QUÍMICA.com.br – O Portal da revista Química e Derivados


Comércio e Distribuição de Produtos Químicos e Especialidades

Parceria aumenta a segurança de produtos químicos – Abiquim

Quimica e Derivados
19 de janeiro de 2019
    -(reset)+

    Química e Derivados, Debate sobre qualidade do ar é um dos destaques do Congresso de Atuação Responsável da Abiquim

    Química e Derivados, Parceria aumenta a segurança desde a produção à venda de produtos químicos - Abiquim

    Parceria entre Programa Atuação Responsável e Processo Distribuição Responsável aumenta a segurança desde a produção à venda de produtos químicos

    Acordo promove a cooperação entre produtores e distribuidores por meio da troca regular de informações, ações de divulgação e valorização dos programas

    A indústria química e os distribuidores de produtos químicos brasileiros trabalham para aumentar a segurança em toda a cadeia produtiva, adotando programas focados em saúde, segurança e meio ambiente. Para auxiliar as empresas a aumentar a segurança a Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim) e a Associação Brasileira dos Distribuidores de Produtos Químicos e Petroquímicos (Associquim), assinaram o acordo de cooperação entre o Programa Atuação Responsável da Abiquim e o Processo Distribuição Responsável (Prodir), da Associquim.

    O acordo foi assinado pelo presidente-executivo da Abiquim, Fernando Figueiredo, e pelo presidente da Associquim, Rubens Medrano, durante o Summit Associquim, realizado em São Paulo, no dia 15 de março, e por meio do acordo, as duas associações passam a reconhecer o mútuo valor de seus programas. A preocupação em criar um ambiente mais seguro para colaboradores, população em geral e meio ambiente, foi um dos principais objetivos das associações com a parceria. A indústria química vem ao longo dos anos ampliando suas parcerias para aumentar a segurança desde a produção até a utilização do produto pelo consumidor industrial final.

    As duas associações promoverão a troca regular de informações sobre seus respectivos programas e desenvolverão ações de divulgação e valorização dos mesmos junto ao público de interesse. O acordo ainda proporciona que os distribuidores atuem como intermediários do conhecimento sobre o uso, transporte, armazenamento e descarte adequado dos produtos químicos aos consumidores industriais. “O conhecimento dominado pelos técnicos do setor de produção precisa ser melhor aproveitado e repassado às indústrias consumidoras. Não só para que os produtos sejam utilizados de forma correta, evitando possíveis riscos de contaminação, o que já é uma preocupação nossa, mas possibilitando um repasse de informações mais completas para os mesmos”, comenta o presidente da Associquim, Rubens Medrano.

    Química e Derivados, Abreu: profissionais treinados adotam comportamento seguro

    Abreu: profissionais treinados adotam comportamento seguro

    Segundo a assessora de Assuntos Técnicos da Abiquim e responsável pela gestão do Programa Atuação Responsável, Yáskara Barrilli, é necessário que a gestão segura dos produtos químicos, que já ocorre nas indústrias, seja estendida para além das plantas. “Com o Sassmaq (Sistema de Avaliação de Saúde, Segurança, Meio Ambiente e Qualidade) conseguimos aumentar a segurança na etapa de transporte dos produtos químicos e estamos trabalhando na implantação do Projeto Armazenagem Responsável para aumentar a segurança na armazenagem em terminais logísticos, com mais essa parceria recomendaremos as associadas à Abiquim que reconheçam no Prodir um critério para a qualificação de distribuidores, assim como estes reconheçam no Atuação Responsável um critério para qualificação de clientes da indústria química”.

    O gerente de fábrica da Bandeirante Brazmo, Oscar Devani Fiorim de Abreu, avalia que os dois programas estão integrados por seus objetivos. “A busca da melhoria contínua baseada em um processo de gestão, estruturado por códigos e práticas que após implementados e avaliados por meio de auditorias internas e de entidades independentes, contribuem na formação dos profissionais que uma vez treinados passam a ter maior percepção dos riscos, o que leva à prática do comportamento seguro voltado à prevenção, aumentando o nível de segurança para os trabalhadores, sociedade e meio ambiente”.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *