Tintas e Revestimentos

Pintor Profissional – Capacitação de Pintores promove o crescimento

Quimica e Derivados
29 de outubro de 2016
    -(reset)+

    Pintor Profissional – Curso próprio: ampliação do escopo

    Em março de 2015, após um longo e detalhado planejamento em relação ao conteúdo a ser oferecido e à forma de ministrá-lo, foi iniciado o Curso Abrafati de Formação Profissional em Pintura Imobiliária.

    É um curso presencial, com cuja realização abriu-se uma nova etapa do Programa Pintor Profissional Abrafati, ampliando o seu impacto e o público alcançado. Enquanto a primeira etapa, desenvolvida a partir de 2009, tinha foco especialmente no reconhecimento da competência e da capacitação dos pintores que já exercem a profissão, a partir desse momento o programa passou a trabalhar também na formação de novos profissionais.

    O objetivo é preparar quem pretende ingressar na profissão ou já atua como ajudante e quer se tornar pintor, transmitindo aos alunos as habilidades e competências necessárias para executar serviços de pintura com alta qualidade e eficiência. O primeiro ano de atividades desse curso, oferecido inicialmente apenas em São Paulo, encerrou-se com 10 turmas realizadas, formando 200 pintores, número que será multiplicado com o passar do tempo.

    A partir dessa primeira experiência, foi planejado para 2016 um novo impulso a essa atividade, ampliando seus efeitos benéficos no mercado. Para começar, foi fechada uma parceria com a Anamaco (Associação Nacional dos Comerciantes de Materiais de Construção), que possibilitou oferecer esses cursos também na Escola do Varejo Anamaco (EVA), na Zona Norte de São Paulo – o que, além de assegurar uma ótima estrutura física para as aulas teóricas e práticas, agrega à iniciativa a expertise dessa escola e facilita a participação de interessados que vivem nessa região da cidade. Animado com os bons resultados obtidos inicialmente, o diretor da EVA, José Carlos de Araújo, vê o projeto como uma excelente chance para o ingresso desses profissionais no mercado. “A qualificação oferecida ampliará o leque de oportunidades a eles”, diz.

    O segundo movimento para expandir o alcance dos cursos foi um acordo firmado com o Seconci-Rio (Serviço Social da Indústria da Construção do Rio de Janeiro) para realizá-los em suas instalações. Depois do treinamento de dois instrutores para ministrá-los na capital carioca, as primeiras turmas se iniciaram em junho. No total, estão previstas dez turmas neste ano, com mais de 200 alunos.

    O processo de busca de novas possibilidades teve mais um grande avanço com a criação do Programa de Multiplicação desse curso pelos fabricantes associados à Abrafati. A proposta, discutida e aperfeiçoada na Comissão do Programa Pintor Profissional que se reúne periodicamente, é que as empresas passem a ministrar o mesmo curso nas localidades onde atuam, replicando o conteúdo e a metodologia.

    “Essa parceria com os fabricantes proporcionará uma significativa expansão em termos numéricos e geográficos, beneficiando mais pintores e trazendo reflexos positivos para todo o mercado. As empresas também obtêm vantagens diretas, como a oportunidade de fidelizar pintores e divulgar sua linha de produtos a eles”, explica Dilson Ferreira.

    Para tornar a ideia efetiva, dois treinamentos do Programa de Multiplicação já foram promovidos para profissionais dos fabricantes, que receberam orientações e materiais para usar nos cursos que ministrarão.

    Ao mesmo tempo em que se expande a oferta de cursos, prosseguem as atividades ligadas ao reconhecimento dos profissionais, com abrangência cada vez maior. “Sabemos que falta a muitos pintores uma formação mais consistente para lidar com as tintas atuais e com as demandas dos contratantes. Quando se oferece uma oportunidade como essa, a experiência nos mostra que o retorno é sempre positivo”, destaca Dilson Ferreira, que acrescenta que esse programa tem um forte impacto social, por valorizar essa importante profissão e por oferecer aos pintores a oportunidade de crescimento profissional. “Ao mesmo tempo, há um efeito muito positivo no mercado, pois sabemos que a existência de pintores capacitados é essencial para as vendas: em geral, o consumidor só compra a tinta depois de definir quem fará a pintura”, finaliza.



    Recomendamos também:








    Um Comentário


    1. Hernane Junio de Freitas Rodrigues

      Perdi a carteirinhá do pintor
      Proficinal Abrafat
      Como fassó para conseguir
      Segunda via



    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *