Cosméticos, Perfumaria e Higiene Pessoal

A Sustentabilidade na Indústria Cosmética – ABC Cosmetologia

Quimica e Derivados
6 de dezembro de 2016
    -(reset)+

    Panorama da Sustentabilidade Brasileira

    O Brasil conta com uma combinação de recursos que o colocam em posição privilegiada para se desenvolver de forma economicamente sustentável. Alguns dados e oportunidades do Brasil (CNI – RIO+20):

    Potencial de geração de energia limpa: quase metade da oferta energética vem de fontes renováveis (bioenergia e a hidroeletricidade)

    Com altos índices de irradiação solar, sobretudo nas regiões Nordeste e Centro-Oeste, o Brasil poderá ficar mais bem posicionado no uso intensivo da energia solar nas próximas décadas. Há ainda um grande potencial para o desenvolvimento da energia eólica.

    Em relação aos controles climáticos, foi instituído no Brasil pela Lei nº12.114/2009 o Fundo Nacional sobre Mudança do Clima (regulamentado pelo Decreto nº 7.343/2010). O Fundo tem como objetivo assegurar recursos para apoio a projetos e estudos e financiamento de empreendimentos que visam à mitigação e à adaptação da mudança do clima e aos seus efeitos.

    Clima e emissão: A maior área de floresta tropical do mundo e a segunda maior extensão de florestas do planeta. O Brasil também possui o maior estoque de carbono do mundo armazenado na biomassa florestal. Na última década, as mudanças climáticas emergiram como umas das principais preocupações para governos, empresas, investidores e sociedade em geral. A gestão eficaz do carbono, minimizando riscos e maximizando oportunidades, já está na agenda da indústria brasileira.

    Recursos hídricos: aproximadamente 12% da disponibilidade de água superficial do planeta.

    Diversas oportunidades são associadas ao uso sustentável dos recursos hídricos no país:

    • O aproveitamento do potencial de geração hidrelétrica

    • Aumento da produtividade da produção de alimento por meio da irrigação, maior aproveitamento das vias navegáveis como modo de transporte

    • Incremento da segurança hídrica associado à segurança climática e à segurança energética

    • 15% do número de espécies conhecidas pela ciência e cerca de 30% das florestas tropicais no mundo

    • Rico acervo oferece oportunidades para o desenvolvimento de novos produtos, como fármacos, alimentos, cosméticos, entre outros

    • A bioeconomia, representada pela biotecnologia, não causa riscos à conservação da biodiversidade devido à vasta extensão florestal

    • Realização de extrativismo com baixo potencial degradador, a indústria deve obedecer a uma legislação que prevê rigorosas exigências

    Sustentabilidade na Indústria Cosmética

    A indústria cosmética tem sido construída com base no princípio da inovação e busca a conscientização de atitudes sustentáveis no uso dos recursos naturais. Enfrenta desafios para evitar os desperdícios de água, energia, CO2 emitido.

    Tem incentivado o uso de insumos de fontes renováveis, substâncias sintéticas, visando à redução dos impactos ao meio ambiente. Os produtores buscam constantemente desenvolvimentos inovadores aos seus produtos, adequando os processos “verdes” e o uso matérias primas de origem renovável. Através da inovação, os formuladores e fabricantes almejam produzir produtos diferenciados para promover a indústria da beleza, priorizando a conservação e a utilização da diversidade biológica.

    Áreas de inovações sustentáveis:

    Processos: Marketing, Gestão de Recursos Humanos, Modelos de Negócios

    Produtos: Bens materiais, Processos de produção e suas fases (prospecção, extração de recursos naturais, refino e beneficiamento)

    Metodologias: Estão relacionados com Sistemas

    Organizacional: Métodos, práticas, modelos de negócios, organização do trabalho, geração de novas técnicas de gestão.

    Serviços tangíveis: Materiais e equipamentos

    Serviços Intangíveis: Fornecimento de informações, no contexto da transmissão do conhecimento.

    Conclusão:

    Com a conscientização da Sustentabilidade, as indústrias têm se tornado ecologicamente éticas e ao mesmo tempo lucrativas, através das principais medidas sustentáveis relacionadas à adoção de projetos com geração de energia limpa e renovável; medidas de ordem social e ambiental vantajosas, atitudes que permitam geração de emprego nas comunidades onde a matéria prima é extraída e utilizada pela indústria em questão e aproveitamento dos resíduos, bem como a reeducação dos colaboradores, com treinamento destes para tornar a produção mais ecologicamente correta, sem causar prejuízos financeiros, e a promoção de campanhas aos consumidores, favorecendo a conscientização das práticas ambientais e do consumo consciente.

     

    Referências Bibliográficas:

    http://www.cosmeticosbr.com.br/vitrine/nacionais/descricao.asp?id=2424&utm_source=newsletter&utm_medium=e-mail&utm_term=E-news&utm_content=contagem&utm_campaign=controleclique

    http://www.cosmeticseurope.eu/safety-and-science-cosmetics-europe/innovation.html

    Fonte: http://www.fiemt.com.br/arquivos/916_cni_parte_1_rio20_web.pdf)

    (http://www.atitudessustentaveis.com.br/sustentabilidade/sustentabilidade-industrial-aplicando-sustentabilidade-industria/)

    http://www.cfbio.gov.br/admin/_lib/file/docAnexos/publicacao-lei-13123-de-2015.pdf http://revistaecoturismo.com.br/turismo-sustentabilidade/guia-explica-razoes-para-empresas-serem-ecologicamente-corretas/

    Fonte Curso Fragrâncias e Cosméticos: Os princípios da ética e de sustentabilidade”

    Caroline Barros e Daniel Barros FASM – Prof. Enilce M. Oetterer



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *