Rio Pipeline: Brasil investe nos dutos – Pré-sal e etanol justificam os investimentos de US$ 8 bi na malha nacional de dutos, o quarto melhor mercado do planeta

IEC

A IEC presta serviços em proteção catódica, estudos de corrosão e integridade de dutos desde 1970. Nesta feira, apresentará suas duas novas representadas. A canadense Foxtek é especializada em monitoração e integridade de estruturas, com monitoramento de corrosão não-intrusiva e sensores de fibra óptica para acompanhar o deslocamento de dutos. A americana Deepwater oferece sua linha completa de materiais para proteção catódica de estruturas offshore e suporte de dutos para eliminar problemas de corrosão. Além delas, a IEC mostrará o Holiday Detector, um detetor de falhas de revestimento fornecido pela Tinker & Rasor que traz uma trava de segurança, um diferencial em relação aos similares. O estande também contará com a linha completa de produtos e serviços comercializados pela IEC, incluindo as representações da Anotec (anodos para corrente impressa de ferro-silício-cromo), eletrodos de coque calcinado Loresco, as juntas isolantes monolíticas da Projoint e Nuovagiungas, protetores de juntas e desacopladores Dairyland. A IEC também é distribuidora dos produtos da Canusa e da Metal Samples.

LIDERROLL

Química e Derivados, Roletes motrizes posicionam os dutos, Rio Pipeline
Roletes motrizes posicionam os dutos

Empresa nacional voltada para a engenharia de montagem de dutos, conta com patentes de acessórios e equipamentos capazes de aumentar a eficiência e a qualidade das operações. É o caso das abraçadeiras
especiais para juntas de campo de tubulações submersas, funcionais, eficientes e de alta durabilidade. Também os roletes de suporte para tubulações de qualquer diâmetro e os roletes motrizes sincronizados são criações da empresa. A Liderroll fez o lançamento da linha do Gasduc III, conduzindo o gás da Bacia de Campos para a Refinaria de Duque de Caxias-RJ (Reduc). Todo o projeto de engenharia da montagem ficou aos cuidados da companhia, que também desenvolve soluções inovadoras para o lançamento de tubos em túneis de pequenos diâmetros.

NDT

A NDT/Scantech do Brasil atua na área de soluções de ensaios não-destrutivos desde 1967, adotando alternativas de alta tecnologia a partir de 1999, com maior confiabilidade, rastreabilidade e produtividade, com registro total dos dados. Oferece soluções para inspeção de soldas e de corrosão em equipamentos e avaliação da integridade de plantas em operação ou em construção. Atua com as técnicas US Phased Array, TOFD, ACFM, BC Scan, Hidrodetector, GammaShield e Emat, nos segmentos de ferrovias, petróleo e gás, saneamento, papel e celulose, siderurgia, fundições e energia (hidráulica, térmica e nuclear).

PROTUBO

Química e Derivados, Nova máquina curva tubos de vários materiais ate 10", Rio Pipeline
Nova máquina curva tubos de vários materiais ate 10" (Abaixo)

Empresa de soluções integradas de engenharia de tubulação industrial, a Protubo atua em toda a cadeia produtiva de óleo e gás, além dos setores naval, petroquímico siderúrgico, sucroalcooleiro, entre outros. Oferece curvamento por indução de tubos até 38 polegadas feitos de aço carbono, inox, duplex, superduplex, API e cladeados (Inconel) e perfis metálicos. Faz revestimentos internos conforme norma ET-200 da Petrobras e externo, com polietileno; pré-fabrica spools com soldagem e ensaios; além de oferecer conexões metálicas, curvamento a frio e têmpera por indução. A Protubo inaugurou em agosto uma nova máquina de curvamento por indução até 10 polegadas, somando-a às outras três máquinas para

Química e Derivados, Tubos, Rio Pipeline
Tubos

agilizar e ampliar a produção. No começo de 2010, iniciará a tecnologia de cladeamento de tubos com ligas de alta resistência, contando com a parceria com a Multialloy e a australiana Cladtek.

TBG

A Transportadora Brasileira Gasoduto Bolívia-Brasil S.A. (TBG) responde pela operação em solo brasileiro do gasoduto Brasil-Bolívia, pelo qual passa a metade de todo o gás natural consumido no país. A empresa mostrará o seu programa de integridade, conforme norma B31.8S da Asme, tendo por objetivo manter a segurança e operacionalidade do gasoduto, além de prevenir ocorrências na faixa de servidão. Essas iniciativas revelam o foco na confiabilidade operacional e na redução de risco de falhas de transporte do gás.

 

UNIDUTO

Participa da Rio Pipeline para exibir aos visitantes e possíveis interessados em investir ou contratar serviços o seu projeto do poliduto para transporte de etanol e outros combustíveis, ligando portos ao interior do país. Quando concluído, o poliduto terá capacidade para conduzir 15 bilhões de litros de etanol por ano e poderá incluir um terminal portuário privativo para navios transoceânicos de grande porte.

Página anterior 1 2 3 4 5Próxima página

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios