Cosméticos, Perfumaria e Higiene Pessoal

In-Cosmetics Latin America: Consumidor pede insumos naturais para frear danos por estresse e poluição

Hamilton Almeida
15 de dezembro de 2016
    -(reset)+

    A recessão no mercado nacional levou, principalmente os representantes das classes C e D, a adquirir produtos mais baratos. Basílio acredita, porém, que esse comportamento pode ser revertido rapidamente: “Se a indústria oferecer itens com um bom custo-benefício, o consumidor vai buscar qualidade”.

    Química e Derivados, Leme: produto quer manter a pele hidratada por mais tempo

    Leme: produto quer manter a pele hidratada por mais tempo

    Já o mercado global de ingredientes movimentou US$ 9 bilhões em 2015, de acordo com Elaine Gerchon, gerente de projetos da Factor-Kline, com o Brasil se posicionando em terceiro lugar, com US$ 1,2 bilhão. O segmento de hair care é o carro-chefe das vendas, seguido por skin care.

    Os surfactantes integram a maior categoria entre os ingredientes, com destaque também para os polímeros e emolientes. “Os formuladores estão procurando ingredientes mais naturais com eficiência comprovada e que trazem diversos benefícios”, afirmou.

    Elaine aposta que o mercado mundial de ingredientes deve crescer 2,8% ao ano e superar o patamar de US$ 10 bilhões até 2020. Para o Brasil, a expectativa é de uma expansão de 1,8% ao ano.

    Ao discorrer sobre “Biodiversidade e a eficácia de ativos naturais em cosméticos”, no workshop “Cosmética 4.0 – O futuro da beleza”, Paulo Benevides, coordenador técnico e científico do Centro de Biotecnologia da Amazônia (CBA), afirmou que 88% dos consumidores brasileiros são conscientes da importância dos produtos sustentáveis, enquanto 32% dos latino-americanos querem cosméticos naturais.

    Química e Derivados, Karina: além de ser natural, insumo deve gerar resultados

    Karina: além de ser natural, insumo deve gerar resultados

    Ele lamentou, entretanto, que o Brasil ainda não transforme a sua biodiversidade em uma grande fonte de riqueza. O país possui a maior extensão de área biodiversa do planeta, mas isso representa apenas 0,017% do PIB. “Poucas marcas fabricam cosméticos com ingredientes naturais em sua essência, que podem ser classificados como biocosméticos”, arrematou.

    Benevides também ressaltou que não há definições legais de regulamentação efetiva para os cosméticos naturais, orgânicos ou verdes. Tendo como horizonte 2030, ele considera, no entanto, que os insumos naturais terão a mesma ou melhor eficácia e custo que os produtos sintéticos, podendo substitui-los nas formulações.

    Embora “mais de 90% dos produtos” de HPPC contenham ingredientes sintéticos, Basílio também coloca as suas fichas no fortalecimento cada vez maior das matérias-primas de origem natural.

    Neste ano, a in-cosmetics LA se destacou também por apresentar o inédito Formulation Lab, laboratório 100% funcional no qual os participantes puderam criar, na prática, formulações usando matérias-primas de empresas como Croda, Chemyunion, Gattefossé, Kobo Brasil, Dow, Dow Corning e Lipoid Kosmetik.

    Química e Derivados, In-Cosmetics Latin America: Consumidor pede insumos naturais para frear danos por estresse e poluição

    Exposição – A iniciativa do Instituto de Tecnologia e Estudos de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Itehpec) de promover a 2ª edição do Prêmio Itehpec obteve 35% a mais de inscrições este ano. A Lipotec/Lubrizol foi premiada na categoria ouro com o ingrediente Cellynkage. A DSM ficou com a prata (Syn-up) e a Basf (Speci`menTM) com o bronze.

    Química e Derivados, Bim: pele de homens fica mais elástica com uso de versican

    Bim: pele de homens fica mais elástica com uso de versican

    O grupo Lubrizol apresentou novos produtos, como o Cellynkage: ingrediente marinho originado de um microorganismo proveniente de salinas, na Costa Branca (Espanha). Proporciona efeito rejuvenescedor para a pele madura. “Este é um produto muito inovador. O mecanismo de renovação celular é a sua chave. Os ensaios clínicos foram rigorosos”, declarou Oriol Vendrell, gerente de vendas da Lipotec em Barcelona, empresa adquirida pela Lubrizol em 2012. Já há clientes provando a novidade.

    Pollushield: ajuda a prevenir a acumulação de partículas de poluição na epiderme e a reabastecer a pele com antioxidantes, aumentando a sua capacidade para resistir a danos causados por metais pesados, material particulado e outros elementos nocivos encontrados nas grandes cidades. O polímero Avalure Flex -6 é multifuncional para cuidados com a pele. Traz como benefícios a estabilização de emulsões, a dispersão de pigmentos, a formação de película, além de ser um modificador reológico.

    “O consumidor busca se sentir bem e quer o natural, tendência que veio para ficar, mas o produto tem que ter performance”, adverte Karina Teixeira, gerente de marketing.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *