Equipamentos e Máquinas Industriais

Medidores – Opções de alta tecnologia em vazão e nível ficam mais acessíveis

Marcelo Fairbanks
15 de março de 2011
    -(reset)+

    Química e Derivados - Cassius Magdo de Barros - Yokogawa América do Sul, eletromagnético

    Barros: eletromagnético com dois fios é estável e dá alta precisão

    Áreas de campo com limitação de carga instalada podem se valer desses instrumentos para obter melhores dados de vazão, sem ultrapassar os limites de segurança. “Esse medidor usa a energia do barramento de campo, da rede de instrumentação, e dispensa alimentação por rede elétrica”, comentou. O medidor consegue operar bem mesmo em baixas vazões por usar bobinas mais densas, alcançando precisão de 0,5% a 0,35%, dependendo do fluido, mas é indicado para diâmetros pequenos, pela baixa potência.

    A linha AXF, da Yokogawa, alimentada por quatro fios, pode ser aplicada em tubos até 40 polegadas, sem problemas. “Os diâmetros mais vendidos no Brasil ficam entre uma e oito polegadas”, informou Barros. Os instrumentos de quatro fios ficaram mais robustos para atender áreas críticas, muito agressivas, como as seções com licores na indústria de celulose e papel, com profusão de ácidos e álcalis a quente.

    Além da alta potência, os medidores de quatro fios podem ter duas ou quatro bobinas para melhor leitura. “Basta que a condutividade seja superior a um microsiemens”, explicou Barros. Estão disponíveis vários tipos de eletrodos e de revestimentos para lidar com ampla gama de fluidos. A Yokogawa também pode usar eletrodos capacitivos, dispensando as bobinas, fazendo a leitura pela diferença da capacitância. “Essa alternativa é usada em tintas e vernizes, lama asfáltica e resíduo aromático, ou em fluidos que fiquem impregnados nas paredes internas”, comentou.

    Detentora da marca de mais de um milhão de medidores de vazão eletromagnéticos produzidos em mais de trinta anos de atuação, a Endress+Hauser aponta os diferenciais da sua linha. “Usamos campos com pulsos em corrente contínua, para evitar interferências externas, e colocamos quatro eletrodos”, afirmou André Nadais. Dois eletrodos se encarregam da medição, um outro serve como ponto de terra para fechar o circuito, dispensando o anel de aterramento, colocado na entrada do medidor, enquanto o quarto eletrodo detecta se o tubo está cheio, condição para o funcionamento adequado do instrumento. “O anel de aterramento é atacado pelo fluido e sua substituição requer a parada da linha”, explicou.

    Química e Derivados - Tabela - Medidores - Guia para Medição de Vazão

    Guia para Medição de Vazão – Clique para ampliar

    Nadais também ressalta os avanços nos diagnósticos realizados pelo instrumento, capaz de apontar problemas de incrustação, falha de aterramento ou tubo vazio. “Nesses casos, as leituras não são feitas e um aviso de erro específico é emitido”, disse. Os sensores se tornaram mais robustos e os materiais de construção ganharam alternativas para situações mais severas, incluindo flanges de aço-carbono revestidas com zinco e alumínio, revestimentos internos de PTFE/PTFA, poliuretano, borracha sintética e poliamida.

    Mesmo assim, a técnica ainda enfrenta desafios, como as leituras das lamas de minérios. “Há casos de líquidos com 70% de sólidos que exigem aumentar para 50 Hz a frequência de excitação para evitar problemas de ruídos, mas sem aumentar o consumo de energia”, afirmou. A precisão chega a 0,2%. A Endress+Hauser possui medidores eletromagnéticos também com dois fios de alimentação. A linha completa atende uma faixa de diâmetros nominais de dois a 2.400 milímetros.

    A Conaut, em parceria com a Krohne, lançou um medidor eletromagnético acionado por bateria, com duração estimada em quinze anos, dependendo da frequência de captação de dados. “Esse instrumento serve tanto para aplicações em locais remotos, distantes da rede de energia, ou também para evitar adulteração nas leituras, provocada pelo desligamento intencional da alimentação”, explicou Banhara.

    Uma alternativa para eliminar problemas com o desgaste do anel de aterramento é um dispositivo virtual. “O conversor simula um sinal de terra, dispensando a presença do anel, uma boa solução para situações com fluidos corrosivos”, comentou o gerente comercial.

    A linha de medidores eletromagnéticos oferecida pela Conaut compreende diâmetros de 2,5 a 3 mil mm, com revestimentos variados, de elastômeros a cerâmicas, incluindo poliuretano. São instrumentos com exatidão de 0,5% a 0,15%, possuindo versões para áreas classificadas e aplicações sanitárias (3A). Há um medidor especial para tubos parcialmente cheios.

    Química e Derivados - Medidor eletromagnético AXR, da Yokogawa, alimentado por dois fios

    Medidor eletromagnético AXR, da Yokogawa, alimentado por dois fios

    A Emerson também produz medidores eletromagnéticos, em Sorocaba-SP. “Estamos investindo US$ 35 milhões na construção de uma nova fábrica no mesmo sítio, para reforçar nossa produção local de válvulas, medidores e transmissores de pressão, além dos medidores eletromagnéticos, entre outros itens”, detalhou Maurício Negrão. A unidade nacional fabrica os tubos e monta medidores, especialmente os de grandes diâmetros, cujo custo de transporte seria proibitivo. A implantação de linhas fabris para outras tecnologias de medidores seria inviável. “Melhor trazê-los da nossa unidade no México”, afirmou.

    As aplicações de medição de vazão em saneamento básico poderiam representar um grande mercado para os medidores eletromagnéticos, principalmente nos tubos de grandes diâmetros. No entanto, normas de incentivo à participação de pequenas e médias empresas em licitações favorecem a atuação de importadores desprovidos de estruturas de assistência técnica e engenharia. “Eles podem apresentar um lance posterior um real mais baixo que o melhor da concorrência e levar o contrato, mas quem vai garantir a operação desses instrumentos?”, indagou Banhara.



    Recomendamos também:








    Um Comentário


    1. Obrigado por me ajudar a entender, realmente me foi útil.



    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *