Inovação Na indústria de Tintas: Momento de Lançar Produtos com Atributos Diferenciados

Inovação: Subproduto da Pandemia - Faz a indústria “pensar fora da caixa” - Coluna Abrafati

Gosto sempre de olhar o lado positivo em todas as situações: o copo pela metade, para mim, é um copo meio cheio, não meio vazio.

Dito isso, quero destacar aqui um dos subprodutos da atual pandemia, que é comum a muitos momentos de crises profundas:

a busca da inovação, que traz consigo a descoberta, invenção e/ou adoção de novas maneiras de fazer as mesmas coisas, assim como o abandono de velhas práticas.

Por onde quer que se olhe, é possível ver exemplos da notável capacidade de adaptação das empresas e de impressionantes saltos tecnológicos por elas realizados, que abriram novas possibilidades e perspectivas – e, em alguns casos, resultaram inclusive em novas frentes de negócios.

Alguns anos atrás, quando ninguém pensava em pandemia, a norte-americana Diane Deacon, coautora do livro Think Out of the Box, disse em uma entrevista algo que é muito adequado para o momento atual (e para outros também):

“A questão é que muitas coisas estão mudando à sua volta. Se você não está pensando fora da caixa, e sendo parte da mudança, você provavelmente será deixado para trás”.

Essa declaração sintetiza a necessidade de um olhar atento e de uma nova atitude, diante da expulsão forçada de todas as empresas e de seus profissionais da chamada zona de conforto.

Muitas organizações já defendiam a importância de inovar sempre, de buscar maneiras melhores de fazer as coisas, mesmo as que estão dando certo.

Mas foi necessário um grande choque, um tsunami que desmontou certezas e fundamentos inabaláveis, para que todos se dessem conta de que era a hora de colocar em prática aquilo que, quase sempre, estava apenas no campo das ideias e do wishful thinking: expressões como “pensar fora da caixa” ou “novas formas de olhar” e palavras como inovação, flexibilidade e criatividade.

Assim, além da pandemia, 2020 entrará para a história como o ano em que todos se movimentaram para avaliar novas possibilidades, repensar modelos de negócios, acelerar a digitalização de serviços e atividades, intensificar a experimentação, adaptar-se a demandas e cenários inéditos, buscar parcerias e formas de trabalho em cooperação.

Indústria de Tintas: Em outras palavras, foi o ano da inovação.

Em produtos, em serviços, em processos, em gestão, em marketing e comunicação.

Na indústria de tintas, foi o momento de lançar produtos com atributos diferenciados – tanto para atender às preocupações com higiene e saúde, como para oferecer mais praticidade e variedade de opções para quem desejava investir para ter mais conforto e bem-estar na sua casa.

Foi, também, uma oportunidade de inovar na forma de mostrar ao público em geral que a indústria de tintas é indispensável para inúmeras outras indústrias, incluindo as que atuam nas linhas de frente do combate ao coronavírus e as que fornecem itens de primeira necessidade para a população.

Um dos resultados foi a criação da hashtag #TintaÉEssencial, amplamente utilizada desde então.

No marketing e na comunicação, abriram-se diversas possibilidades de fortalecer as mensagens sobre o papel fundamental das tintas, especialmente as imobiliárias, para o embelezamento, a renovação, a valorização, a proteção, a recuperação, a personalização dos imóveis, dos ambientes, assim como dos mais variados objetos e bens.

Em campanhas, materiais promocionais, conteúdos para redes sociais, tutoriais e nas mais variadas formas de levar informação ao consumidor final e aos influenciadores, essa mensagem foi amplamente disseminada, da mesma forma que nos treinamentos e orientações para profissionais do varejo e pintores.

São argumentos fortes, que conquistaram um valioso espaço e seguirão proporcionando oportunidades pelos próximos anos.

As inovações relacionadas ao mundo digital são parte destacada desse conjunto, tanto no que se refere à comunicação, quanto no que diz respeito aos novos recursos para as vendas – uma vez que já ficou claro que o consumidor será cada vez mais multiplataforma, recorrendo a todos os meios possíveis, de acordo com a sua conveniência, para se informar, escolher produtos, pesquisar preços e comprar.

Encontre milhares de Fornecedores de Produtos para a Indústria de Tintas e Revestimentos – Clique Aqui

 

A pandemia nos pegou de surpresa, nos tirou da zona de conforto, nos gerou inúmeras dificuldades e inquietudes.

Mas deixará um legado em termos do incentivo à inovação e da sua concretização.

Cabe a nós usar essa experiência para transformar, cada vez mais, a inovação em hábito.

Inovação Na indústria de Tintas Química e Derivados - Tinta de qualidade: O mercado e a sociedade saem ganhando ©QD Foto: iStockPhoto
Luiz Cornacchioni é presidente-executivo da ABRAFATI – Associação Brasileira dos Fabricantes de Tintas

Texto: Luiz Cornacchioni

Presidente-executivo da Abrafati – Associação Brasileira dos Fabricantes de Tintas e vice-presidente da LatinPin (Federação Latino-Americana de Associações de Técnicos e Fabricantes de Tintas)

Leia Também: Mais de 10 artigos sobre Tintas: 

  1. Tintas Imobiliárias: Maior permanência em casa estimulou reformas
  2. Desafios e oportunidades para a indústria de tintas 
  3. Resinas para Tinta com desempenho superior ganham mercado
  4. Evento para a indústria se reencontrar
  5. O setor de tintas diante da pandemia 
  6. A indústria de tintas e o combate à Covid-19 
  7. ABRAFATI elege Conselho Diretivo para os próximos dois anos
  8. Disseminando informação para o consumidor – Abrafati
  9. Tintas – Sitivesp completa 80 anos de atuação, com os olhos no futuro
  10. Insumos mais caros afetam setor
  11. Tintas e revestimentos – Qualidade norteia desenvolvimento de produtos
  12. Mercado local tem condições para crescer
  13. Luiz Cornacchioni é o novo presidente-executivo da Abrafati

Química e Derivados -

 ABRAFATI – Associação Brasileira dos Fabricantes de Tintas

Inovação Na indústria de Tintas

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios