Calor Industrial

SHIP: Onde a economia encontra a sustentabilidade

Quimica e Derivados
27 de janeiro de 2019
    -(reset)+

    A empresa utiliza GLP em seu boiler e funciona 24h/dia, 6 dias por semana, considerando uma variação de produção de até 20% ao longo das 24h de funcionamento.

    Adotamos como fonte de financiamento o FCO, com prazo de 120 meses e juros de 6,8% aa, em duas situações, com prazos de carência de 12 e 24 meses, período em que são pagos apenas os juros das parcelas do financiamento.

    Foi considerado uma cotação BRL/USD de 3,35. O prazo estimado desde a assinatura do contrato até o comissionamento está entre 3 e 5 meses. O balanço é feito anualmente, para facilitar a visualização do fluxo de caixa.

    Foi considerada uma taxa de reajuste anual do combustível de 6% (nos últimos 12meses, o aumento acumulado chegou a quase 18%) e consideramos uma aplicação do saldo positivo anual a uma taxa de 8% aa.

    A primeira coluna consiste na economia gerada pela fração solar adotada (15% do calor gerado para o processo). Neste primeiro ano, a empresa economizaria, com a adoção do campo solar para SHIP, R$ 418.870,00. A diferença entre o valor economizado e as parcelas do financiamento, ao término do ano, será de R$ 294.870,04. No segundo ano, no cenário com 2 anos de carência, o valor economizado chegou a R$ 444.002,20 (GLP com reajuste de 6% aa), e descontando-se as parcelas, a empresa terá um saldo líquido acumulado de R$ 638.461,88 (saldo líquido do 1°ano submetido à aplicação de 8%aa somados ao saldo líquido do 2° ano).

    Por esta análise, percebe-se que neste caso a própria economia gerada paga o financiamento.

    Em cenários onde o custo do combustível é muito baixo e a irradiação solar é muito baixa, aliado a ausência de crédito barato, o resultado dessa pré-análise será certamente diferente, com um fluxo de caixa anual negativo nos primeiros anos.


    Riscos

    Uma das características extremamente positivas de se investir em SHIP é que a conta é simples. Não depende de incentivos públicos, isenções tributárias, boa vontade das Secretarias de Fazenda, resoluções de agências reguladoras, etc. Uma vez feita a análise de viabilidade, a economia é resultante simplesmente por comprar e queimar menos combustíveis fósseis.

    É possível saber o custo daquela fração de energia térmica gerada pelo campo solar pelos próximos 20 anos. Diferente da geração fotovoltaica, onde as resoluções, incentivos, regras tarifárias, são passíveis de alterações a qualquer momento.

    Química e Derivados, SHIP: Onde a economia encontra a sustentabilidade

    Lester Izaac é Engenheiro Mecânico, pós-graduado em Negociação (EUA) e Estudos de Viabilidade para tecnologias limpas (Canadá)

    Então não há riscos?

    Sim, claro! Mais os riscos são devido às análises de viabilidade e projetos técnicos falhos, utilizando tecnologias não tão robustas e sem um plano de monitoramento, operação e manutenção eficazes. Ou seja, são riscos de engenharia como há em qualquer outro projeto, que podem ser mitigados contratando-se empresas com experiência, suporte local e internacional, e reconhecidas por entidades internacionais.

    Texto: Lester Izaac

    Lester Izaac é Engenheiro Mecânico, pós-graduado em Negociação (EUA) e Estudos de Viabilidade para tecnologias limpas (Canadá). Participa desde 2008 de projetos em diversos países, com foco em tecnologias solares voltadas para produção de energia elétrica e térmica, incluindo Solar Air Conditioning. Com outros 18 anos de experiência em O&M de sistemas de ar condicionado de grande volume (HVAC), é diretor de tecnologia (CTO) da Solexor Tecnologias Solares, que propõe uma abordagem tropicalizada de usinas solares e térmicas, focada na viabilidade técnico-econômica e na redução da dependência e uso dos combustíveis fósseis em processos industriais. Contato: lester@solexor.com.br



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *