Potassa Cáustica se destaca no setor agropecuário

Potassa Cáustica: post completo com tudo que você precisa saber. Veja conceito, fórmula química, propriedades, aplicações e outras informações

A potassa cáustica é um produto químico com grande aplicação na indústria e em laboratórios, sendo utilizada como matéria-prima para a fabricação de diversos produtos. Ela está presente em defensivos agrícolas, sabões, detergentes, medicamentos e muito mais. Confira a seguir mais detalhes sobre este composto. Boa leitura!

Acesso Rápido no post

O que é potassa cáustica?
Qual é sua fórmula?
Quais são suas principais características?
Para que serve a potassa cáustica?
Manipulação da potassa cáustica
Onde comprar a potassa cáustica?

O que é potassa cáustica?

A potassa cáustica, também chamada de hidróxido de potássio, consiste em um composto químico com aspecto sólido, branco, cristalino. É uma base forte, tóxica e corrosiva.

    Orçamento Rápido

    GuiaQD.com.br

    Informe os produtos que deseja receber cotação.

     

    Qual é sua fórmula?

    A fórmula molecular da potassa cáustica é representada por KOH. Dessa forma, este produto é um composto químico com íons de potássio (K+) e íons hidróxido (OH-).

    Quais são suas principais características?

    • Classe: base forte.  São exemplos ainda de base forte: hidróxido de sódio e  o hidróxido de cálcio.
    • Ele é um dos hidróxidos alcalinos mais fortes.
    • Muito higroscópico: absorve umidade do ar.
    • Altamente corrosivo: deve ser manipulado com cuidado e com equipamento de proteção individual.
    • Forma: sólida (os hidróxidos alcalinos são sólidos brancos). Também é importante dizer que a potassa cáustica pode ser comercializada na forma de pérola, micro pérolas, pó, escamas, lentilhas ou solução.
    • Cor: Branco leitoso.
    • Ponto de fusão: 360 °C (KOH 83%) e 380 °C (anidro).
    • Ponto de ebulição: de 1320 °C.
    • Solúvel em água, álcoois e glicerol: ao ser dissolvido em água, liberam íons hidróxido (OH-), deixando a solução alcalina.
    • Tóxico: ela pode ocasionar danos graves se não for manipula de forma correta, ou seja, em atendimento às regras de segurança.
    • Corrosivo.
    • Produtos e materiais incompatíveis: alumínio; clorofórmio; ácido nítrico, ácidos, acroleína, álcool, sais de amônio, cloreto de benzila, fósforo, bromoformio, clorofórmio, gerânio, zinco.

    Para que serve a potassa cáustica?

    Como vimos, a aplicação da potassa cáustica é muito ampla em diversos setores industriais, sendo usada principalmente como matéria-prima para a fabricação de variados produtos. Tem destaque no segmento agropecuário, químico, domissanitários e farmacêutico. Confira a seguir suas principais utilizações:

    • Produção de fertilizantes e herbicidas: usado mais especificamente para plantas que preferem ambiente alcalino.
    • Fabricação de sabão, detergentes, alvejamento e outros produtos de limpeza: ele reage com  gorduras e óleos para formar sabonetes.
    • Produção de ácido oxálico e sais de potássio.
    • Usado como reagente em química analítica.
    • Fabricação de medicamentos: o hidróxido de potássio aquoso pode ser usado em baixas quantidades neste segmento.
    • Processos de gravação.
    • Limpadores de metais ferrosos: como ela tem propriedades alcalinas é normalmente utilizada como um agente de limpeza ou desengraxante em processos industriais.
    • Fabricação de lubrificante sintético.
    • Produção de corantes.
    • Fabricação de explosivos.
    • Usado em aplicações industriais para mineração.
    • Para produção de fosfato de potássio e sais de potássio.
    • Usado em vários processos laboratoriais: aplicado em ensaios de titulações, sínteses orgânicas e inorgânicas e muito mais.
    • Usado como fonte de potássio.
    • Contribui para a extração de alumínio da bauxita.

