HBA: Cosmética evolui para atender cliente

O mercado cosmético exige constante aperfeiçoamento dos industriais, que para se manterem competitivos bus­cam acompanhar a evolução científica e tecnológica no desenvolvimento dos pro­dutos do setor. Para tanto, a HBA South America reuniu os mais importantes profissio­nais do ramo, que aproveita­ram a oportunidade para con­­tatar clientes-alvo e apresentar os mais recentes lançamentos da área. Con­fira a seguir alguns desta­ques da feira.
Clariant

Líder mundial em especialidades químicas, a Clariant marcou presença na feira com novos materiais e conservantes da divisão Functional Chemicals, destinados a produtos de

Química e Derivados: HBA: Lenço da 3M remove oleosidade facial.
Lenço da 3M remove oleosidade facial.

tratamento de rosto, corpo e cabelo. Na linha Personal Care, a novidade ficou por conta das composições. Os chamados blends, associações surfactantes, já vêm prontos, manipulados em proporções testadas e aprovadas. O diferencial seria então a otimização do processo, com economia de tempo e energia, além da diminuição do descarte de embalagens usadas, o que auxilia na preservação do ambiente. Na feira, a Clariant também aproveitou para divulgar o complemento da sua linha de conservantes e biocidas para a indústria de cosméticos, higiene pessoal e farmacêutica.

3M

Lançamento da 3M, o Lenço Removedor de Oleosidade Facial Microporoso, segundo a engenheira de desenvolvimento Maria Cecília Moraes Antunes, não permite absorção de água, mantendo a pele naturalmente hidratada. Com estrutura em polipropileno, o lenço também merece destaque por apresentar baixa remoção de maquiagem comparado a outros similares.

Ipiranga Química

Química e Derivados: HBA: Ribeiro - filtro solar evita aglomeração de partículas.
Ribeiro – filtro solar evita aglomeração de partículas.

Conforme comentou Almir Ribeiro, coordenador da unidade de negócios da Ipiranga Química responsável pelo segmento de cosméticos e farmacêuticos da empresa, o mercado brasileiro de cosméticos é bastante promissor, daí o interesse da Ipiranga de estar sempre buscando novos parceiros.

Os frutos dessas parcerias estiveram expostos no evento, tais como o Granlux, da empresa finlandesa Granula, que, na opinião de Ribeiro, é “um conceito superior para filtros físicos”, pois nas preparações solares mostra-se capaz de evitar a aglomeração de partículas ou de reduzir, e até mesmo eliminar, a pre­ci­pitação ou a separação de fases da emulsão, além de conferir maior estabilidade de pra­teleira. Também fo­ram destaque no estande da Ipiranga os produtos: Synthalen W2000, Veegum e AMP-95.

Chemax

Por meio da divisão matérias-primas, a Chemax apresentou sua tradicional linha de conservantes e lançou uma nova, de poliquaternário e surfactante. “Somos agora uma nova opção, pois trazemos outros produtos além dos já tradicionais existentes no mercado”, comenta Erivaldo Rosa, gerente comer­cial da empresa. Os lançamentos com­põem a linha Hydantoin e Polyquater­nium 10 e Polyquaternium 7.

Química e Derivados: HBA: Rosa - poliquaternários e surfactantes inéditos.
Rosa – poliquaternários e surfactantes inéditos.

Cosmotec

Representante de importantes em­presas internacionais pro­dutoras de ingredientes cos­méticos, a Cosmotec trouxe da Alemanha, por meio da Goldschmidt, pro­dutos como o Cosmocair P813 (ativo com ação antimicrobiana sobre os micro­organismos causa­dores do mau odor da trans­piração) e o SK Influx (composto de ceramidas 1, 3 e 6, colesterol, ácidos graxos e fitoesfingosina); dos Estados Unidos, a Cosmotec apresentou da GE Silicones o SFE 839, modificador de sensorial em formulações skin e hair care; e da Kobo, do Japão, o EA-209, microesferas que atuam no disfarce das rugas.

Já da Espanha, o destaque ficou por conta do Pronalen Bio-Protect (blend de extratos de ginseng, pêssego, maçã, trigo e cevada), produzido pela Provital. “Estamos mostrando aqui na feira os principais produtos de algumas em­presas internacionais que representamos no Brasil”, afirmou a diretora de marketing, Marly M. Yajima Fagliari.

ISP

Química e Derivados: HBA: Marly - blend de extratos vegetais da Espanha.
Marly – blend de extratos vegetais da Espanha.

Já a gerente de desenvolvimento e aplicação de produtos da International Specialty Products (ISP), Vivian Tahan Pohl, apresentou novidades relativas à fotoproteção. Trata-se do Sunspheres, esferas de polímero acrílico que oti­mizam a performance dos outros filtros solares que participam da fórmula.

“Não é um filtro solar como os existentes no mercado, é um agente que ajuda na atuação dos outros”, explica Vivian. Ela afirma que com Sunspheres é possível incrementar de 50 a 80% o valor de fotoproteção solar (FPS) dos produtos, reduzindo a irritabilidade e beneficiando o custo da formulação. Outro lança­mento da ISP foi o Ceraphyl 70. Indi­cado para produtos com ou sem enxá­güe, ele age como principal agente condicionador dos cabelos.

