Líquidos inflamáveis

Conheça a norma regulamentar Nº20, que cuida da execução do trabalho com líquidos inflamáveis e combustíveis, e outros detalhes

Para compreender os líquidos inflamáveis é preciso se socorrer da norma regulamentadora Nº20, que estabelece algumas diretrizes sobre segurança e saúde no trabalho com inflamáveis e combustíveis.

Como se pode perceber este documento traz uma diferenciação entre inflamáveis e combustíveis, além de apontar os requisitos para a gestão da saúde e segurança dos trabalhadores no desenvolvimento da atividade com esses produtos.

“20.1.1 Esta Norma Regulamentadora – NR estabelece requisitos mínimos para a gestão da segurança e saúde no trabalho contra os fatores de risco de acidentes provenientes das atividades de extração, produção, armazenamento, transferência, manuseio e manipulação de inflamáveis e líquidos combustíveis”.

Conhecer a fundo os riscos da atividade com líquidos inflamáveis e combustíveis é primordial para se evitar acidentes e assim garantir a saúde e integridade física do colaborador, além da preservação do patrimônio da empresa e do meio ambiente.

Acesso Rápido no post

O que são líquidos inflamáveis?
Qual é a diferença entre líquidos inflamáveis e combustíveis?
Principais cuidados com a exposição e o manuseio destas substâncias
Capacitação dos profissionais
Utilização de equipamento de proteção individual
Embalagens apropriadas

O que são líquidos inflamáveis?

A NR Nº 20 estabelece a definição de líquidos inflamáveis por meio de requisitos técnicos, incluindo o ponto de fulgor, ou seja, a menor temperatura na qual um líquido desprende quantidade suficiente de vapor para formar uma mistura inflamável com o ar, próximo a sua superfície.

“20.3 Definições

20.3.1 Líquidos inflamáveis: são líquidos que possuem ponto de fulgor ≤ 60ºC (sessenta graus Celsius).

20.3.1.1 Líquidos que possuem ponto de fulgor superior a 60ºC (sessenta graus Celsius), quando armazenados e transferidos aquecidos a temperaturas iguais ou superiores ao seu ponto de fulgor, se equiparam aos líquidos inflamáveis.

20.3.2 Gases inflamáveis: gases que inflamam com o ar a 20ºC (vinte graus Celsius) e a uma pressão padrão de 101,3 kPa (cento e um vírgula três quilopascal).

20.3.3 Líquidos combustíveis: são líquidos com ponto de fulgor > 60ºC (sessenta graus Celsius) e ≤ 93ºC (noventa e três graus Celsius)”

Também vale dizer que os líquidos inflamáveis são considerados produtos perigosos. Há 9 classes de produtos perigosos, classificadas pela Organização das Nações Unidas (ONU), e os líquidos inflamáveis pertencem a classe 3. São elas:

  • Classe 1: Explosivos.
  • Classe 2: Gases.
  • Classe 3: Líquidos inflamáveis.
  • Classe 4: Sólidos inflamáveis.
  • Classe 5: Substâncias oxidantes e peróxidos orgânicos.
  • Classe 6: Substâncias tóxicas e substâncias infectantes.
  • Classe 7: Material radioativo.
  • Classe 8: Substâncias corrosivas.
  • Classe 9: Substâncias e artigos perigosos diversos.

Estas classes podem apresentar subclasses, como por exemplo, os gases estão subdivididos em gases inflamáveis, gases não inflamáveis e não tóxicos e gases tóxicos.

Neste material os líquidos inflamáveis são apresentados como “Líquidos inflamáveis: são líquidos, misturas de líquidos ou líquidos que contenham sólidos em solução ou suspensão, que produzam vapor inflamável a temperaturas de até 60,5°C, em ensaio de vaso fechado, ou até 65,6ºC, em ensaio de vaso aberto, ou ainda os explosivos líquidos insensibilizados dissolvidos ou suspensos em água ou outras substâncias líquidas”.

 Líquidos Inflamáveis
Líquidos Inflamáveis

Dessa forma, são líquidos inflamáveis os líquidos, misturas de líquidos ou líquidos contendo sólidos em solução ou suspensão que produzem vapores inflamáveis em temperatura menor ou igual a sessenta graus Celsius. Exemplos, benzeno, álcool, solvente, entre outros.

Qual é a diferença entre líquidos inflamáveis e combustíveis

Como vimos, a norma regulamentar Nº 20 diferencia os líquidos inflamáveis dos combustíveis conforme o ponto de fulgor:

  • Líquidos inflamáveis: aqueles que possuem um ponto de fulgor inferior a 60ºC, ou ainda, que em certas condições de temperatura e pressão entram em combustão com facilidade, podem sair do estado líquido e virar chama. Exemplos: acetileno, solvente, gasolina, benzeno, detergentes sintéticos, etc.
  • Combustíveis: Aqueles que possuem um ponto de fulgor superior a 60ºC e inferior a 93ºC. É necessária a interferência de um fator externo para que haja combustão, como ar, acúmulo de gás ou vapor inflamável e  fontes de ignição. Exemplos de combustíveis: óleo diesel, gás liquefeito propano (GLP), querosene, entre outros.

Já n GSH (Sistema Harmonizado Globalmente para a Classificação e Rotulagem de Produtos Químicos (GHS),
também conhecido como “Purple Book”, os líquidos inflamáveis são divididos em 4 categorias:

Categoria 1: Ponto de fulgor < 23ºC e ponto de ebulição ≤ 35º
Categoria 2: Ponto de fulgor < 23ºC e ponto de ebulição > 35º
Categoria 3: Ponto de fulgor ≥ 23º e ≤ 60ºC
Categoria 4: Ponto de Fulgor > 60º e ≤ 93ºC (NA NRº 20 a categoria 4 este é considerado líquido combustível).

O GHS é um documento desenvolvido pela ONU com o intuito de padronizar as informações de risco em todo o mundo.

A ABNT NBR 7505-1 que trata da armazenagem de líquidos inflamáveis e combustíveis traz ainda uma outra interpretação, considerando como “Líquidos inflamáveis: Líquidos que possuem ponto de fulgor inferior a 37,8°C e pressão de vapor menor ou igual a 275,6 kPa (2 068,6 mm Hg), denominados classe I, e são subdivididos em:

a) classe IA: Líquidos com ponto de fulgor inferior a 22,8°C e ponto de ebulição inferior a 37,8°C;

b) classe IB: Líquidos com ponto de fulgor inferior a 22,8°C e ponto de ebulição igual ou superior a 37,8°C;

c) classe IC: Líquidos com ponto de fulgor igual ou superior a 22,8°C e inferior a 37,8°C”.

Principais cuidados com a exposição e o manuseio dos líquidos inflamáveis

Frente ao risco que representam, estes materiais precisam ser manipulados com muito cuidado e de acordo com a legislação vigente e as normas regulamentadoras. Vejam algumas medidas que precisam ser implementadas para e evitar acidentes e garantir a segurança dos colaboradores.

Capacitação dos profissionais

A capacitação dos trabalhadores deve ser realizada a custo do empregador e durante o expediente normal da empresa.

“20.12.2 O tipo de capacitação exigida está condicionado à atividade desempenhada pelo trabalhador, à classe da instalação e ao fato do trabalhador adentrar ou não na área e manter ou não contato direto com o processo ou processamento”. (NR Nº 20).

Os cursos de capacitação podem ser dos seguintes tipos:

a) Curso de Iniciação sobre Inflamáveis e Combustíveis;

b) Curso Básico;

c) Curso Intermediário;

d) Curso Avançado I;

e) Curso Avançado II;

f) Curso Específico.

Utilização de equipamento de proteção individual

Os EPIs são essenciais para o manuseio de líquidos inflamáveis, protegendo a saúde e a integridade física do trabalhador.

Embalagens apropriadas

É necessário que se utilize embalagens que garantam a estanqueidade, isto é, que impeçam o vazamento do líquido e estejam de acordo com as normas técnicas.

A NR 6 dispõe que “6.1 Para os fins de aplicação desta Norma Regulamentadora – NR, considera-se Equipamento de Proteção Individual – EPI, todo dispositivo ou produto, de uso individual utilizado pelo trabalhador, destinado à proteção de riscos suscetíveis de ameaçar a segurança e a saúde no trabalho”.

O Artigo 166 da Consolidação das Leis Trabalhistas determina que “A empresa é obrigada a fornecer aos empregados, gratuitamente, equipamento de proteção individual adequado ao risco e em perfeito estado de conservação e funcionamento, sempre que as medidas de ordem geral não ofereçam completa proteção contra os riscos de acidentes e danos à saúde dos empregados”.

O transporte de produtos perigosos, que inclui os líquidos inflamáveis, também está submetido uma rígida legislação. Confira em detalhes no artigo Transporte de Produtos Químicos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios