Propilenoglicol: um aliado da indústria cosmética e de alimentos

Propilenoglicol: nada ficou de fora! Confira conceito, aplicação, fórmula e muito mais

O propilenoglicol é uma substância presente em uma enorme diversidade de produtos, inclusive em alguns que você utiliza no seu dia a dia, como creme hidratante, creme dental, perfume, batom, desodorante, produtos dermatológicos, detergente e outros. Além do destaque na indústria cosmética, ele é aplicado em larga escala no setor de alimentos e bebidas, principalmente em alimentos processados e doces.

Confira a seguir as características de produto e outras indústrias que o utilizam em seus processos. Ao final, não deixe de dar uma olhada nos principais fornecedores de propilenoglicol no Brasil. Boa leitura!

Acesso Rápido no post

O que é propilenoglicol?
Fórmula química
Características
Como ele é obtido?
Manipulação do propilenoglicol
Para que serve o propilenoglicol?
Como encontrar fornecedores do propilenoglicol?

O que é propilenoglicol?

O propilenoglicol é um composto orgânico classificado como um álcool-diol e que consiste num líquido viscoso, sem cheiro, de sabor amargo e incolor.

Ele também apresenta outros sinônimos, como propano-1,2-diol e propylene glycol.

    Orçamento Rápido

    GuiaQD.com.br

    Informe os produtos que deseja receber cotação.

     

     

    Fórmula química

    Sua fórmula química é C3H802.

    Características

    • Álcool diol;
    • Líquido;
    • Inodoro;
    • Incolor;
    • Viscoso (oleoso, tem aspecto de um xarope);
    • De sabor amargo;
    • Higroscópico: tem capacidade de absorver a umidade do ar e é miscível com água, acetona ou clorofórmio. Funciona ainda como um hidratante e umectante em produtos cosméticos, ideal para hidratação e proteção da pele contra ressecamento;
    • Incompatível com ácidos fortes, bases fortes e oxidantes fortes;
    • Propriedade de anticongelamento: ele é usado para eliminar o gelo nas pistas nos aeroportos e nas aeronaves durante o voo.

    Como ele é obtido?

    O propilenoglicol é produzido industrialmente, por meio da hidratação do óxido de propileno, em processos não catalíticos à alta temperatura (entre 200 ºC e 220 °C), ou de tots catalíticas, processadas entre 150 e 180°C frente a resinas trocadoras de íons ou pequenas quantidades de ácido sulfúrico ou álcalis. O produto final apresenta 20% de 1,2-propanodiol, 1,5% de dipropileno glicol e um pouco de outros polipropileoglicois.

    Vale também dizer que o propilenoglicol pode ser convertido de glicerol, um subproduto do biodiesel.

    Manipulação do propilenoglicol

    Como trata-se de uma substância higroscópica (que absorve a umidade do ar), ela deve ser manuseada com muito cuidado e em observação as determinações de segurança relacionadas ao produto, que podem ser verificadas na FISPQ. Ao manusear o produto não fume, mantenha afastado do calor, faíscas e chamas.

    Recomenda-se a utilização de equipamento individual de proteção (EPI), como luvas de proteção, vestuário de proteção, proteção ocular e proteção facial. Outra determinação é para que as mãos sejam lavadas com água e sabão em abundância após o manuseio.

    Embora não seja um produto considerado perigoso, pode causar leve irritação aos olhos. Altas concentrações de aerossol podem causar leve irritação nasal e da garganta, bem como depressão do sistema nervoso central.

    Quanto ao armazenamento, determina-se que seja realizado em local seco e distante da luz direta do sol ou da luz ultravioleta.

    Para que serve o propilenoglicol?

    Apresenta propriedades muito úteis e relevantes para a indústria, podendo ser aplicado nos mais diversos segmentos. Veja os principais setores que fazem uso do propilenoglicol e em quais itens ele está presente;

    • Cosméticos: aplicado na produção de creme dental, cremes corporais, xampus, enxaguante bucal, cosméticos para cabelo, loções, desodorante, batom, perfumes, lubrificante, gel e muito mais;
    • Indústria de alimentos e bebidas: ele é um aditivo alimentar;
    • Farmacêuticos: o propilenoglicol é usado como adjuvante em produtos farmacêuticos;
    • Indústria de solventes: neste ramo, ele é aplicado como agente plastificante e umectante;
    • Indústria de tintas;
    • Domissanitários: produtos de limpeza em geral e detergentes;
    • Agrícola;
    • Indústria petrolífera;
    • Indústria de papel e celulose;
    • Rações para animais (petisco para cachorros);
    • Indústria têxtil: mais especificamente na fabricação do poliéster;
    • Cartucho de cigarro eletrônico;
    • Fumaça artificial.

    Como vimos, o setor cosmético é um dos que mais utiliza o propilenoglicol e há razões que justificam essa intensa aplicação: ele é um poderoso umectante, sendo utilizado principalmente para produtos voltados a hidratação da pele; atua como emoliente, contribuindo para o tratamento da pele, ao criar uma camada que impede a perda de água; consiste em um solvente, capaz de misturar substâncias que compõe os produtos cosméticos; Tem potencial para reduzir a viscosidade e ainda ajuda na conservação do produto final.

    Leia Mais
    Exemplos de excipientes utilizados na indústria farmacêutica
    Calor – Fluidos térmicos têm vida útil mais longa
    Emulsificantes Aditivos Polivalentes Tornam Alimentos Mais Saudáveis e Macios e Ajudam a Reduzir os Lípidos

    O ramo de alimentos e bebidas é outro que consome o propilenoglicol em altas quantidades, até porque ele é considerado seguro para o consumo humano.  Neste setor ele pode ser aplicado para as seguintes funções: umectante (tem capacidade para reter a umidade em diversos tipos de alimentos); estabilizante, isto é, para manter ou intensificar a cor de um alimento; agente carregador, ou seja, ele contribui para dissolver ou modificar outros aditivos, mantendo sua função; glaceante (capaz de conferir aparência brilhante ou revestimento protetor, em especial nos itens de confeitaria); conservante e ainda para melhorar o sabor de determinados produtos.

    Confira algumas bebidas e comidas que levam o propilenoglicol em sua confecção:

    • Temperos;
    • Aromatizantes;
    • Bebidas alcoólicas;
    • Laticínios;
    • Produtos de confeitaria, como bolos, tortas, doces, massas;
    • Doces de frutas;
    • Frutas secas ou desidratadas;
    • Massas;
    • Suplementos alimentares;
    • Cobertura de empanamento para pescado;
    • Balas de goma;
    • Balas de gelatina;
    • Balas e caramelos;
    • Biscoitos com ou sem recheio, ou com ou sem cobertura;
    • Confeitos;
    • Bombons;
    • Pastilhas;
    • Xaropes para produtos de panificação ou confeitaria;

    Como encontrar fornecedores do propilenoglicol?

    Para achar os principais fornecedores de propilenoglicol é válido acessar o Guia QD, o mais completo guia eletrônico de compras e vendas do setor químico e importante ferramenta da editora QD para o desenvolvimento de negócios entre fornecedores e compradores.

    Neste portal, você consegue visualizar diversos fornecedores, além de realizar consultas e solicitar vários orçamentos de uma só vez. É muito rápido, fácil e uma excelente opção para você otimizar o trabalho na sua empresa. Encontre o que precisa agora!

      Orçamento Rápido

      GuiaQD.com.br

      Informe os produtos que deseja receber cotação.

       

      Deixe um comentário

      O seu endereço de e-mail não será publicado.