Equipamentos e Máquinas Industriais

Máquinas – Incentivos do governo ajudam, mas a instabilidade econômica ainda gera incertezas no setor

Jose P. Sant Anna
25 de fevereiro de 2014
    -(reset)+

    Química e Derivados, Exportação MENSAL US$ bilhões FOBNúmeros – De acordo com informações prestadas pela Abimaq, o setor apresentou, no período de janeiro a outubro de 2013, faturamento de R$ 66,95 bilhões, número 5% inferior ao apresentado no mesmo período do ano passado. Depois de um início de ano muito negativo, as vendas passaram a se recuperar a partir de maio. Apesar da curva ascendente, será difícil constatar recuperação quando for fechado o resultado total do ano. Se o faturamento caiu, a taxa de produção física subiu 5,8%. O número mostra o aperto das margens de lucro da indústria nacional, necessário para enfrentar a concorrência dos importados.

    O consumo aparente foi de R$ 102,49 bilhões, número 6,9% superior ao do mesmo período do ano anterior. Considerando-se a desvalorização cambial, a taxa de crescimento caiu para 1,4%. As importações nos dez primeiros meses do ano foram de US$ 2,95 bilhões, 6,9% do registrado no mesmo período de 2012. Os Estados Unidos lideram entre os países fornecedores, com 25% do total. Em segundo lugar aparece a China, com 16,9%. Uma ressalva: em 2007, a China respondia por 8,2%, menos da metade do número atual. As exportações no período chegaram a US$ 10,11 bilhões, 11,9% a menos do que no ano anterior. A América Latina corresponde a quase 40% das vendas, seguida pelos Estados Unidos, com 21%.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *