Cosméticos, Perfumaria e Higiene Pessoal

Tendências genderless e sustentáveis aparecem com força nas inovações

Hamilton Almeida
15 de julho de 2018
    -(reset)+

    Química e Derivados, Teixeira: solventes ganham embalagem segura e retornável

    Teixeira: solventes ganham embalagem segura e retornável

    Com a compra da norte-americana Capsugel, no ano passado, a suíça Lonza levou para a FCE Pharma a linha de cápsulas vegetarianas Plantcaps, feitas de tapioca. Além disso, as de fácil abertura (Sachecaps), desenvolvidas para atender os ramos pediátrico e geriátrico com dificuldade de deglutição; as DR Caps, as únicas acidorresistentes disponíveis no comércio; e as Vcaps, de origem vegetal (HPMC), “uma solução para fórmulas higroscópicas”, conforme Thatyane Almeida, representante de atendimento ao cliente.

    Um robô móvel no estande da Pollux chamou a atenção para a Indústria 4.0. Embora essa tecnologia ainda esteja “engatinhando” no setor farmacêutico, o diretor de desenvolvimento de negócios, Ricardo Gonçalves, manifestou que a tendência é que sejam robotizadas todas as atividades de manuseio de material que não têm valor agregado e expõem o ser humano a um risco de saúde. Sinal dos tempos, ele já detecta uma grande demanda, desde o ano passado.

    Com tecnologia da Dinamarca, a Pollux, de Joinville-SC, oferece alta tecnologia para a gestão de fábricas digitais por meio de um conjunto de soluções que associam o uso de técnicas contidas na Internet Industrial (IIOT), como software, sensores, robótica colaborativa e análise de dados avançados com as melhores práticas de gestão.

    Gonçalves esclareceu que os empresários podem optar pela locação de robôs para exercer funções repetitivas em linhas de produção. O robô móvel AMR dispensa o uso de trilhos ou fitas magnéticas. É controlado diretamente de smartphone, tablet ou computador e pode ter sua rota modificada sempre que preciso. Com sensorização da linha e integração com o software industrial, o robô móvel sabe exatamente que operação ele precisa abastecer e, automaticamente, realiza a missão. Já são mais de 100 robôs colaborativos instalados no país.

    Química e Derivados, Liliana controla temperatura conforme norma da Anvisa

    Liliana controla temperatura conforme norma da Anvisa

    Quem visitou o estande do Grupo Polar ficou sabendo que o seu centro de pesquisa e desenvolvimento em cadeia fria está preparado para trazer mais opções para o mercado. “Se o cliente quer uma embalagem retornável, um gelo específico, ele vai encontrar a solução”, asseverou Liana Montemor, gerente de desenvolvimento estratégico em cold chain.

    A empresa está preparada para atender os requisitos do Guia Anvisa de 2017, assim como da iminente publicação da resolução 343, que trata das boas práticas do transporte de medicamentos, incluindo o controle e o monitoramento da temperatura. Divulgou-se também a ampliação da parceria com a DuPont. Agora, a Polar é distribuidor oficial das vestimentas Tyvek Isoclean para o setor farmacêutico/hospitalar no Brasil: tecido com baixíssima emissão de partículas, que reduz os riscos de contaminação cruzada, proporcionando proteção química e biológica ao usuário.

    A próxima edição da FCE Cosmetique e Pharma está agendada para os dias 21 a 23 de maio de 2019, na SP Expo.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *