Qualidade reforçada

A instabilidade política e a economia andando de lado em boa parte do ano fizeram com que o nosso balanço de 2023 ficasse em linha com o de 2022. Porém, se não houve crescimento, ao menos conquistamos clientes que ainda não tinham tido a experiência de adquirir e operar tanques e equipamentos especiais de compósitos em PRFV (Plástico Reforçado com Fibras de Vidro).

Ser o primeiro fornecedor é positivo, pois conseguimos incutir na cabeça dos usuários finais que, sim, é possível transformar PRFV com um padrão elevado de qualidade, respeitando as normas técnicas e os requisitos estabelecidos em projetos. O que, infelizmente, não costumamos observar em nosso mercado, muito por conta do surgimento de novos – e despreparados – players quase que mensalmente.

Em relação aos segmentos de mercado, a indústria química, como sempre, foi a que mais demandou os nossos tanques e equipamentos. Cerca da metade do que produzimos teve esse mercado como destino, seguido por saneamento básico e construção. Já a indústria de papel e celulose, cujos principais projetos estavam em fase de finalização, representou pouco em nossa carteira.

Ainda sobre o ano passado, vale a pena ressaltar que a crescente atuação das empresas privadas no setor de saneamento ajudou a puxar para cima as nossas vendas. O cliente mais atento à durabilidade e à confiança na operação – e, ao final do dia, ao resultado financeiro – investe em tanques e equipamentos que praticamente dispensam manutenção e têm vida útil muito longa. Essa postura, sem exagero, é música para os ouvidos de transformadores de PRFV que adotam a qualidade como a sua principal bandeira, caso da Tecniplas.


Para 2024, ainda que seja por ora um período de incertezas em relação a vários pontos macroeconômicos, o que serve de freio para investimentos de longo prazo, estamos otimistas com a liberação de projetos represados em 2023. Há situações – e não são poucas – que precisam ser enfrentadas, e as soluções que conseguimos oferecer por meio da transformação de compósitos em PRFV são as que oferecem, de longe, a melhor relação custo-benefício.
Luís Gustavo Rossi é diretor comercial da Tecniplas.

A Tecniplas é empresa destaque no GuiaQD.com.br, consulte!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.