Química

Papel e Celulose: Brasil ganha espaço no mercado externo

Quimica e Derivados
14 de novembro de 2002
    -(reset)+

    Corantes inéditos – Vários lançamentos inéditos desenvolvidos para a indústria papeleira deverão incrementar ainda mais as aplicações no setor. Alguns deles foram apresentados pela Clariant, considerada a líder de mercado no segmento de branqueadores ópticos, que lançou simultaneamente na Europa e no Brasil a nova linha de corantes aniônicos líquidos (Cartasol HP), classificada com resistência 5,0, segundo os padrões de qualidade Xenon Test. Ou seja, enquanto a maior parte dos corantes disponíveis apresentam índices que vão de 1,0 a 2,5, a nova linha obteve grau 5,0 de solidez à luz, segundo informou Paulo Hoffmann, gerente da área de Papel e Celulose da empresa.

    Química e Derivados: Papel: Hoffmann - corante com alto grau de solidez à luz.

    Hoffmann – corante com alto grau de solidez à luz.

    Apropriados para colorações de papéis em base alcalina ou neutra, os novos corantes atendem a praticamente todos os mercados do papel, envolvendo planos (fine-papers) e tissues (higiênicos, papel-toalha, etc.), e são de fácil aderência às fibras de celulose, provocando baixos índices de sangria.

    “Além de permitir alta produtividade, essa categoria de corantes permite tingimentos contínuos, sem ser preciso interromper as operações das máquinas, sendo ainda, altamente ecológica, pois apresenta baixíssimos níveis de metais pesados, de acordo com os rigorosos padrões europeus, ao contrário dos corantes básicos que são alvo de sérias restrições para as exportações”, acrescentou Hofffmann.

    Vários outros produtos da Clariant exploraram também os novos conceitos de revestimento (coating) com barreira à água em diferentes graduações. Uma das linhas promove a impermeabilização de papéis e cartões, devendo concorrer diretamente com as aplicações de filmes de polietileno. Dentro dessa categoria, enquadram-se emulsões líquidas e aniônicas, constituídas por co-polímeros acrílicos modificados, com viscosidade entre 45 a 60 s, diluíveis em água fria nas mais variadas proporções, com a finalidade de se obter diferentes graus de barreira.

    Outra inovação química apresentada pela Clariant atua como agente de barreira aos vapores d’água. Trata-se de revestimento, um composto aquoso de emulsões acrílicas, fornecido com viscosidade adequada a cada tipo de equipamento, na faixa de 800 até 3.000 mPa, e que foi desenvolvido para embalagens que serão acondicionadas em freezers, mantendo estabilidade dos substratos por um período de seis meses durante a armazenagem.

    Uma nova emulsão aquosa, formulada a partir de um composto de co-polímero estirenado e cargas inorgânicas, também foi outra novidade apresentada pela empresa, trazendo um novo conceito de revestimento de bloqueio, que confere propriedades antiescorregamento a papéis e cartões, sendo inclusive aprovada para ter contato com gêneros alimentícios e indicada para embalagens de produtos empilháveis.

    Outro desenvolvimento da empresa que também deverá substituir filmes de polietileno confere aos papéis e cartões alta barreira à gordura, devendo beneficiar o setor de embalagens de alimentos processados, como sanduíches, batatas fritas, pipocas, etc. Segundo Hoffmann, trata-se de um fluorquímico, compatível com grande variedade de aditivos aniônicos e não-iônicos, que pode ser empregado em papéis com ou sem tratamento superficial, e que não age como formador de filmes, mas atua por absorção nas fibras individuais, proporcionando superfícies com baixa energia, sobre as quais líquidos não-polares tendem a reticular.

    Uma nova geração de agentes que melhoram a resistência física dos papéis a úmido, apresentando baixo teor de organoclorados, e constituída por resinas poliamidaminas e epicloridrina, também destacou-se entre as novidades desta exposição. Desenvolvida para uma grande variedade de papéis (kraft, toalha, lenço, higiênico, decorativo, filtro, de segurança, etc.), essa linha, de acordo com Hoffmann, praticamente não exerce influência negativa sobre a “hidrofilidade”, mas permite trabalhar com pH mais altos, o que confere ao papel maior estabilidade, tornando-o menos quebradiço.

    Na área de pigmentos brancos, insumos minerais destinados às indústrias de papel, tintas, plásticos, cremes dentais, cosméticos e cerâmica, o grupo francês Imerys, que também atua com carbonato de cálcio e caulim, anunciou na exposição investimentos de US$ 50 milhões no País até 2006.

    Depois de ter investido US$ 10 milhões na modernização da Quimbarra, adquirida em junho de 2000 do grupo americano Praxair, o grupo firmou joint-venture com o investidor brasileiro Cláudio Roberto Hoff, criando a White Claytech, em julho de 2001 em Embu-Guaçu-SP, projetando dar base ao lançamento de novos produtos.

    Química e Derivados: Papel: Moura - Logos transfere fábrica para Leme - SP.

    Logos transfere fábrica para Leme – SP.

    Fuga da capital – A Logos Química escolheu o interior paulista para sediar todas as suas operações industriais, incluindo o laboratório de pesquisa e desenvolvimento, responsável por todas as sínteses efetuadas pela empresa, levando em conta as necessidades e aplicações específicas dos clientes.

    “Até o final do ano, nossa fábrica de Barueri-SP será transferida para Leme-SP, a 200 quilômetros da capital, ocupando área construída de 8.500 m², onde daremos grande destaque à produção de aditivos utilizados pelas indústrias de papel e celulose”, afirmou o diretor José Paulo B. de Moura. Nessa categoria, incluem-se os antiespumantes em base óleo e água, cada vez mais utilizados na lavagem e branqueamento da celulose e também empregados na evaporação de licor negro, em máquinas de papel e em banhos de revestimento.

    Outras linhas de produtos cuja demanda deverá crescer, segundo avaliou o diretor, são constituídas por quelantes, utilizados no branqueamento de celulose e pastas e os inibidores de corrosão, além de empregados no branqueamento e secagem da celulose e nos circuitos das máquinas de papel.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *