In-Cosmetics Latin America: Consumidor pede insumos naturais para frear danos por estresse e poluição

Química e Derivados, In-Cosmetics Latin America: Consumidor pede insumos naturais para frear danos por estresse e poluição

Química e Derivados, In-Cosmetics Latin America: Consumidor pede insumos naturais para frear danos por estresse e poluição

Na expectativa de retomar o crescimento dos negócios a partir de 2017, o setor de HPPC (higiene pessoal, perfumaria e cosméticos) está buscando, cada vez mais, incrementar o uso de ingredientes naturais, além de combater os efeitos da poluição e do estresse. Estas tendências vieram à tona durante a in-cosmetics Latin America, realizada no início de outubro no pavilhão azul do Expo Center Norte, na capital paulista.

Química e Derivados, Basílio: inovação impulsiona o novo ciclo de crescimento
Basílio: inovação impulsiona o novo ciclo de crescimento

Com uma área de exposição 20% maior, o evento reuniu cerca de 200 expositores: 90% das principais marcas globais e a presença inédita de empresas como Cargill e Shin-Etsu. E recebeu a visita de 3.500 profissionais (31% a mais do que em 2015) ligados a P&D, novos negócios, formuladores e compradores.

Química e Derivados, Elaine: surfactantes lideram venda global de ingredientes
Elaine: surfactantes lideram venda global de ingredientes

“É incrível acompanhar o progresso da in-cosmetics Latin America desde o seu lançamento como in-cosmetics Brasil, há dois anos”, avaliou o diretor da Feira, Daniel Zanetti. “Esta é uma feira B2B de um dos setores que mais investem em pesquisa e desenvolvimento”, ponderou o presidente-executivo da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec), João Carlos Basílio. Não à toa, muitas empresas aproveitaram a mostra para mostrar suas novidades.

Química e Derivados, Benevides: país não aproveita bem a biodiversidade local
Benevides: país não aproveita bem a biodiversidade local

Basílio reforçou a importância da inovação como um dos principais propulsores para a retomada do crescimento do setor. Lembrou que, após 23 anos de expansão contínua, o segmento teve uma queda real de 8% do faturamento no ano passado. Se o primeiro semestre deste ano ainda não foi dos mais animadores, agosto reacendeu as esperanças. “Registramos uma expansão dos negócios de 2% em relação ao mesmo mês de 2015”.

Química e Derivados, Vendrell: ingrediente de origem marinha rejuvenesce a pele
Vendrell: ingrediente de origem marinha rejuvenesce a pele

Embora modesto, esse resultado sinaliza uma guinada no ritmo dos negócios, que deverá ficar mais evidente em 2017. A estimativa é que o balanço de 2016 poderá ser negativo (-2%) ou empatar com 2015. Mas o ano que vem deverá registrar uma taxa de avanço acima da inflação, “se não houver aumento dos impostos”, salientou.

Fernando Cruz, consultor do Instituto Euromonitor, comentou que a performance latino-americana é similar à do resto do mundo e que as taxas de crescimento entre 3% e 4% ao ano “estão mais lentas do que há 5 ou 10 anos”. O Brasil representa 53% do mercado regional, seguido por México e Argentina.

O perfil brasileiro é de 91% de produtos de consumo de massa e 9% premium. Aqui, a procura por fragrâncias evolui em ritmo mais acelerado (de dois dígitos, em volume) que o dos demais produtos do ramo. E a venda de produtos para homens variou, entre 2010 e 2015, de um gasto per capita de US$ 30 para US$ 60.

A recessão no mercado nacional levou, principalmente os representantes das classes C e D, a adquirir produtos mais baratos. Basílio acredita, porém, que esse comportamento pode ser revertido rapidamente: “Se a indústria oferecer itens com um bom custo-benefício, o consumidor vai buscar qualidade”.

Química e Derivados, Leme: produto quer manter a pele hidratada por mais tempo
Leme: produto quer manter a pele hidratada por mais tempo

Já o mercado global de ingredientes movimentou US$ 9 bilhões em 2015, de acordo com Elaine Gerchon, gerente de projetos da Factor-Kline, com o Brasil se posicionando em terceiro lugar, com US$ 1,2 bilhão. O segmento de hair care é o carro-chefe das vendas, seguido por skin care.

Os surfactantes integram a maior categoria entre os ingredientes, com destaque também para os polímeros e emolientes. “Os formuladores estão procurando ingredientes mais naturais com eficiência comprovada e que trazem diversos benefícios”, afirmou.

Elaine aposta que o mercado mundial de ingredientes deve crescer 2,8% ao ano e superar o patamar de US$ 10 bilhões até 2020. Para o Brasil, a expectativa é de uma expansão de 1,8% ao ano.

Ao discorrer sobre “Biodiversidade e a eficácia de ativos naturais em cosméticos”, no workshop “Cosmética 4.0 – O futuro da beleza”, Paulo Benevides, coordenador técnico e científico do Centro de Biotecnologia da Amazônia (CBA), afirmou que 88% dos consumidores brasileiros são conscientes da importância dos produtos sustentáveis, enquanto 32% dos latino-americanos querem cosméticos naturais.

Química e Derivados, Karina: além de ser natural, insumo deve gerar resultados
Karina: além de ser natural, insumo deve gerar resultados

Ele lamentou, entretanto, que o Brasil ainda não transforme a sua biodiversidade em uma grande fonte de riqueza. O país possui a maior extensão de área biodiversa do planeta, mas isso representa apenas 0,017% do PIB. “Poucas marcas fabricam cosméticos com ingredientes naturais em sua essência, que podem ser classificados como biocosméticos”, arrematou.

Benevides também ressaltou que não há definições legais de regulamentação efetiva para os cosméticos naturais, orgânicos ou verdes. Tendo como horizonte 2030, ele considera, no entanto, que os insumos naturais terão a mesma ou melhor eficácia e custo que os produtos sintéticos, podendo substitui-los nas formulações.

Embora “mais de 90% dos produtos” de HPPC contenham ingredientes sintéticos, Basílio também coloca as suas fichas no fortalecimento cada vez maior das matérias-primas de origem natural.

Neste ano, a in-cosmetics LA se destacou também por apresentar o inédito Formulation Lab, laboratório 100% funcional no qual os participantes puderam criar, na prática, formulações usando matérias-primas de empresas como Croda, Chemyunion, Gattefossé, Kobo Brasil, Dow, Dow Corning e Lipoid Kosmetik.

Química e Derivados, In-Cosmetics Latin America: Consumidor pede insumos naturais para frear danos por estresse e poluição

Exposição – A iniciativa do Instituto de Tecnologia e Estudos de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Itehpec) de promover a 2ª edição do Prêmio Itehpec obteve 35% a mais de inscrições este ano. A Lipotec/Lubrizol foi premiada na categoria ouro com o ingrediente Cellynkage. A DSM ficou com a prata (Syn-up) e a Basf (Speci`menTM) com o bronze.

Química e Derivados, Bim: pele de homens fica mais elástica com uso de versican
Bim: pele de homens fica mais elástica com uso de versican

O grupo Lubrizol apresentou novos produtos, como o Cellynkage: ingrediente marinho originado de um microorganismo proveniente de salinas, na Costa Branca (Espanha). Proporciona efeito rejuvenescedor para a pele madura. “Este é um produto muito inovador. O mecanismo de renovação celular é a sua chave. Os ensaios clínicos foram rigorosos”, declarou Oriol Vendrell, gerente de vendas da Lipotec em Barcelona, empresa adquirida pela Lubrizol em 2012. Já há clientes provando a novidade.

Pollushield: ajuda a prevenir a acumulação de partículas de poluição na epiderme e a reabastecer a pele com antioxidantes, aumentando a sua capacidade para resistir a danos causados por metais pesados, material particulado e outros elementos nocivos encontrados nas grandes cidades. O polímero Avalure Flex -6 é multifuncional para cuidados com a pele. Traz como benefícios a estabilização de emulsões, a dispersão de pigmentos, a formação de película, além de ser um modificador reológico.

“O consumidor busca se sentir bem e quer o natural, tendência que veio para ficar, mas o produto tem que ter performance”, adverte Karina Teixeira, gerente de marketing.
A holandesa DSM criou o Syn-up, produto que aumenta a resiliência da pele para uma hidratação duradoura. “É um escudo natural da pele”, descreveu Luís Leme, gerente de marketing para a América Latina. Trata-se de um peptídio sintético, derivado de um éster.

Química e Derivados, Theodoropoulos: Rhodia reforça atuação em cuidados capilares
Theodoropoulos: Rhodia reforça atuação em cuidados capilares

A epiderme tem um papel fundamental na capacidade de resistência da pele e as pesquisas realizadas pela DSM demonstraram que a uroquinase e a plasmina, duas serinas proteases, desempenham um papel fundamental no desenvolvimento da boa resiliência da pele.

“O processo produtivo é complexo, envolvendo oito etapas”, assinalou. A empresa também lançou agora duas novidades apresentadas em abril, na in-cosmetics de Paris: Syn-star, peptídio antienvelhecimento da pele; e Syn-eye, peptídio que reduz as linhas, rugas e áreas escuras ao redor dos olhos.

O Speci`Men é um extrato 100% natural desenvolvido pela Basf, que tem como alvo a proteína versican, fundamental para as propriedades viscoelásticas da pele, especificamente para a saúde da pele dos homens. Revitaliza a pele, melhora a tonicidade e há uma redução visível em sinais de fadiga em torno dos olhos, informou Vinícius Bim, gerente regional de marketing – América do Sul para personal care. “Temos mais de cem ingredientes de origem natural”, acrescentou.

A empresa alemã também divulgou o Plantasil 4V: booster de condicionamento que melhora as propriedades sensoriais de xampus, mesmo para fórmulas com baixo teor de tensoativos. Oferece forte efeito condicionante, melhorando a penteabilidade a úmido. “Este produto tem grande possibilidade de aplicação porque diminui custos”, salientou Bim. No começo do ano, a Basf lançou o Tinosorb A2B, filtro solar que protege contra as radiações UVA II e UVB, prevenindo o câncer de pele e o envelhecimento induzido pela radiação solar.

Química e Derivados, Lima: alga vermelha reduz rugas e hidrata melhor a pele
Lima: alga vermelha reduz rugas e hidrata melhor a pele

A Rhodia, do grupo Solvay, mostrou uma tecnologia inédita, criada no Brasil, para formulações de produtos co wash ou cleansing conditioners, que reúne as funções de condicionador para cabelo e limpeza. “Reduz o uso de xampu e contribui com a sustentabilidade (menor quantidade de substâncias químicas e economia de água)”, declarou Georgios Theodororopoulos, gerente de desenvolvimento de negócios de home & personal care da Solvay na América. Este é o primeiro desenvolvimento em fase comercial realizado no ateliê de Paulínia-SP, dentro da estratégia empresarial de concentrar no Brasil o desenvolvimento de tecnologias e produtos para hair care.

A empresa também exibiu novas soluções de associação de catiônicos com redução de quaternários para formulações de condicionadores para todos os tipos de cabelo. O portfólio inclui uma linha de emolientes, em especial o Dhaytan AR33 e o Miristil LIA, destinados a formulações de condicionadores da gama isenta de silicone.

Na área de skin care, o Alkamus S55, solução com base emulsionante a frio, e o Rheomer SC Plus, um polímero acrílico, que amplia a viscosidade das emulsões de óleo em água, atendendo às demandas do mercado que busca produtos com sensorial sedoso e sofisticado nas linhas de skin e sun care. De 2013 a 2016, o grupo Solvay investiu cerca de R$ 300 milhões na compra de duas fábricas paulistas (Taboão da Serra e Itatiba) de especialidades químicas.

Para reduzir o frizz dos cabelos, a Oxiteno expôs um novo agente condicionante, o Oxisense S 0440. O produto, que pode ser adicionado a xampus e condicionadores, foi inspirado nos hábitos e nos oito tipos de cabelos da mulher brasileira, explicou Alexandra Pavanelli, do Research Center, ao revelar que o ingrediente foi criado e desenvolvido no país em cerca de dois anos.

Química e Derivados, Alexandra (esq.) e Celina apresentaram condicionante capilar criado pela Oxiteno
Alexandra (esq.) e Celina apresentaram condicionante capilar criado pela Oxiteno

Além de auxiliar na redução dos danos diários sofridos pelos fios, o Oxisense S 0440 “aumenta a maciez e a penteabilidade”, enfatizou Celina Junqueira Issa, gerente de marketing. Como esse agente dispensa o uso de silicone em boa parte dos produtos de higiene e cuidados capilares, sem afetar sua performance, ela prevê que essa possibilidade de otimização da fórmula pode, inclusive, levar à redução de custos com matéria-prima e estoques.

Química e Derivados, Gislene: Dow e Dow Corning divulgaram portfólio integrado
Gislene: Dow e Dow Corning divulgaram portfólio integrado

No estande da Merck, a novidade foi o RonaCare RenouMer, criado com base no extrato da alga vermelha Polysiphonia elongata, da Costa da Bretanha (noroeste da França). Esta espécie vive em exposição solar constante e possui processos de proteção celular. “É um ativo antiaging para produtos skin care facial. Entre os ativos naturais à base de algas marinhas, este é o que tem maior taxa de eficácia no combate às rugas, cuja redução aparece a partir de 40 dias de uso”, garantiu Leonardo Lima, da área de marketing.

Além disso, “hidrata intensamente a pele, com melhora expressiva da sua elasticidade”. Lima agregou que o produto já tem certificação internacional. É um lançamento global e o primeiro ativo da Merck originário do mar, o que complementa o seu portfólio.

Outro destaque, o RonaCare SereneShield – ganhador do Innovation Prize Cosmetics 2016, na categoria “matéria-prima mais inovadora” – possui o exclusivo sistema 3R, que controla a oleosidade e diminui a formação de acne, tanto para pele jovem como adulta, sem causar efeitos adversos como a esfoliação cutânea.

Pela primeira vez juntas em um evento, a Dow e a Dow Corning divulgaram portfólio combinando desempenho sensorial e texturas diferenciadas. “São produtos inovadores e tecnológicos; estamos apresentando o melhor de duas empresas, o melhor de dois mundos”, apregoou Gislene Attilio Meyer, gerente de marketing da Dow Corning, cuja compra da participação da Corning pela Dow foi anunciada em janeiro e a integração das unidades foi concluída em junho.

Química e Derivados, Nisiyama: Angus expôs linha de neutralizantes para o setor
Nisiyama: Angus expôs linha de neutralizantes para o setor

Entre as originalidades, a linha de proteção da pele contra a poluição dos grandes centros urbanos: SW-8005 C30 Resin Wax e FA 4003 DM Silicone Acrylate ajudam a criar formulações multifuncionais de maquiagens e produtos de cuidado da pele. Já o FC-5002 IDD Resin Gum, além de proteger contra a poluição, também resolve a questão de respirabilidade e conforto da pele. Este filme é para formulação de cremes e maquiagens, muito mais resistentes à transferência de cor, com longa duração e repelência à água.

Os visitantes também puderam conferir, no Sensorial Workshop, as linhas Methocel (polímeros celulósicos não iônicos, solúveis em água, que conferem textura e viscosidade a cremes e loções para a pele, além de promover a formação de espuma rica e cremosa em xampus e sabonetes líquidos), Aculyn (de modificadores reológicos, recomendada para formulações em amplas faixas de pH, especialmente os mais ácidos) e Ethocel (agente de origem vegetal, que propicia a estruturação de formulações base óleo; protege o cabelo e a pele, potencializando a manutenção da hidratação sem sensorial pesado).

Ex-Dow (desde o início de 2015), a Angus Chemical aproveitou a sua primeira vez na in-cosmetics LA para, nas palavras de Mauricio Nisiyama, gerente de marketing, “alavancar a marca” e a sua linha de neutralizantes baseados em amino-álcoois primários para formulações de produtos de cuidados pessoais.

As alcanolaminas da Angus são “extremamente seguras” para a saúde, estão de acordo com todas as legislações globais, informou Ruth Keiko Kuriyama, especialista em aplicação do cliente. Além disso, evitam a formação de nitrosaminas (cancerígenas) e trazem outros benefícios, como produtos de cuidados pessoais mais suaves e estáveis, devido à sua capacidade de tamponamento de formulações em faixas de pH fisiologicamente aceitáveis. Ruth fez palestra no Innovation Seminars, intitulada “Alcanolaminas mais seguras e de alto desempenho em formulações de cuidado pessoal”.

Química e Derivados, Ruth ofereceu alcanolaminas mais seguras para os usuários
Ruth ofereceu alcanolaminas mais seguras para os usuários

Todos os produtos da linha Ultra PC de neutralizantes multifuncionais contém menos de 0,5% de aminas secundárias e menos de 50 ppb de nitrosaminas. São 99% purificadas de forma certificada – ideais para formulações regulamentadas mundialmente. Ruth disse ainda que esses aditivos multifuncionais melhoram desempenho, reduzem etapas de reações e diminuem custos de síntese. Desde setembro, a Univar é distribuidora da Angus.

A Clariant divulgou oito singulares formulações em seu estande, que foi construído inspirado na sustentabilidade, com redução da despesa de energia e reutilização de materiais. Conforme Fabio Caravieri, gerente de marketing de personal care para a América Latina, essas são as novas tendências:

Wash & watch: sabonete líquido com protetor UV. It`s for me: melhora a funcionalidade dos condicionadores – repara os danos do verão; traz brilho no inverno; elimina o frizz nos dias úmidos. The shine you deserve!: óleo capilar com sensorial diferente. Just a minute!: creme facial, revigorante da pele. Gel micellar detox: demaquilante e antipoluição. Ice cream caring: creme facial com experiência sensorial. Cleansing conditioner: condicionador capilar que promove limpeza sem ser agressivo – substitui o xampu. Active fragrances: clareador da pele e antiaging.

No primeiro trimestre de 2017, a Clariant vai inaugurar o Centro Global de Competência em Cabelos (Global Competence Center Haircare – gCCH) em São Paulo, unidade que coordenará os projetos globais de inovação, em estreita colaboração com especialistas e parceiros locais. A empresa leva em conta que o Brasil é responsável por 20% do crescimento mundial em produtos para cuidados dos cabelos.

Química e Derivados, In-Cosmetics Latin America: Consumidor pede insumos naturais para frear danos por estresse e poluição

Química e Derivados, Caravieri: formulações devem aprimorar a sustentabilidade
Caravieri: formulações devem aprimorar a sustentabilidade

Referência no desenvolvimento de ingredientes naturais e orgânicos provenientes da floresta amazônica e de outros ecossistemas nacionais, a brasileira Beraca lançou no mercado um produto exclusivo, a manteiga de bacuri. “Após um ano e meio de pesquisa”, expressou Juliana Checon, gerente de P&D, “chegou-se a um produto que é capaz de aumentar o metabolismo celular em até 50% e melhorar parâmetros fisiológicos como a nutrição e a hidratação profunda, especialmente em peles maduras”.

A manteiga extraída desse fruto amazônico é rica em sais minerais (magnésio, zinco e cálcio), possui as vitaminas D, E e K, além de possuir o aminoácido triptofano que, na presença de luz, é responsável por produzir a serotonina. “O efeito é duradouro”, ratificou Juliana. Para comprovar o poder de nutrição da matéria-prima, a Beraca realizou testes in vitro com cultura de células da pele e testes clínicos com mulheres de mais de 45 anos.

Nesse último caso, com a manteiga de bacuri em concentrações de 2% e 4%, ao longo de 15 dias, comprovou-se uma melhora na integridade da barreira cutânea de 30%, uma redução da taxa da perda de água da pele para o meio externo em 8% e o aumento da hidratação profunda em 15%. A Beraca existe desde 1956. É uma marca do grupo Sabará.

Na linha de produtos 100% naturais e sustentáveis, a Citróleo, de Torrinha-SP, está há 32 anos no mercado e lançou dois inéditos ativos na in-cosmetics. Gabriela Rocha, química tecnóloga da área de controle de qualidade, comunicou que o AlphaAging produz efeito lifting imediato, melhorando a firmeza e a elasticidade, a opacidade e o ressecamento cutâneo. É eficaz na diminuição de rugas e linhas de expressão da pele. E também é rico em antioxidantes naturais.

Química e Derivados, Juliana: manteiga de bacuri hidrata e nutre peles maduras
Juliana: manteiga de bacuri hidrata e nutre peles maduras

O AlphaImprove é um ativo multifuncional 100% natural com eficácia comprovada no tratamento capilar e estrias. A sua composição é rica em triglicérides da cadeia média, ácido láurico e ácido behênico. Foi desenvolvido baseado na sinergia do óleo de babaçu, óleo de pracaxi e do Alpha Bisabolol Natural. Além de reduzir as estrias da pele, restaura a elasticidade, reduz a perda transepidermial de água e acelera o processo regenerativo. Nos cabelos: antifrizz/antivolume, melhora a penteabilidade, repara contra agressores externos e poluição, reestrutura a fibra capilar e dá brilho intenso. “Entramos na linha amazônica há quatro anos e, agora, há um boom de mercado”, revelou Gabriela.

Tradicional empresa agrícola, a Cargill prometeu “revolucionar o mercado cosmético” com o lançamento de uma original categoria de ingredientes, os ultraóleos vegetais Lyveum. A partir da combinação das propriedades naturais dos óleos vegetais (soja, milho, canola, girassol) com o know how da empresa em purificação de lipídeos, conseguiu-se um produto com um grau de pureza maior e menor índice oxidativo, proclamou Cintia Baradel, gerente de contas.

Responsável pelo projeto de desenvolvimento da tecnologia, ela acrescentou que esta é uma alternativa aos óleos minerais em diversas formulações: filtro solar, xampu, condicionador, hidratante, pomada, maquiagem, batom, etc.

Ao antecipar que a Cargill está disposta a fazer “grandes investimentos” na área cosmética, Hélio Ushijima, gerente comercial, revelou que espera faturar US$ 150 milhões/ano com essa linha. Cintia mencionou que o projeto consumiu US$ 300 mil em um ano e meio, aplicados na unidade de Mairinque-SP.

A tecnologia está sendo patenteada e as amostras já estão sendo submetidas aos clientes potenciais. A confiança é tanta que a Cargill pretende colocar nos contratos uma garantia de 50 anos de estabilidade do produto, disse Ushijima. “Pode-se combinar diferentes óleos para alcançar os parâmetros requeridos pelos clientes, como viscosidade, cor e sensorial agradável”, afiançou Cintia.

Química e Derivados, Gabriela: ativos geram efeitos rápidos contra idade e estrias
Gabriela: ativos geram efeitos rápidos contra idade e estrias

Organizada pela Reed Exhibitions, a in-cosmetics Latin America é parte de um grupo internacional de eventos na Europa, Ásia e Américas do Norte e Latina. O evento de São Paulo tem apoio da Abihpec e a próxima edição está agendada para os dias 20 e 21 de setembro de 2017.

Química e Derivados, Ushijima e Cíntia: Cargill investe na combinação de óleos vegetais
Ushijima e Cíntia: Cargill investe na combinação de óleos vegetais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.