Meio Ambiente (água, ar e solo)

Saneamento – Fitabes aponta rumos para universalização

Fernando C. de Castro
16 de outubro de 2011
    -(reset)+

    química e derivados,  Edson Cruz,  FGS Brasil, PEAD, fitabes

    Cruz: tubos de PEAD para várias classes de pressão

    Empresa com mais de 60 anos de atuação, a Marte Científica, com unidade industrial em Santa Rita do Sapucaí-MG, apresentou na feira produtos voltados para o saneamento de água, esgoto e controle ambiental. O sistema Digital IQ Sensor Net, que monitora e controla até 20 sondas simultaneamente, independente da variável, foi a alternativa para o processo industrial. Já na área de análises laboratoriais, foi lançado o Oxitop, um sistema para determinação de DBO livre de mercúrio e com sensores individuais de leitura e visualização de gráficos, e o Spectro 300W, com design arrojado e display em touch screen, que disponibiliza mais de 240 curvas de A-Z predefinidas para monitoramento de água e efluente.

    Uma das líderes mundiais em especialidades químicas, a Evonik levou para a Fitabes 2011 produtos químicos para tratamento de água e esgoto, como o peróxido de hidrogênio e o ácido peracético. O peróxido atua no controle de algas, oxidação de ferro e de matéria orgânica na etapa de pré-oxidação, sendo recomendado ainda para o controle de odor e corrosão por sulfetos no tratamento de esgoto. Por sua vez, o peracético é utilizado na desinfecção de esgoto, e os produtos de sua decomposição são também totalmente biodegradáveis e ecologicamente inofensivos. O produto é eficaz no combate a um grande espectro de micro-organismos, mesmo na presença de matéria orgânica.

    Também a KSB Bombas Hidráulicas, com fábrica em Várzea Paulista-SP, esteve na feira com três produtos relevantes voltados ao segmento: a bomba modelo RDLO; o misturador Amamix, e a bomba KRT. A RDLO, com vazão de até 10.000 m³/h, pode ser aplicada em captação e distribuição para abastecimento público, enquanto o misturador submersível KSB Amamix traz um motor com rotação de 475 a 1.750 rpm monitorado por três sensores de temperatura e sensor de umidade, tendo uma autonomia de até 16 mil horas de funcionamento sem a necessidade de troca de óleo. Já a bomba submersível para efluentes e esgotos, a KRT, pode ser aplicada em estações de tratamento de água em indústrias, particularmente para esgoto bruto não tratado e lodos, processos industriais e águas de despejo. Segundo Laércio Paltrinieri, gerente setorial de vendas da divisão água e meio ambiente da KSB, o produto é adequado para instalação em poços úmidos ou secos, e pode ser acoplado diretamente a motor elétrico, trifásico, classe de vedação IP68.

    química e derivados, fitabes, aerador submerso, higra, fitabes

    Aerador submerso com menor consumo de energia

    Indústria brasileira fabricante de instrumentos para medição de vazão e nível, a Incontrol S/A, de São Paulo, apresentou três novos produtos na Fitabes 2011: Echo Sound, IncoMag e SVTU. Conforme o diretor técnico Wiliam Abe, o Echo Sound ESH80 se destina à medição de nível de tanques e reservatórios, e de vazão por canais abertos e calha Parshall. O IncoMag mede vazão pelo princípio eletromagnético. O instrumento é um conversor/computador de vazão destinado à série de medidores eletromagnéticos da Incontrol, mas compatível com medidores de vazão de qualquer modelo ou fabricante.

    Abe acrescenta que o outro lançamento da empresa foi o medidor ultrassônico intrusivo SVTU, que opera em linhas de 20 mm a 2.000 mm, com uma ou duas trajetórias ultrassônicas. O aparelho garante exatidão a partir de 0,1 m/s de velocidade. Nesse produto, a Incontrol buscou parceria com a Sempal – importante empresa de instrumentos de medição de vazão e calor, com operações na Europa – que permitiu a transferência de tecnologia.

    A Bombas Grundfos do Brasil, de São Bernardo do Campo-SP, apresentou um controle dedicado e o sistema de gerenciamento remoto das operações das bombas. A solução que pode ser interligada a sistemas de controle produz ganhos em eficiência operacional, economia de energia, recursos

    logísticos e financeiros. Entre os benefícios da nova solução estão a facilidade de coleta e manuseio de dados, por meio de interface gráfica simples e objetiva, com o fornecimento de gráficos de tendências e relatórios que auxiliam na prevenção de problemas, no uso otimizado dos equipamentos, melhoria da qualidade do serviço e do dimensionamento das instalações.

    Líder na fabricação de tubos, conexões e acessórios, a Tigre levou para a Fitabes diversos produtos, em especial os fabricados com PEAD, como coletor de esgoto corrugado, unidade de medição e aferição, entre outros. Também expôs as linhas de conexões de eletrofusão e compreensão da Plasson e os tubos de grandes diâmetros para drenagem da TigreADS.

    No aspecto institucional, diversas empresas de saneamento de vários estados brasileiros estiveram presentes com estandes na feira, como a Sabesp, DMAE (RS), Corsan (RS), Sanepar (PR), Embasa (BA) e Saneago (GO). Já pelo lado do investidor privado quem marcou posição foi a Foz do Brasil – empresa de engenharia ambiental da Organização Odebrecht, que destacou a importância do relacionamento entre o poder público e a iniciativa privada para que o país alcance a universalização dos serviços de saneamento. A Foz do Brasil mostrou suas experiências no setor com as parcerias com as companhias estaduais e as concessões de Limeira-SP e Cachoeiro do Itapemirim-ES, municípios que apresentam índices de saneamento bem superiores à média nacional.

    Diferentemente de outras feiras comerciais, a Fitabes não divulgou números finais de faturamento. Segundo a organização, como a maioria das empresas do setor são estatais ou pertencem à administração direta dos municípios e estados, as compras são feitas somente por licitação. A feira serve para que os gestores observem as novidades do setor e conheçam as novas tecnologias disponíveis. O 27º Congresso da Abes e a próxima edição da Fitabes estão marcados para Goiânia-GO, entre os dias 15 e 18 de setembro de 2013.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *