Saneantes são recurso de saúde e sustentabilidade: ABIPLA

A ABIPLA foi uma das expositoras e palestrantes da Medical Fair 2022, realizada entre os dias 3 e 6 de maio, na cidade São Paulo (SP).

A feira é um dos maiores eventos da indústria médicohospitalar no mundo e uma ótima vitrine para fornecedores de itens para este mercado.

O uso adequado de produtos de limpeza formais, regulamentados e da maneira correta tornase um grande recurso de saúde pública, especialmente, em áreas semicríticas (enfermarias e ambulatórios, por exemplo) e críticas (como UTI e blocos cirúrgicos).

De acordo com dados do Ministério da Saúde, as infecções hospitalares afetam 14% das internações no Brasil.

E, muitas dessas infecções podem ser evitadas com o uso de produtos idealizados, especificamente, para a limpeza de instrumentos e ambientes clínicos e hospitalares, como equipamentos e instrumentos cirúrgicos e ambulatoriais, incluindo superfícies dos ambientes e tecidos, que podem carregar as chamadas sujidades, como sangue e bactérias.

A preocupação com higiene sempre foi levada a sério pelos profissionais da área, mas, como a indústria de limpeza é bastante dinâmica e inovadora, temos observado inúmeros lançamentos, que podem ter um papel fundamental na melhora dos índices de saúde pública.

E isso ajuda a explicar a nossa presença no evento.

Aliás, a ABIPLA não foi representante única de nosso setor na Medical Fair. Dois de nossos associados, a Unilever Pro e a Univar Solutions dividiram o estande conosco, levando produtos, extremamente, interessantes em saneantes para ambientes médicos.

A Unilever Pro apresentou a recém-criada MedCare, marca específica para serviços de saúde, que inclui itens para higienização pessoal e desinfecção hospitalar, com produtos pronto-uso e concentrado.

Já a Univar Solutions, responsável pela palestra “Alta Performance em Limpeza Médica”, destacou uma enzima que remove resíduos de DNA, fruto de uma tecnologia inédita, presente em vários saneantes de uso profissional.

Sei que, quando falamos de artigos de limpeza, a primeira imagem que vem à mente são os tradicionais produtos em forma líquida, gel ou granulada, mas gosto de ressaltar que nosso setor vai além disso.

É crescente o uso, por exemplo, da chamada “Limpeza Automatizada”, que consiste em minimizar a exposição ocupacional a micro-organismos.

As possibilidades são inúmeras, podendo ser utilizadas ação térmica, desinfecção, por meio de agentes químicos ou até pela emissão de raios ultravioletas, ozônio ou ionização, tudo realizado com exposição minimizada do colaborador ao ambiente de possível contaminação.

Sem me aprofundar no tema, já é possível notar como os produtos de limpeza são, naturalmente, ligados à saúde pública.

Eles ajudam a higienizar equipamentos e instrumentos médicos, preservando a saúde dos profissionais da área e de seus pacientes, e auxiliam na diminuição da exposição à contaminação de pessoas não, necessariamente, ligadas ao tratamento médico em si – como os colaboradores de limpeza e manutenção, além de visitantes com parentes e amigos internados nestes locais.

Nos quatro dias de evento, tivemos importantes momentos de aprendizado, durante os quais pudemos estar perto de um setor com essência bastante parecida com a nossa, já que seus produtos são fruto de extensa pesquisa e desenvolvimento tecnológico e que visam criar um ambiente cada vez mais eficiente e seguro do ponto de vista sanitário.

Saneamento básico

Ainda no tema de setores parceiros, vale uma menção ao impecável trabalho que o Instituto Trata Brasil realiza na área de saneamento básico. Além de projetos em comunidades vulneráveis, onde a falta de água e o contato diário com os esgotos ao céu aberto fazem parte da realidade das famílias, a entidade exerce um papel importante na disseminação da informação sobre os níveis de universalização do saneamento no Brasil.

Um mundo Pet de oportunidades: ABIPLA ©QD Foto: iStockPhoto
Paulo Engler é diretor-executivo da ABIPLA

No início de junho, Luana Pretto, presidente da entidade, realizou uma palestra para nossos associados, abordando dados dos municípios com os melhores e os piores índices de saneamento do Brasil. A compilação e o fornecimento de informações de qualidade estão entre as primeiras ações para que possamos criar estratégias de resolução de problemas e o Instituto Trata Brasil faz isso com perfeição.

O saneamento básico é uma das áreas mais importantes da saúde pública brasileira. Afinal, mais de 270 mil pessoas são internadas, anualmente, por conta de doenças de veiculação hídrica, sendo boa parte delas crianças de até 4 anos de idade.

A universalização do saneamento é, ainda, essencial para a preservação ambiental (lembrando que, em 5 de junho, foi comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente), uma vez que não é mais admissível a liberação de dejetos, sem tratamento, no solo das cidades ou em rios e praias.

Pilares da ABIPLA

Saúde pública e sustentabilidade, por sinal, são dois dos temas que balizam todas as ações da ABIPLA em nível institucional, e esperamos contribuir de forma constante e permanente neste debate.

Vamos em frente!

Paulo Engler é diretor-executivo da Associação Brasileira das Indústrias de Produtos de Higiene, Limpeza e Saneantes de Uso Doméstico e de Uso Profissional (ABIPLA).

ABIPLA

ABIPLA

Fundada em 1976, a ABIPLA representa os fabricantes de sabões, detergentes, produtos de limpeza, polimento e inseticidas, promovendo discussões sobre competitividade, inovação, saúde pública e consumo sustentável.

Seus associados representam o mercado de higiene, limpeza e saneantes do Brasil, setor que movimenta R$ 30 bilhões anuais e responde por cerca de 85 mil empregos diretos.

Leia Mais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.