    O hidróxido de sódio, conhecido popularmente como soda cáustica, também apresenta grande aplicação nas indústrias, ele é utilizado na produção de papel, produtos de limpeza, alimentos, tecidos, tratamento de água e muito mais.

    Leia Mais
    Potassa cáustica – Produção nacional busca ampliar eficiência
    Soda cáustica – Flutuações de oferta e de câmbio mexem com preços
    Cloro-Potassa – Pan-Americana amplia produção
    Ácidos: Demanda Cresce e Incentiva Produção Local a Investir
    Soda-Cloro: Escassez de energia breca investimentos
    Detergente em Pó – Produto com maior poder de lavagem e menor consumo de água é o desafio do mercado
    Tensoativos: Estudos comprovam segurança no uso do LAS

    Manipulação da potassa cáustica

    Como a potassa cáustica é muito corrosiva, deve-se evitar o contato e inalação. Durante o seu manuseio é imprescindível seguir as regras de segurança, as quais envolvem a utilização de equipamento de proteção como óculos de proteção, luvas, roupas apropriadas e avental de proteção.

    Medidas de primeiros socorros

    – Em caso de contato com os olhos: Lave imediatamente os olhos com água corrente por pelo ou solução fisiológica por 30- 60 minutos, mantendo as pálpebras superiores e inferiores levantadas, até conseguir ajuda médica. Cobri-los com uma gaze estéril. Se estiver usando lentes de contato e for fácil removê-las, retire-as facilmente. Procure atendimento médico com urgência.

    – Em caso de contato com a pele: remover rapidamente as roupas e sapatos contaminados e lavar a parte contaminada com muita água e sabão ou detergente neutro por 15-20 minutos pelo menos, até não restar nenhuma evidência de substância química. Procure imediatamente auxilio médico.

    – Em caso de inalação: remova a vítima para local ventilado.  Se não estiver respirando, aplique, se for possível, respiração artificial. Mantenha o paciente quente e confortável. Procure imediatamente auxílio médico.

    – Em caso de ingestão: Não ofereça nada a pessoa inconsciente. Não provoque vômito. Ofereça água ou leite em grande quantidade. Em caso de vômito mantenha a cabeça mais baixa que os quadris para prevenir que o paciente pare de respirar.  Procure atendimento médico com urgência.

    Os casos acima servem para dar uma noção sobre os primeiros atendimentos, de maneira nenhuma excluem o conhecimento profundo sobre a FISPQ ( Ficha de Informações de Segurança do Produto Químico) da potassa cáustica.

    A FISPQ nada mais é do que um documento importantíssimo que contém todas as informações sobre determinado produto químico, como  suas propriedades físicas e químicas, riscos e procedimentos de segurança para o manuseio, equipamentos de proteção individual (EPIs) recomendados, medidas de primeiros socorros e outras disposições relevantes.

    O armazenamento da potassa cáustica precisa ser realizado em embalagens hermeticamente fechadas e guardadas em local seco, bem ventilado e longe da luz do sol.

    Onde comprar a potassa cáustica?

    Para encontrar os principais fornecedores de potassa cáustica no Brasil, acesse o Guia QD, o mais completo guia eletrônico de compras e vendas do setor químico e importante ferramenta da editora QD para o desenvolvimento de negócios entre fornecedores e compradores.

    Nele, você tem acesso rápido a diversos fornecedores e ainda conta com a facilidade de realizar vários orçamentos de uma só vez para diversas empresas.

    Nenhuma ferramenta do mercado oferece um suporte tão grande como o Guia QD. Experimente essa incrível facilidade e veja como é possível ganhar tempo em suas cotações e agilizar suas compras.

    * potassa cáustica em escamas
    * potassa cáustica em lentilhas
    * potassa cáustica, solução
    * potassa cáustica em lentilhas grau alimentício/farmacêutico

      Orçamento Rápido

      GuiaQD.com.br

      Informe os produtos que deseja receber cotação.

       

      Deixe um comentário

      O seu endereço de e-mail não será publicado.