Terpenos: o que são, tipos e para que servem

Confira matéria especial sobre terpenos com destaque para suas principais utilidades, que influem a produção de fragrâncias

Terpenos – Em geral, as plantas produzem dois grupos de compostos, que incluem os metabólitos primários e os secundários. Os primeiros são encarregados do desenvolvimento das plantas, abrangendo os aminoácidos, os açúcares e os nucleotídeos. Já os secundários são responsáveis pela proteção da planta, por exemplo, contra fatores externos, herbívoros e patógenos, ou até mesmo para atração de orgânicos benéficos, como polinizadores e dispersores. Vale dizer que as funções não essenciais são tão importantes quanto as primárias.

Os terpenos estão incluídos no segundo grupo, portanto, presentes em organismos vivos, em quase todas as partes de um vegetal, como sementes, flores, folhas, caules, raízes, musgos, algas, líquens, madeiras e muito mais. Normalmente são encontrados na lavanda, eucalipto, bálsamo, cravo, sálvia, alecrim, hortelã-pimenta, lírio, limão, orégano, gengibre e muito mais.

Acesso Rápido no post

Conceito de terpenos
Características
Para que servem os terpenos?
Alguns tipos de terpenos
Fornecedores de terpenos

Conceito de terpenos

Eles podem ser considerados como compostos produzidos naturalmente pelos vegetais por meio do seu metabolismo secundário. São chamados ainda de terpenoides ou isoprenoides e compõe a maior classe química de ativos vegetais, com mais de 30 mil tipos de terpenos.

    Orçamento Rápido

    GuiaQD.com.br

    Informe os produtos que deseja receber cotação.

     

     

    Alguns terpenos são voláteis, isto é, liberam-se no ar e são percebidos pelas nossas narinas. Dessa forma, é fácil conseguirmos sentir o aroma de alguns vegetais, como pau de canela ou casca de sândalo, ao nos aproximarmos. A fragrância tem a função de repelir ou atrair animais, como vimos acima. Já no mercado industrial, podem ser aplicados para oferecer cheiro e sabor a uma infinidade de produtos. A produção dos compostos de aromas pode ser feita por síntese química, extração direto da natureza e via biotecnologia.

    Outro fator relevante refere-se à qualidade do terpeno, que está intimamente ligada ao solo, à temperatura e à luminosidade. Normalmente, a maior luminosidade produz terpenos melhores.

    Características

    As propriedades químicas, físicas e biológicas dos terpenos dependem do tamanho de suas estruturas e dos seus grupos funcionais.

    • Podem ser acíclicos, monocíclicos, bicíclicos, tricíclicos, tetracíclicos e pentacíclicos, além de aromáticos;
    • Podem apresentar funções oxigenadas (aldeídos, éteres, álcoois, cetonas, entre outras);
    • São de cadeia aberta ou cíclica;
    • Suas moléculas são grandes e complexas, podendo ter 10, 15, 20, 30 ou 40 carbonos;
    • São alcenos naturais.

    Alguns terpenos integram o grupo dos alcadienos, que nada mais são do que hidrocarbonetos (formados somente por átomos de hidrogênio e carbono) de cadeia aberta que possuem duas duplas ligações entre carbonos. Os terpenos são um grupo de compostos orgânicos derivados da união de várias moléculas de isopreno. Exemplos: limoneno e o β-pineno, presentes nas essências de limão Citrus) e do pinheiro (Pinus).

    terpenos

    Para que servem os terpenos?

    Já mencionamos que são muitos os tipos de terpenos e, da mesma forma, são múltiplas as suas funções. Podem ter propriedades aromatizantes, inseticida, bactericida, fungicida, fitoterápica, solvente de gordura, anticancerígenas, anti-inflamatórias e muito mais. Por estas razões, são extremamente utilizados pela indústria em diversos setores, incluindo o de cosméticos, higiene pessoal, agricultura, alimentos e bebidas, limpeza doméstica entre outros.

    Os terpenos são extraídos na forma de óleos, por meio de prensagem a frio, ou ainda por destilação a vácuo, extração com álcoois, uso de solventes de origem vegetal e mais.

    Veja as principais aplicações dos terpenos:

    • Fragrâncias de perfumes;
    • Alimentos e bebidas: são utilizados como agentes de sabor. O terpeno aldeído fenólico vanilina é usado como aromatizante de alimentos e como aroma de baunilha em sorvetes.  Já o terpeno mentol extraído das folhas de mentol é usado em balas e gomas de mascar. O limoneno é aplicado como aromatizante;
    • Cosméticos: o terpeno extraído da árvore canforeira é aplicado em talcos com a função de antipruriginoso. Por sua vez, o mentol é usado em refrescantes bucais, loções e outros produtos. Já o linalol e a iona, extraídos das flores de algazema e violeta, são usadas em sabonetes, colônias e loções para o corpo.
    • Produtos de limpeza em geral:  o terpeno limoneno (óleo encontrado nas cascas de frutas como limão e laranja) é um grande aliado na limpeza, visto que é um excelente solvente de gordura.  Pode ser empregado na indústria em produtos de limpeza, principalmente nos detergentes de lavar louça.
    • Medicamentos, incluindo a aromaterapia: o limoneno apresenta várias propriedades medicinais.
    • Ração animal;
    • Vitaminais;
    • Inseticidas;
    • Pesticidas;
    • Solventes;
    • Tintas;
    • Graxas;
    • Ceras;
    • Óleos essenciais extraídos dos vegetais e frutas para a produção de perfumes e agentes de sabor;
    • Fabricação de combustível: aqui também se evidencia a presença do limoneno;
    • Borracha natural (látex): encontrado nas seringueiras (Hevea brasiliensis).

    Também é preciso dizer que a terebintina assim como o breu são compostos de terpenos. Eles provêm da destilação da goma de pinus, que é extraída da árvore do pinus. Já o óleo de pinho é obtido da terebintina.

    Leia Mais
    Terebintina ou Aguarrás
    Antioxidantes: Protegendo a pele contra os radicais livres
    Materiais – Biofabris cria polímeros para próteses
    Cosméticos – Investimento reforça posição brasileira nos óleos cítricos
    Adesivos: Base água ganha espaço no mercado
    Água: Produção local ganha força com alta do dólar
    Ativos microencapsulados encontram mais aplicações

    Alguns tipos de terpenos:

    • Miceno: encontrado nos óleos das folhas de louro, óleos das flores de verbena, capim-limão, manga. Pode ter efeitos analgésicos, anti-inflamatório e antibiótico;
    • Limoneno: o terpeno mais abundante na natureza, encontrado principalmente nos vegetais cítricos, como laranja, limão e tangerina. Apresenta funções bactericida, fungicida e anticancerígena;
    • Betacaroteno: apresenta cor alaranjada e é encontrado na cenoura e em várias plantas.
    • Carotenoides: outro terpeno encontrado em vegetais amarelos, alaranjados e vermelhos.
    • Beta-cariofileno: presente em vários óleos essenciais, cravo-da-Índia, pimentas, algodão, ervas e muito mais. É um analgésico poderoso e redutor da pressão sanguínea;
    • Linalol: pode ser encontrado na lavanda, lírio e outros vegetais. Possui aroma mais agradável e possui efeitos sedativos.

    Fornecedores de terpenos

    Para encontrar os principais fornecedores de terpenos no Brasil, acesse o Guia QD, o mais completo guia eletrônico de compras e vendas do setor químico e importante ferramenta da editora QD para o desenvolvimento de negócios entre fornecedores e compradores.

    Nele, você tem acesso rápido a diversos fornecedores e ainda conta com a facilidade de realizar vários orçamentos de uma só vez para diversas empresas.

    Nenhuma ferramenta do mercado oferece um suporte tão grande como o Guia QD. Experimente essa incrível facilidade e veja como é possível ganhar tempo em suas cotações e agilizar suas compras.

      Orçamento Rápido

      GuiaQD.com.br

      Informe os produtos que deseja receber cotação.

       

      Deixe um comentário

      O seu endereço de e-mail não será publicado.