PIC Química

Para João Alfredo Morais, um dos sócios da PIC Química, a grande tendência da indústria cosmética é a fitocosmética, cuja base é a utilização de extratos vegetais nas fórmulas dos produtos. “Todas as empresas que trabalham com produtos naturais têm mercado e, mais, êxito”, disse.

Representante da Alban Muller International, a PIC Química abrigou em seu estande os lançamentos da empresa, focando os phytolaits, produtos de

Química e Derivados: HBA: Vivian mostrou esferas para filtros solares.
Vivian mostrou esferas para filtros solares.

composição natural que combinam princípios ativos hidrossolúveis e lipossolúveis das plantas. Segundo ressaltou Morais, eles atuam como reestruturantes, emolientes e hidratantes, melhorando a estabilidade das formulações.
Rexam

A Rexam Beauty & Closures trouxe inovações em embalagens de cosméticos. Responsável pela nova linha de maquiagem da Avon e pela linha Natura, a Rexam mostra-se preocupada em oferecer um design diferenciado. “É um item que deve ser valorizado, porque agrega valor à marca”, comentou a gerente comercial, Paula Fróes. Além dos produtos nacionais, foram destaque do estande as últimas novidades das marcas internacionais Mary Kay, Lan­côme, Poême e Almay, entre outras.

Química e Derivados: HBA: Alfredo considera a fitocosmética a grande tendência do setor.
Alfredo considera a fitocosmética a grande tendência do setor.

Setor cosmético faturou R$ 7,5 BI

Paralelamente à HBA South America, ocorrreu a 15ª edição do Congresso Brasileiro de Cosmetologia. Realizado pela ABC (As­sociação de Cosmetologia do Brasil), o evento, segundo dados da VNU, atraiu em torno de 500 participantes dos setores técnico e científico, um número representativo diante do quadro de profissionais da área que atuam no Brasil.

Um dos assuntos abordados no congresso diz respeito aos números que movimentam o mercado da beleza. Confiante no crescimento do setor de cosméticos, João Carlos Basílio da Silva, presidente da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos/Sindicato da Indústria de Perfu­maria e Artigos de Toucador no Estado de São Paulo (ABIHPEC/Sipatesp), apontou ten­dências e falou a respeito dos principais segmentos da área.

No ano passado, o setor faturou R$ 7,5 bilhões (líquidos). Número que comprova, segundo Basílio, o caráter rentável desse mercado, desmistificando a idéia de que se trata de uma indústria supérflua para a economia brasileira. “Criamos mais oportu­nidades de emprego do que muitos outros setores, tidos como mais importantes do que o da beleza”, comentou. Em 2000, cerca de 2 milhões de profissionais estiveram ligados à área da beleza, entre empregos diretos, lojas de franquia, venda direta e profissionais liberais, como esteticistas e cabeleireiros.

A expectativa é de que o setor cresça ainda mais nos próximos anos. Basilio contou que existem segmentos muito lucrativos que tendem a favorecer o desenvolvimento desse mercado. Um deles é o de produtos étnicos. “A indústria de modo geral vem buscando novos nichos de mercado, por isso, faço esse alerta quanto aos produtos étnicos. Aqui no Brasil temos todas as raças. Ou seja, dispomos de um diferencial perante os outros países, já que temos um estímulo natural à criatividade do industrial que busca encontrar soluções para satisfazer esse público. O país pode se tornar um pólo de exportação de produtos étnicos”, entusiasmou-se Basilio.

Outro segmento a ser explorado é o de produtos responsáveis pelo retardamento do envelhecimento. Diante do aumento da expectativa de vida do brasileiro e da crescente preocupação da população em manter-se com aparência jovem e saudável, Basilio reforçou que a indústria pode ganhar mais mercado se estiver preparada para atender essa demanda.

Aos interessados por tendências do ramo, mais uma dica: Basilio demonstrou um significativo aumento dos índices de consumo por parte dos homens. Nos últimos dez anos, pode-se dizer que cresceu em 63% o número de consumidores do sexo masculino preocu­pados em cuidar da pele. No segmento coloração capilar, outro dado animador. Ainda na última década, praticamente dobrou o número de homens que consomem esse tipo de produto.

Também foi tema de palestra a aplicação cosmética dos lipídios exóticos. Joãosinho A. Di. Domenico, diretor técnico e industrial da Ionquímica, falou a respeito dos principais lipídios funcionais em Dermocosmética. Segundo Domenico, trata-se de alternativas naturais que se destacam perante outros produtos por atuarem como emolientes, emulsificantes, lubrificantes, solubilizantes e agentes de espalhabilidade. Entre os produtos exóticos, Domenico evidenciou o Illipê, fruto rico em ácidos graxos, e o Lipex Fitoesterol Canola, que age como antioxidante natural e possui ação hidratante e restauradora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.