Percloroetileno ou Tetracloroetileno

Percloroetileno: conceito, principais características, aplicações na indústria, fornecedores e muito mais

O percloroetileno é um composto químico que possui aplicação em diferentes setores, como o químico, têxtil, automobilístico, eletrônicos, plástico e muito mais. É usado largamente como solvente para limpeza e manutenção de equipamentos, peças e ferramentas. Outro destaque fica para a sua aplicação na lavagem a seco, que tem crescido fortemente no Brasil.

Acesso Rápido no post

O que é percloroetileno?
Qual é sua fórmula química?
Principais características
Para que serve o percloroetileno?
Manipulação do percloroetileno
Onde encontrar fornecedores de percloroetileno?

O que é percloroetileno?

Trata-se de uma substância química com aparência líquida, límpida e com odor característico. O nome percloroetileno é o mais conhecido comercialmente, mas este composto ainda pode ser chamado de tetracloroteno (PCE), tetracloroteno, perc, perclene, tetracloreto de etileno, tetracloretano, 1,1,2,2- tetracloroetano e dicloreto de carbono.

Ele é obtido principalmente por meio da reação exotérmica a altas temperaturas de hidrocarbonetos com o cloro. Essa combinação da origem ao percloroetileno, subprodutos e resíduos. Vale ainda dizer que o percloroetileno vai passar por purificação, neutralização e estabilização.

    Orçamento Rápido

    GuiaQD.com.br

    Informe os produtos que deseja receber cotação.

     

     

    Qual é sua fórmula química?

    A fórmula do percloroetileno é C2CL4.

    Principais Características

    • Forma: líquida;
    • Límpido;
    • Incolor;
    • Destilável facilmente;
    • Não inflamável;
    • Odor característico (adocicado, semelhante ao clorofórmio ou éter etílico);
    • Tóxico;
    • CAS: 127-18-4;
    • Isento de material em suspensão;
    • Produtos e materiais incompatíveis: agentes oxidantes fortes, alumínio, aminas, bário, bases fortes, berílio, dióxido de nitrogênio, hidróxidos alcalinos, metais alcalinos, óxido de zinco, pó de magnésio, pó de zinco, potássio, sódio, entre outros.

    Para que serve o percloroetileno?

    Como vimos, o percloroetileno pode ser utilizado para uma série de funções, sendo a utilização mais comum como solvente desengraxante principalmente na indústria automobilística. Outra aplicação importante se dá para a limpeza e remoção por completo de qualquer óleo ou graxa saponificável.

    • Serve para o desengorduramento de peças metálicas de metais ferrosos, alumínio e suas ligas, cobre, zinco, chumbo, estanho, prata e outros. Ele tem poder para devolver o brilho inicial aos metais;
    • Utilizado para desengraxar peças menores, por exemplo de relojoaria, como maiores. Dessa forma, o percloroetileno também é muito utilizado na limpeza motores e peças de indústria automobilísticas, de tubos e outros;
    • Limpeza a seco: na lavagem a seco se utiliza solventes químicos no lugar da água. Embora o nome do procedimento seja seco, é preciso de dizer que há a utilização de produtos líquidos, como o percloroetileno. Este solvente serve para remover a sujeira do tecido sem afetar suas características originais;
    • Usado como intermediário químico;
    • Sabões especiais e detergentes;
    • Solvente/diluente e decapante de algumas tintas e vernizes;

    Leia Mais
    Ambiente: Peróxido de hidrogênio descontamina solos
    Solventes pedem regulamentação para reorganizar setor
    Pollutec: Feira aposta na tecnologia para preservar o ambiente

    Manipulação do percloroetileno

    Tendo em vista que o percloroetileno é um produto tóxico, o qual oferece riscos à saúde do colaborador e ao meio ambiente, a sua manipulação deve ser realizada com muito cuidado em atendimento às normas de segurança.

    É importante que esta seja feita em área ventilada ou com sistema geral de ventilação/exaustão para evitar a respiração de poeiras, vapores ou névoas do produto. A utilização do equipamento de proteção individual é outra medida de segurança essencial para evitar o contato com pele e olhos. Dentre os EPIs recomendados podemos destacar: óculos de proteção, luvas de álcool (PVA), borracha nitrílica ou outro material resistente ao produto.

    A exposição prolongada ao percloroetileno pode causar irritação na pele, olhos e vias respiratórias, além de danos mais graves, como problemas hepáticos e renais, câncer, danos ao sistema nervoso central e morte.

    Medidas de Primeiros Socorros:

    – Em caso de ingestão: a ingestão pode causar náuseas e vômitos, além de depressão do sistema nervoso ocasionando a morte. Ocorrendo a ingestão é preciso manter a vítima deitada e aquecida. Caso esteja consciente, forneça bastante água e lave a boca. Não provoque o vômito.  Deve-se procurar atendimento médico com urgência.

    – Em caso de inalação: sua inalação pode provocar irritação no nariz e garganta, depressão do sistema nervoso central (sonolência, tontura, dor de cabeça, náuseas, perda de coordenação, confusão). Concentrações elevadas podem levar a problemas ainda mais sérios como edema pulmonar e até mesmo a morte. Recomenda-se que no caso de inação a vítima seja retirada para área arejada, mantendo-a deitada e aquecida. Se necessário aplicar respiração artificial. Também é recomendado procurar atendimento médico imediatamente.

    A exposição crônica também pode afetar o fígado e os rins, causar arritmia, prejudicar a memória, provocar dormência das extremidades entre outros danos.

    – Em caso de contato com a pele: o produto pode causar irritação, com sensação de queimação e vermelhidão. Também pode ser absorvido pela pele.

    O contato prolongado pode ocasionar vermelhidão, coceira, ressecamento e rachadura da pele. Se houver o contato, vale retirar a roupa e sapatos contaminados e lavar o local com bastante com água corrente por pelo menos 20 minutos. Depois, deve-se procurar assistência médica.

    – Em caso de contato com os olhos: o líquido e vapor podem causar irritação e sensação de queimação. Havendo o contato, é preciso lavar os olhos com bastante água por aproximadamente 20 minutos. As pálpebras superiores e inferiores devem ser mantidas abertas durante a lavagem. Posteriormente, a vítima precisa procurar atendimento médico.

    Para um armazenamento seguro, recomenda-se que o produto seja colocado em recipiente bem fechado e guardado em local ventilado, seco, fresco, longe de fontes de ignição, calor e produtos químicos que possam provocar reação perigosa.

    Onde encontrar fornecedores de percloroetileno?

    Para encontrar os principais fornecedores de percloroetileno no Brasil, acesse o Guia QD, o mais completo guia eletrônico de compras e vendas do setor químico e importante ferramenta da editora QD para o desenvolvimento de negócios entre fornecedores e compradores.

    Nele, você tem acesso rápido a diversos fornecedores e ainda conta com a facilidade de realizar vários orçamentos de uma só vez para diversas empresas.

    Nenhuma ferramenta do mercado oferece um suporte tão grande como o Guia QD. Experimente essa incrível facilidade e veja como é possível ganhar tempo em suas cotações e agilizar suas compras.

      Orçamento Rápido

      GuiaQD.com.br

      Informe os produtos que deseja receber cotação.

       

       

      Deixe um comentário

      O seu endereço de e-mail não será publicado.