Parceria aumenta a segurança de produtos químicos – Abiquim

Química e Derivados, Debate sobre qualidade do ar é um dos destaques do Congresso de Atuação Responsável da Abiquim

Química e Derivados, Parceria aumenta a segurança desde a produção à venda de produtos químicos - Abiquim

Parceria entre Programa Atuação Responsável e Processo Distribuição Responsável aumenta a segurança desde a produção à venda de produtos químicos

Acordo promove a cooperação entre produtores e distribuidores por meio da troca regular de informações, ações de divulgação e valorização dos programas

A indústria química e os distribuidores de produtos químicos brasileiros trabalham para aumentar a segurança em toda a cadeia produtiva, adotando programas focados em saúde, segurança e meio ambiente. Para auxiliar as empresas a aumentar a segurança a Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim) e a Associação Brasileira dos Distribuidores de Produtos Químicos e Petroquímicos (Associquim), assinaram o acordo de cooperação entre o Programa Atuação Responsável da Abiquim e o Processo Distribuição Responsável (Prodir), da Associquim.

O acordo foi assinado pelo presidente-executivo da Abiquim, Fernando Figueiredo, e pelo presidente da Associquim, Rubens Medrano, durante o Summit Associquim, realizado em São Paulo, no dia 15 de março, e por meio do acordo, as duas associações passam a reconhecer o mútuo valor de seus programas. A preocupação em criar um ambiente mais seguro para colaboradores, população em geral e meio ambiente, foi um dos principais objetivos das associações com a parceria. A indústria química vem ao longo dos anos ampliando suas parcerias para aumentar a segurança desde a produção até a utilização do produto pelo consumidor industrial final.

As duas associações promoverão a troca regular de informações sobre seus respectivos programas e desenvolverão ações de divulgação e valorização dos mesmos junto ao público de interesse. O acordo ainda proporciona que os distribuidores atuem como intermediários do conhecimento sobre o uso, transporte, armazenamento e descarte adequado dos produtos químicos aos consumidores industriais. “O conhecimento dominado pelos técnicos do setor de produção precisa ser melhor aproveitado e repassado às indústrias consumidoras. Não só para que os produtos sejam utilizados de forma correta, evitando possíveis riscos de contaminação, o que já é uma preocupação nossa, mas possibilitando um repasse de informações mais completas para os mesmos”, comenta o presidente da Associquim, Rubens Medrano.

Química e Derivados, Abreu: profissionais treinados adotam comportamento seguro
Abreu: profissionais treinados adotam comportamento seguro

Segundo a assessora de Assuntos Técnicos da Abiquim e responsável pela gestão do Programa Atuação Responsável, Yáskara Barrilli, é necessário que a gestão segura dos produtos químicos, que já ocorre nas indústrias, seja estendida para além das plantas. “Com o Sassmaq (Sistema de Avaliação de Saúde, Segurança, Meio Ambiente e Qualidade) conseguimos aumentar a segurança na etapa de transporte dos produtos químicos e estamos trabalhando na implantação do Projeto Armazenagem Responsável para aumentar a segurança na armazenagem em terminais logísticos, com mais essa parceria recomendaremos as associadas à Abiquim que reconheçam no Prodir um critério para a qualificação de distribuidores, assim como estes reconheçam no Atuação Responsável um critério para qualificação de clientes da indústria química”.

O gerente de fábrica da Bandeirante Brazmo, Oscar Devani Fiorim de Abreu, avalia que os dois programas estão integrados por seus objetivos. “A busca da melhoria contínua baseada em um processo de gestão, estruturado por códigos e práticas que após implementados e avaliados por meio de auditorias internas e de entidades independentes, contribuem na formação dos profissionais que uma vez treinados passam a ter maior percepção dos riscos, o que leva à prática do comportamento seguro voltado à prevenção, aumentando o nível de segurança para os trabalhadores, sociedade e meio ambiente”.

Segundo o executivo da distribuidora de produtos químicos, que atende diversas indústrias do setor e é certificada pelo Prodir, a segurança deve fazer parte do planejamento estratégico. “Ela deve ser estabelecida e permeada a partir da alta direção a todos os funcionários de maneira clara e objetiva, tendo os gerentes e líderes a responsabilidade de fazer acontecer o estabelecido com apoio do técnico de segurança”, completa.

A integração entre os programas já ocorre na quantiQ. Por representar indústrias que adotam o Programa Atuação Responsável a distribuidora, que é certificada pelo Prodir, possui um alinhamento às suas políticas e práticas, que envolvem um intercâmbio completo de informações relacionadas aos produtos químicos, suas características, orientações e procedimentos de manuseio e armazenagem seguros e preservação ambiental.

“A distribuição é um importante canal do produtor, estes programas se complementam visando garantir mais segurança e preservação ambiental ao longo de todo o ciclo de vida do produto. O diferencial do Prodir é que suas práticas gerenciais estão estruturadas para atender às necessidades específicas de um distribuidor de produtos químicos em todas as suas etapas de processo. Com isso, ele permite promover um adequado gerenciamento desses processos, desde a introdução de um novo produto ao portfólio, passando pelos processos de recebimento, manuseio, armazenagem e distribuição e até as etapas de orientação sobre o uso responsável dos produtos pelos clientes e disposição final”, explica o diretor Global de Operações da quantiQ, José Eduardo Borges.
Servir de exemplo

Química e Derivados, Suardi: distribuidores passam a seguir um padrão de gestão
Suardi: distribuidores passam a seguir um padrão de gestão

Algumas empresas já adotam os dois programas. É o caso da Peróxidos do Brasil, que implantou, como indústria produtora, o Programa Atuação Responsável em sua planta na cidade de Curitiba-PR em 2003 e, em 2008, implementou o Prodir. Segundo o coordenador de Qualidade, Higiene, Saúde, Segurança e Meio Ambiente da empresa, Fernando Suardi, a Peróxidos do Brasil é uma indústria que tem como seu principal produto o peróxido de hidrogênio, e implementou o Prodir com o objetivo de mostrar aos distribuidores parceiros os padrões de transporte, armazenagem e manipulação desejados dentro dos requisitos de qualidade, saúde, segurança às pessoas e ao meio ambiente que a indústria segue.

“Para atender os volumes fracionados de vendas temos distribuidores que, somados, representam um grande volume de produtos transportados, armazenados e comercializados. Queríamos que esses distribuidores operassem com um padrão de gestão e por isso buscamos um programa que fosse certificado por um órgão externo e que pudesse ser um modelo para esses parceiros. Implementamos o Prodir, conseguimos nossa certificação e atualmente vários de nossos parceiros também a têm”, explica Suardi.

Entre os benefícios gerados com a implementação dos programas o executivo da Peróxidos do Brasil cita o aumento de segurança na manipulação do produto, o que gera mais segurança para colaboradores e população em geral. “Os programas aumentam o compromisso social da empresa, ele exige mais de nós e dos parceiros, mas permite aumentar a segurança para todos os stakeholders como colaboradores, clientes, população e meio ambiente”.

Outra empresa que já adota os dois programas é a Sabará Químicos, que oferece ao mercado soluções integradas para o tratamento de águas industriais e saneamento básico, e que já adota o Prodir nas unidades de distribuição em Itapissuma-PE e Anápolis-GO. Atualmente está em processo de implantação do Programa Atuação Responsável em sua fábrica, em Santa Bárbara d’Oeste-SP.

“Por sermos fabricantes e distribuidores de produtos químicos há 62 anos, a Sabará é certificada há 14 anos no Prodir, está em processo de implantação das ISOs 9001:2015; 14001:2015 e 45001:2018 e também do Programa Atuação Responsável. No Grupo Sabará, contamos com o Sistema de Gestão Integrado, que compartilha todos os dados e processos da organização em um único sistema, isso torna mais fácil a implantação das práticas e procedimentos”, explica o gestor Institucional da unidade de negócio Sabará Químicos, Elias Oliveira.

O gestor explica que a adoção dos programas, das ISO e do Sistema de Gestão Integrado, tornou possível aumentar a organização interna, conscientizar sobre as necessidades de atenção às práticas seguras no manuseio, armazenamento e transporte dos produtos, além de estabelecer controles operacionais visando a melhoria contínua para minimizar e até eliminar efeitos em potencial. “Como resultado a comunicação melhorou e foi criada uma cultura de segurança que reduziu os riscos e custos com acidentes”.

Além do benefício social gerado pela implantação dos programas, eles também geram diferenças competitivas às empresas certificadas, explica o gerente da Bandeirante Brazmo, Oscar de Abreu. “Com a globalização e os avanços tecnológicos, os ambientes de negócios tornam-se cada vez mais incertos e complexos. Atuar nessas condições exige resiliência, flexibilidade e agilidade. As empresas que possuem um sistema de gestão de segurança implementado se adaptam mais facilmente a estes ambientes porque sabem realizar com eficácia o gerenciamento dos riscos de seus negócios e estabelecer planos de ação para mitigar estes riscos. Em face desses cenários, é preciso desenvolver e estabelecer parcerias com empresas que prezam a sustentabilidade nos negócios e que estejam capacitadas para compartilhar competências e promovam a melhoria contínua dos processos e das pessoas envolvendo os diversos atores da cadeia de negócios”.

Para dar continuidade à parceria, a Abiquim e a Associquim farão a divulgação conjunta dos requisitos dos dois programas demonstrando a aderência dos mesmos, além de promover cursos para ambos os públicos envolvidos na produção e distribuição de produtos químicos.

Para mais informações, consulte as páginas do Programa Atuação Responsável no site da Abiquim e do Prodir no site da Associquim.

Leia Mais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.