Pectina: o que é?

Confira as propriedades e principais aplicações da pectina, além dos benefícios proporcionados ao corpo humano

Em razão das suas propriedades espessante, emulsificante e gelificante, a pectina é muito utilizada na indústria de alimentos e bebidas em vários produtos do nosso dia a dia, por exemplo, geleias, iogurtes, sorvetes, molhos, doces, entre outros.

Confira ao longo do post uma análise mais aprofundada desta importante substância e não deixe de conferir, ao final, seus principais fornecedores no Brasil. Boa leitura!

Acesso Rápido no post

Qual é a origem da pectina?
O que é a pectina?
Quais são suas principais características?
Para que serve a pectina
Outras gomas alimentícias
Onde comprar a pectina?

Qual é a origem da pectina?

A pectina está presente principalmente nas cascas e polpas de frutas e vegetais, como maçã, laranja, limão, tangerina, amora, morango, pêssego, peras, cenoura, tomate, batata, beterraba e ervilha.

Embora possa ser encontrada na natureza em diversos alimentos, a maçã e as frutas cítricas configuram a maior fonte de pectina.

De um modo geral, podemos dizer que a pectina é uma fibra solúvel extraída da casca ou polpa de determinadas frutas e vegetais.

O que é a pectina?

A pectina consiste em um ácido galactopiranosilurônico parcialmente esterificado com metanol. Em outras palavras, ela é um polissacarídeo formado por monômeros de ácido galacturônico unidos entre si por ligações glicosídicas.

Vale lembrar que polissacarídeos são carboidratos complexos (polímeros naturais), ou melhor, são macromoléculas formadas por cadeias de monossacarídeos unidos entre si por ligações glicosídicas.

Este produto é classificado como polissacarídeo estrutural, visto que desempenha um papel essencial na estrutura e textura das células vegetais, contribuindo para resistência das paredes celulares e participando de processos, como crescimento das plantas e adesão celular.

Pectina ©QD Foto: iStockPhoto

Quais são suas principais características?

  • Aspecto físico: a pectina normalmente é sólida (pó fino ou granulado).
  • Cor: ela geralmente é branca ou levemente amarelada.
  • Capacidade espessante: a pectina pode ser aplicada em diversos alimentos e líquidos para formar uma consistência viscosa.
  • Poder gelificante: ela tem capacidade para formar gel quando combinada com o açúcar (açúcar gelificante) e ácido.
  • Propriedade emulsificante: ela tem capacidade para combinar ingredientes que normalmente não se misturariam, contribuindo para estabilização de emulsões em produtos lácteos e de panificação, por exemplo.
  • Dissolve facilmente em água.
  • Oferece viscosidade e maciez aos alimentos.
  • Atua como uma fibra solúvel (fibra funcional): é uma fibra que se dissolve em água, ajudando na regulação da digestão e proporcionando diversos benefícios à saúde humana.
  • Prebiótica: esta substância facilita o crescimento de bactérias benéficas no intestino.

Para que serve a pectina?

A pectina é aplicada em uma série de setores, como de alimentos e bebidas, farmacêutico, agronegócio, cosmético, de higiene pessoal, papel e celulose, adesivos, pesquisa e desenvolvimento, química e muito mais. Dessa forma, serve para a produção de inúmeros alimentos, bebidas e produtos, sendo amplamente consumida para indústria alimentícia e farmacêutica.

Confira a seguir alguns produtos que levam pectina em sua composição:

  • Geleias
  • Compotas
  • Marmeladas
  • Doces
  • Bebidas lácteas
  • Sobremesas lácteas
  • Iogurtes
  • Sorvetes
  • Balas e gomas de mascar
  • Recheios e coberturas
  • Bolos
  • Molhos
  • Sucos de frutas
  • Bebidas alcoólicas, como vinhos
  • Produtos de confeitaria em geral
  • Alimentos processados
  • Produtos enlatados e embalados
  • Produtos de panificação
  • Alguns medicamentos
  • Adesivos e revestimentos
  • Produtos cosméticos e itens de higiene pessoal, como cremes, loções e géis

Benefícios para o corpo humano

Como vimos, a pectina funciona como uma “fibra funcional”, isto é, apresenta propriedades importantes que melhoram a saúde e a qualidade de vida das pessoas. Confira alguns benefícios promovidos por esta substância para o corpo humano:

  • Contribui para a diminuição do colesterol: a pectina diminui a absorção de gordura, auxiliando no controle do nível do colesterol no sangue, isto é, reduzindo o colesterol LDL (“ruim”).
  • Auxilia na digestão e protege o sistema digestivo: protege a mucosa do estômago e elimina toxinas do fígado, promovendo a saúde digestiva.
  • Ajuda a combater a diabetes: ela tem o poder de atrair as moléculas de glicose após a refeição, atrasando a absorção do carboidrato. Dessa forma, é muito benéfica para pessoas com diabetes ou pré-diabetes.
  • Aumenta a sensação de saciedade: isso ajuda a reduzir o apetite e ajuda no controle de peso.
  • Melhor a saúde do coração: ao reduzir o colesterol, a pectina também ajuda a regular a pressão arterial e a reduzir a inflamação.
  • Promove a saúde intestinal: como se trata de uma fibra solúvel ela ajuda a regular a função intestinal. Também estimula as bactérias benéficas que vivem no intestino e facilita o trânsito intestinal.
  • Reduz a prisão de ventre: Quando a pectina é ingerida, ela se transforma em um gel viscoso.

Os benefícios promovidos pela pectina podem variar de acordo com a quantidade ingerida da substância, além da forma que é aplicada na dieta e do organismo da pessoa.

Outras gomas alimentícias

Selecionamos as principais gomas usadas pela indústria alimentícia, confira suas propriedades:

  • Goma Acácia ou Arábica: estabilizante, emulsificante, espessante e fibra natural solúvel.
  • Goma Guar: espessante.
  • Locust Bean Gum (LBG): espessante gelificante (em blendas).
  • Alginatos: espessante gelificante.
  • Carragenanas: gelificante, espessante.
  • Goma Xantana: espessante.
  • Goma Gelana: gelificante, espessante.
  • Ágar-Ágar: gelificante, espessante.
  • Goma Tara: espessante, estabilizante.
  • Celulose microcristalina (MCC): estabilizante, gelificante e espessante..
  • Carboximetil-celulose (CMC): espessante, estabilizante.
  • Gelatina: gelificante

Leia Mais:

Derivados da Cannabis: Substâncias químicas da cannabis
Hidrocoloides superam desafios e sabor das inovações
13 Gomas usadas na indústria alimentícia
Aditivos recuperam textura e estrutura dos alimentos
Exemplos de excipientes utilizados na indústria farmacêutica
Emulsificantes Aditivos Polivalentes Tornam Alimentos Mais Saudáveis e Macios e Ajudam a Reduzir os Lípidos
Gomas alimentícias – Alto desempenho e rótulos limpos

Onde comprar a pectina?

Para encontrar os principais fornecedores de pectina no Brasil, acesse o Guia QD, o mais completo guia eletrônico de compras e vendas do setor químico e importante ferramenta da editora QD para o desenvolvimento de negócios entre fornecedores e compradores.

Nele, você tem acesso rápido a diversos fornecedores e ainda conta com a facilidade de realizar vários orçamentos de uma só vez para diversas empresas.

Nenhuma ferramenta do mercado oferece um suporte tão grande como o Guia QD. Experimente essa incrível facilidade e veja como é possível ganhar tempo em suas cotações e agilizar suas compras.

Veja também pectina cítrica

 

    Orçamento Rápido

    Informe os produtos que deseja receber cotação.

     

     

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.