Tintas e Revestimentos

Sistema Tintométrico – Preço e despreparo dos lojistas dificultam crescimento das vendas

Domingos Zaparolli
15 de março de 2009
    -(reset)+

    Química e Derivados, Dosadora automática de corantes, Tintas e Revestimentos

    Dosadora automática de corantes

    A única fornecedora de sistemas tintométricos com produção nacional é a paulista Tintomatic. Criada em 1997 com o propósito de desenvolver máquinas e sistemas de envase para a indústria de tintas, a empresa entrou no segmento tintométrico em 2003. Segundo o diretor-comercial Claudio Berger, a empresa hoje é líder no fornecimento de agitadores no país. Também atua no segmento de dosadoras manuais, com equipamentos desenvolvidos especialmente para lojas de material de construção, que, tradicionalmente, movimentam volumes menores do que as lojas especializadas em tintas. Berger prefere não informar o preço de seus equipamentos, mas ele garante que são 30% inferiores aos importados pela concorrência. “Um problema para a massificação do sistema tintométrico no Brasil sempre foi o preço dos equipamentos, caros para a realidade brasileira. Somos uma alternativa, com uma linha mais econômica”, disse o diretor.

    Berger acredita que o fato da Tintomatic ser nacional facilita as negociações e a entrega mais rápida do equipamento ao lojista, assim como o fornecimento de peças de reposição. Uma estratégia adotada pela empresa é facilitar a compra dos equipamentos, aceitando até mesmo máquinas usadas como parte do pagamento. Berger também não relata os números de suas vendas, mas avalia que a Tintomatic deverá apresentar um crescimento de 40% em 2009, sendo que uma parcela desse aumento deverá ser decorrente do início de um trabalho de exportações.

    Corantes – Um ponto estratégico para o sucesso de um sistema tintométrico é a garantia de fornecimento de uma eficiente e competitiva linha de corantes aos lojistas. Os corantes para este uso precisam ser mais concentrados do que os utilizados na indústria para a produção de ready mix e é fundamental também que haja garantia do padrão de qualidade, com a maior precisão possível na reprodução das cores. Afinal, os corantes serão aplicados por lojistas, não por operários especializados de indústrias. No ponto-de-venda não há como fazer ajustes ou correções nas cores. A reprodutibilidade também é fundamental para que o consumidor tenha segurança em obter as mesmas tonalidades em compras futuras.

    Entre os fabricantes de tintas há duas estratégias distintas em relação aos corantes. Há quem produza e forneça aos lojistas seus próprios corantes, como é o caso da Basf e da Sherwin-Williams, que traz os corantes produzidos nos Estados Unidos pela coligada Accurate. A outra possibilidade é o fabricante de tinta se concentrar no fornecimento da base e estabelecer acordos com fabricantes de corantes, como é o caso da Eucatex, que trabalha com os corantes da Evonik. São dois os principais fornecedores de corantes para mix machines em atuação no Brasil, a Evonik e a CPS Color, que carrega a tradição da Tikkurila.

    Química e Derivados, Vitor Lavini, Chefe de marketing da linha de colorantes para a América do Sul e Central da Evonik, Tintas e Revestimentos

    Vitor Lavini: laboratório para dar suporte às máquinas tintométricas

    Vitor Lavini, chefe de marketing da linha de colorantes para a América do Sul e Central da Evonik, informa que a empresa mantém um laboratório em Americana-SP com o objetivo de dar suporte ao segmento de sistemas tintométricos, trabalhando em conjunto com os laboratórios dos fabricantes de tintas para ajustar o corante à base e ao padrão de cores do cliente. No Brasil, a Evonik é abastecida pelos corantes produzidos em sua unidade nos Estados Unidos. Na linha de corantes para tintas imobiliárias, o carro-chefe é o Color Trend 888, um sistema composto por 12 corantes que fazem até três mil cores. O produto responde por 70% dos negócios da empresa no segmento. É um corante versátil, que atende tanto às exigências das tintas base água quanto às de base solvente. Lavini informa que a principal novidade da empresa em corantes para aplicação decorativa é o Color Trend 808, lançado em 2008, que é isento de voláteis (No VOC) e livre de alquilfenol etoxilado e de formaldeído. Também é um produto compatível com base água e base solvente. “É um produto 10% mais caro, mas é uma opção interessante para o consumidor com preocupação ambiental”, diz Lavini.

    Outro segmento de atuação da Evonik em sistemas tintométricos está na linha de tintas industriais. O principal produto é o Chromachem AK 942, que responde por 85% dos negócios da empresa no segmento. O corante é adequado para sistemas solventes, sendo compatível com uma gama variada de resinas, como acrílicas, epóxis e poliésteres. A empresa também comercializa um sistema para tintas industriais à base de água, a Chromachem 895, um No VOC.

    Química e Derivados, Hebert Santana, Gerente-técnico da linha de corantes da CPS Color, Tintas e Revestimentos

    Hebert Santana crê em migração do ready mix para a tintometria

    Hebert Santana, gerente-técnico da linha de corantes da CPS Color, informa que a empresa tem à disposição de seus clientes 20 diferentes linhas de corantes, sendo que as principais inovações são os produtos com baixo VOC ou totalmente livres de compostos orgânicos voláteis. Segundo Santana, a CPS atende a mais de 50 fabricantes de tintas no Brasil, com vendas aproximadas de 600 mil litros por ano. A expectativa da empresa é de obter um crescimento de 15% nesse mercado em 2009. Boa parte deverá advir da maior migração dos consumidores do sistema ready mix para o tintométrico. Outra aposta da empresa, revela Santana, é o fortalecimento do sistema ao mercado de tintas industriais, principalmente de epóxis, em aplicações na indústria naval, laminados, plásticos e couros. “Estamos nos preparando para chegar com força a este mercado em 2010”, diz Santana. Definitivamente, as mix machines ainda possuem um largo espaço para expansão no Brasil.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *