Química

Perspectivas 2013 / Tintas – PIB fraco contém avanço das vendas, mas setor prevê aceleração em 2013

Rose de Moraes
6 de março de 2013
    -(reset)+

    A qualidade das tintas também foi o foco de preocupação, em 2012, do Comitê Brasileiro de Tintas (CB-164), da ABNT, que iniciou oficialmente suas atividades com a instalação da comissão de estudo de tintas para a construção civil de edificações não industriais. Também é possível destacar a aprovação das novas versões dos regimentos do Sistema de Qualificação de Materiais, Componentes e Sistemas Construtivos (Simac) e do Sistema de Avaliação da Conformidade de Empresas de Serviços e Obras (Siac), dois importantes projetos ligados ao Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat (PBQP-H).

    “O comitê e os novos regimentos vêm resultando em melhorias para o PSQ – Programa Setorial da Qualidade, representando importantes passos para que se continue avançando no processo de ordenamento do mercado e de comprometimento com o desenvolvimento sustentável”, destacou Ferreira.

    A realização da Feitintas 2012, em conjunto com o Sitivesp, também foi lembrada como outro grande acontecimento, até pelo reposicionamento e pela evolução do evento para um novo patamar, segundo a entidade, prevendo proporcionar maiores oportunidades de negócios, facilitar o networking e disseminar conhecimento e informação.

    “Entre as novidades, o Simpósio Internacional de Tintas agregou muito valor à Feitintas, com 21 apresentações de alto nível, divididas entre temas relacionados às tintas imobiliárias e à repintura automotiva, que atraíram público especializado, formado por mais de 2.500 profissionais”, destacou Ferreira. O simpósio e as diversas palestras realizadas durante a Feitintas foram considerados como promoções que têm por foco desenvolver atividades voltadas para a capacitação profissional dos diversos públicos da cadeia de tintas.

    “Os pintores recebem atenção especial, tanto na Feitintas – quando mais de 700 deles participaram de atividades – quanto no Programa Pintor Profissional.” Em 2012, esse programa chegou a novos estados – Rio de Janeiro, Minas Gerais e Distrito Federal –, superando a marca de 13 mil inscritos, dos quais 4 mil já aprovados e incluídos no cadastro nacional de pintores de imóveis, organizado pela entidade e disponível ao público para consulta.

    A associação também manteve e aprimorou, em 2012, as iniciativas de capacitação e de atualização para gestores, especialistas e técnicos das empresas da cadeia de tintas, com a realização de mais duas edições do tradicional curso sobre tecnologia em tintas.

    Além dessas iniciativas, também foi realizado o Prêmio Abrafati-Petrobras de Ciência em Tintas 2012, que, em sua 14ª edição, contou com a inscrição de doze trabalhos de pesquisadores do setor acadêmico e também pertencentes às áreas de Pesquisa e Desenvolvimento das indústrias.

    No ano passado, a Abrafati participou da reunião anual do International Paint and Printing Ink Council (IPPIC) e do encontro do Comitê de Gerenciamento do Programa Coatings Care, acompanhou também as discussões da Rio+20, e esteve presente em diferentes eventos em várias partes do mundo para promover o intercâmbio de experiências, incluindo a apresentação de práticas inovadoras e cases de sucesso desenvolvidos pela entidade no país.

    “Todas essas realizações, implementadas e incrementadas ao longo de 2012, refletem-se positivamente na competitividade das indústrias de tintas”, enfatizou Ferreira. Ele ainda destacou os pleitos para a desoneração tributária de matérias-primas e de equipamentos essenciais para a produção das tintas, assim como a redução dos tributos cobrados na venda dos produtos e a desoneração das folhas de pagamento.

    Essas e outras iniciativas voltadas para a cadeia de tintas, orientadas para o desenvolvimento setorial sustentável, de acordo com o presidente executivo da Abrafati, proporcionaram importantes avanços e resultados em 2012, contando com a boa notícia de terem continuidade em 2013.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *