Dessalinização de água do mar – Projeto contempla dessalinização

QD - Meio Ambiente

Água do mar

Aquele que pode ser o primeiro grande projeto do país de dessalinização de água do mar para abastecimento público, em Fortaleza, no Ceará, apesar de já ter concluído sua concorrência em outubro de 2020, está emperrado por conta de questionamentos das empresas que perderam a licitação.

Vencido pelo consórcio Águas de Fortaleza, que tem em sua composição as empresas Marquise, Abengoa e PB Construção, as outras duas empresas que perderam a disputa, a coreana GS Inima e a espanhola Cobra, contestam a qualificação técnica da vencedora e outros detalhes de sua proposta.

A expectativa é a de que o processo de contestação se arraste e entre na seara judicial.

Água do mar 2

O projeto de Fortaleza contempla a dessalinização de 1 m3/s de água do mar e visa ampliar a oferta para abastecimento da região metropolitana, que sofre historicamente com crises hídricas.

A licitação é para uma parceira público-privada (PPP) de 30 anos e deve incrementar em 12% o suprimento de água com a construção de unidade de dessalinização com membranas de ultrafiltração e osmose reversa, avaliada em R$ 500 milhões, sendo que a receita do projeto deve ultrapassar os R$ 3 bilhões para o consórcio (até agora) vencedor.

 

Dessalinização de água de volta à pauta

Artigo Técnico: Tecnologias para reúso de efluentes e dessalinização de água do mar

Artigo Técnico: Tecnologias para reúso de efluentes e dessalinização de água do mar – Ficha Técnica – Planta de Baix Llobregat

 



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios