Química

Tensoativos: CEPSA adota processo DETAL para obter LAB

Marcelo Fairbanks
5 de julho de 2019
    -(reset)+

    Química e Derivados - Tensoativos: CEPSA adota processo DETAL para obter LAB em fábrica espanhola

    A espanhola Cepsa será a primeira fabricante europeia – e a segunda do mundo – de alquilbenzeno linear (LAB) a adotar o processo Detal, substituindo a tecnologia de ácido fluorídrico, de modo a obter uma produção mais estável e sustentável. A inovação faz parte da ampliação e atualização da fábrica de LAB da companhia em Puente Mayorga (Cadiz, Espanha), inaugurada em 1969, com início das operações previsto para 2020. O projeto representa investimento de € 100 milhões.

    A tecnologia Detal emprega catalisador de leito fixo e permite a produção de todos os tipos comerciais de LAB (alto e baixo 2-fenil) na mesma instalação, com grande flexibilidade para atender às variações de demanda. A nova tecnologia, que já está em uso na fábrica da Cepsa no Canadá, é mais eficiente, gera produtos de melhor qualidade e reduz emissões, consumindo menos gás e eletricidade na sua operação.

    Além da mudança de processo, a companhia instalará sistemas de tecnologia de informação avançados, permitindo automação, controle e aumento de eficiência e produtividade, usando ferramentas de Indústria 4.0, big data e machine learning.

    Com a atualização, a fábrica terá aumento de 25% de capacidade (ou 50 mil t/ano adicionais), sendo capaz de suportar o aumento da demanda nos países emergentes africanos, estimada em 5% ao ano, em média, até 2035. O LAB é o ingrediente básico para a obtenção, por sulfonação, do tensoativo LAS (alquilbenzeno linear sulfonato), o mais usado no mundo para lavar roupas, louças e panelas.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *