Lecitina de soja

Lecitina de soja: não ficou nada fora! Venha conhecer suas principais propriedades a aplicações industriais.   

A lecitina de soja é uma substância muito versátil que apresenta como principal propriedade a emulsificação. Em razão dessa capacidade de dar liga nas substâncias e proporcionar uma textura mais homogênea, esta substância é muito utilizada na indústria de alimentos e cosméticos.

Acesso Rápido no post

O que é lecitina de soja?
Principais características
Onde é aplicada a lecitina de soja
Manuseio da lecitina de soja
Onde encontrar fornecedores da lecitina de soja?

O que é lecitina de soja?

A lecitina é formada por uma mistura de glicolípidos (10%), triglicéridos (35%) e fosfolípidos (50%), carboidratos, pigmentos, carotenóides e outros compostos de baixo teor. Dentre os fosfolípidos, podemos destacar 3 tipos presentes na lectina de soja: fosfadilcolina, fosfadiletanolamina e fosfadilinositol.

É encontrada naturalmente em diversos alimentos, como soja, gema do ovo e em diferentes óleos vegetais. Em razão da disponibilidade e das propriedades emulsificantes, a fonte mais comum é a soja, em que a lecitina de soja é extraída mecânica ou quimicamente, do grão e óleo de soja. Em torno de 95% da lecitina utilizada comercialmente é derivada da soja.

Vale alertar, no entanto, que na química a lecitina é usada como sinônimo da fosfatidilcolina pura.

    Orçamento Rápido

    GuiaQD.com.br

    Informe os produtos que deseja receber cotação.

     

    Principais características:

    • Composto orgânico;
    • Rico em fósforo, colina, inositol, ácidos graxos, triglicérides e mais.
    • Aspecto: sólido (pó);
    • Apresenta óleos essenciais, incluindo ácido linoléico e linolênico (ômega 3 e 6);
    • Tem efeitos positivos na regulação dos níveis de colesterol e triglicérides no sangue, além de contribuir para a saúde da memória, coração, fígado e no desenvolvimento fetal e infantil;
    • Não solúvel na água;
    • Emulsificante (surfactante ou tensoativo): a propriedade emulsificante contribui para misturar ingredientes, ou seja, possibilita a formação ou manutenção de uma mistura uniforme. Ele altera a tensão superficial dos produtos, em geral líquidos, por exemplo, óleo e água, ajudando a dar liga e espalhar mais facilmente.

    Os emulsificantes agem de diversas maneiras, conforme o produto em que são aplicados. Caracterizam-se por ter uma parte polar e outra apolar na mesma molécula, fazendo com que se unam compostos apolares e polares. Eles interferem na orientação da molécula de superfície e na interface dos sistemas de fases, atuando como agente facilitador nas formações de emulsões.

    As propriedades tensoativas da lecitina derivam da estrutura molecular dos fosfolipídios, que são compostos por 3 componentes em porções quase iguais: fosfadilcolina, fosfadiletanolamina e fosfadilinositol.

    A lecitina pode ser combinada com outros emulsficantes ou modificada quimicamente para obter emulsões mais estáveis.

    • Estabilizante: esta substância ajuda a manter a consistência e a estabilidade de muitos alimentos, por exemplo molhos e margarinas, impedindo que se separem ou formem grumos.
    • Sustentabilidade: como se trata de um ingrediente natural e renovável, a sua utilização torna os processos mais sustentáveis.
    • Agente umidificador para certos produtos: o agente umidificado é aquele que tem capacidade de reter água e a lecitina de soja pode ser utilizada com esta função em alguns alimentos, como pães, e em produtos de cuidados especiais. Na panificação, ela é adicionada para reter a umidade, impedindo que o produto fique seco. Já na indústria cosmética, ela ajuda a reter a umidade da pele, deixando-a bem hidratada.

    Para que serve?

    Por causa das suas propriedades, emulsificantes, estabilizantes, nutricionais e sustentáveis, a lecitina de soja tem ampla aplicação em diversos setores da indústria. Confira em detalhes os principais produtos que contém a lecitina de soja:

    • Indústria de alimentos: pães, balas, caramelos, confeitos, sorvetes, bebidas, aperitivos, biscoitos, bolos, tortas, sorvetes, cereais matinais, massas, produtos achocolatados, cremes vegetais, chantily, molhos, sopas, margarina, maionese e outros produtos processados.  Também pode ser aplicado como emulsificante e estabilidade em diversas bebidas.

    Na indústria de chocolates, a lecitina de soja tem contribuído para melhorar a aparência, textura, sabor e aroma do chocolate, além de diminuir a viscosidade.

    • Indústria de cosméticos: cremes, loções, produtos para cabelo, sabonetes e produtos de limpeza facial e outros produtos de cuidados pessoais. A lecitina de soja é aplicada como emulsionante, emoliente, agente antiestático e condicionador, servindo para hidratar e suavizar a pele.
    • Indústria farmacêutica: produção de suplementos e medicamentos. A colina, presente em sua composição, é um nutriente essencial para o bom funcionamento do corpo, principalmente do cérebro e do sistema nervoso;
    • Medicamentos: utilizada em medicamentos e suplementos alimentares;
    • Tintas, vernizes e lubrificantes: sua aplicação é realizada com a função de melhorar a viscosidade e estabilidade;
    • Rações para animais de estimação: a lecitina de soja ajuda na absorção de nutrientes, melhorando a pele e o pelo dos animais.

    Leia Mais
    Emulsificantes Aditivos Polivalentes Tornam Alimentos Mais Saudáveis e Macios e Ajudam a Reduzir os Lípidos
    Abrafati 2015: As novidades da feira
    Abrafati – Distribuição se reestrutura e consegue ampliar portfólio
    Abrafati: As novidades da feira

    Medidas de manuseio da lecitina de soja

    Tendo em vista que não se trata de um produto químico classificado como perigoso, recomenda-se apenas que a manipulação ocorra em local ventilado e o que o colaborador faça uso do equipamento de proteção individual adequado. Durante a utilização da lecitina de soja também é importante que as embalagens se mantenham sempre fechadas, enquanto não estiver sendo usadas.

    Em caso de inalação: não libera vapores;

    – Em caso de contato com a pele: remover as roupas contaminadas e lavar o local atingido com água morna e depois secar;

    – Em caso de contato com os olhos: recomenda-se lavar os olhos com água morna e secar posteriormente;

    – Em caso de ingestão: Não é nociva.

    Quanto ao armazenamento, é preciso que seja realizado em local coberto, à sombra e seco.

    Onde encontrar fornecedores de lecitina de soja?

    Para encontrar os principais fornecedores de lecitina de soja no Brasil, acesse o Guia QD, o mais completo guia eletrônico de compras e vendas do setor químico e importante ferramenta da editora QD para o desenvolvimento de negócios entre fornecedores e compradores.

    Nele, você tem acesso rápido a diversos fornecedores e ainda conta com a facilidade de realizar vários orçamentos de uma só vez para diversas empresas.

    Nenhuma ferramenta do mercado oferece um suporte tão grande como o Guia QD. Experimente essa incrível facilidade e veja como é possível ganhar tempo em suas cotações e agilizar suas compras.

      Orçamento Rápido

      GuiaQD.com.br

      Informe os produtos que deseja receber cotação.

       

      Deixe um comentário

      O seu endereço de e-mail não será publicado.