desse programa está em curso, como resposta às mudanças no ambiente de negócios, no mercado e na tecnologia, que vêm se acelerando cada vez mais. Envolve a revisão de importantes normas, a definição de novos requisitos, a inclusão de novos produtos, cores e categorias. São mudanças de alto impacto, que já estão movimentando o mercado na direção de um patamar ainda mais elevado para a qualidade das tintas imobiliárias.

A criação da categoria Super Premium, com requisitos mínimos de desempenho significativamente mais altos que os da tinta Premium, em termos de cobertura e resistência, é um exemplo disso, que tem como reflexo direto o estímulo à melhoria contínua e à inovação, com benefícios claros para o consumidor. O amplo leque de novidades destes últimos meses é amplo, incluindo a nova definição de rendimento acabado para as tintas látex e o estabelecimento de requisitos mínimos para os produtos da linha imobiliária – tintas acetinadas, semiacetinadas e semibrilho – que ainda não eram avaliados pelo PSQ. Muitas outras melhorias virão ao longo dos próximos meses, a começar pela incorporação, em breve, das texturas à gama de produtos avaliados.

Essas inovações representam desafios, mas também abrem uma série de oportunidades. Para os fabricantes, é o momento de avançarem ainda mais no rumo da qualidade e da oferta de produtos com características diferenciadas. Os fornecedores de matérias-primas, por sua vez, verão a demanda aumentar e terão papel fundamental ao aportar conhecimento, tecnologia e insumos que contribuam para que as tintas tenham desempenho cada vez melhor. Já os consumidores e todos os demais públicos que utilizam e especificam tintas imobiliárias só têm a ganhar, contando com produtos cada vez melhores. Com isso, teremos um mercado cada vez mais forte e maduro, confirmando o que disse recentemente, com rara felicidade, o dr. Rafael Baitz, advogado que representa o programa: “O PSQ é o Brasil que dá certo!”.

Texto: Luiz Cornacchioni

Química e Derivados -

ABRAFATI

Fundada em 1985, a ABRAFATI – Associação Brasileira dos Fabricantes de Tintas representa a cadeia produtiva de tintas, reunindo fabricantes e seus fornecedores.
A Associação conduz uma série de atividades e programas com foco em quatro pilares de atuação: representar os interesses do setor (Advocate), desenvolver a capacitação do setor (Capability Developer), facilitar o acesso ao conteúdo (Content Facilitator) e proporcionar oportunidades de relacionamento (Networker).
É membro da LatinPin (Federação Latino-Americana de Tintas) e World Coatings Council, com participação ativa nas discussões relacionadas às questões-chave para a indústria de tintas.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios