Há 45 anos a serviço da saúde pública : ABIPLA

É natural que, nessa época do ano, as pessoas, as empresas e as entidades de todos os tipos realizem balanços, mesmo que informais, de suas atividades nos últimos 12 meses.

O cumprimento de metas, os principais desafios enfrentados e as vitórias fazem parte dessa retrospectiva.

No caso da ABIPLA, foi um ano de muito trabalho, mas de grandes conquistas.

A primeira delas é atingir 45 anos de história – completados em 12 de novembro – em defesa de um setor que promove e inova em prol da saúde pública da nossa população, sendo uma referência sobre indicações e tipos de saneantes para os brasileiros.

O reforço da importância dos produtos de limpeza para a saúde das pessoas ganhou destaque com a pandemia.

A correta higienização de ambientes e superfícies, com uso do produto adequado, pode evitar por completo alguns tipos de contaminações.

Além disso, os fabricantes de produtos de limpeza são fornecedores de itens para empresas e concessionárias que lidam com saneamento básico, estreitando ainda mais a relação do setor com a segurança sanitária da população.

E isso é algo que nos orgulha muito.

Outro destaque é o compromisso que nossos associados têm mostrado com o desenvolvimento sustentável de seus negócios.

É muito claro o quão central é este tema para o setor.

O foco na criação de fórmulas biodegradáveis, o uso de elementos não nocivos ao meio ambiente e a preocupação com o estímulo da economia circular em toda a cadeia produtiva estão no topo da lista de prioridades do desenvolvimento de qualquer produto de limpeza.

Lembro, ainda, que a ABIPLA é uma grande incentivadora para que seus associados participem de programas de certificação de reciclagem, a fim de cumprir com a meta definida pela PNRS – Política Nacional de Resíduos Sólidos, tanto que, hoje, todos os nossos associados cumprem na integralidade as cotas de reciclagem propostas no plano nacional.

Dados de mercado

Como entidade representativa do setor, a ABIPLA também tem um papel relevante na divulgação de informações à sociedade e à imprensa. Isso engloba dados de mercado, produção industrial, empregos gerados e tendências de consumo, por exemplo.

Tais divulgações são essenciais para diversos públicos, beneficiando desde empreendedores, em busca de nichos de negócios em crescimento, até estudantes ou profissionais que estejam planejando os próximos passos de suas carreiras.

Além disso, essas informações ajudam aos veículos de imprensa conseguir traçar um panorama de diferentes setores econômicos, permitindo que a sociedade tenha acesso a dados de qualidade e que ajudam a compreender, em profundidade, a realidade da economia brasileira.

Não é necessário lembrar que os últimos anos foram de alta complexidade, para toda a economia nacional.

Apesar dos desafios enfrentados, os fabricantes de produtos de limpeza conseguiram manter seus níveis de produção em um bom patamar, realizaram investimentos e geraram empregos.

Tudo isso foi possível graças à elevada governança, à seriedade das empresas do setor e ao estímulo constante à inovação.

Basta reparar como os produtos de limpeza evoluíram na última década para se ter uma ideia de como o setor investe em pesquisa e desenvolvimento.

O foco é atender às diferentes demandas dos consumidores com tecnologia, segurança de uso e eficiência.

No entanto, lembro que burocracia excessiva e informalidade são grandes obstáculos à inovação em qualquer setor econômico.

Neste ponto, reitero nossos agradecimentos à ANVISA – Agência Nacional de Vigilância Sanitária, que tem se empenhado para agilizar a análise de produtos para comercialização no País.

Um ambiente de negócios mais propício à inovação pode permitir que os brasileiros tenham acesso a produtos de ponta e até a novos nichos de saneantes, comercializados em outros países, mas que ainda têm presença tímida por aqui.

Otimismo

Em nosso balanço de fim de ano, ficamos felizes com as conquistas de 2021 e não esmorecemos diante dos desafios enfrentados.

Apesar de termos vivido um ano bastante conturbado no Brasil, entendo que tivemos uma grande vitória, que é a redução das mortes e internações por Covid-19, em virtude da vacinação em massa.

Também a compreensão da população quanto à higienização ser uma primeira etapa de cuidados com a saúde nos deixa, extremamente, felizes.

A possibilidade do retorno à normalidade – ou algo parecido com a nossa realidade de dois anos atrás – nos enche de otimismo e esperanças de que teremos um grande ano em 2022.

Esperamos que seja um ponto de virada para que possamos buscar nossos objetivos. Após quase dois anos de pandemia, é finalmente possível nos cercarmos das pessoas que amamos e comemorar as Festas.

Aos queridos leitores, um Feliz Natal e ótima passagem de ano, para um 2022 mais próspero e com muita saúde!

Vamos em frente!

Química e Derivados - A vacina chegou, mas os cuidados permanecem - Abipla ©QD Foto: iStockPhotos
Paulo Engler é diretor-executivo da Associação Brasileira das Indústrias de Produtos de Higiene, Limpeza e Saneantes de Uso Doméstico e de Uso Profissional (Abipla)

Paulo Engler é diretor-executivo da Associação Brasileira das Indústrias de Produtos de Higiene, Limpeza e Saneantes de Uso Doméstico e de Uso Profissional (ABIPLA).

Fundada em 1976, a ABIPLA completa 45 anos em 2021, e representa os fabricantes de sabões, detergentes, produtos de limpeza, polimento e inseticidas, promovendo discussões sobre competitividade, inovação, saúde pública e consumo sustentável.

Seus associados representam o mercado de higiene, limpeza e saneantes do Brasil, setor que movimenta R$ 30 bilhões anuais e responde por cerca de 85 mil empregos diretos.

ABIPLA

ABIPLA

A Associação Brasileira das Indústrias de Produtos de Higiene, Limpeza e Saneantes de Uso Doméstico e de Uso Profissional (ABIPLA) foi fundada em 12 de Novembro 1976 com o propósito de representar o setor perante os agentes públicos; promovendo discussões sobre competitividade, inovações, saúde pública e consumo sustentável.

Atualmente, a entidade é referência nacional em assuntos regulatórios e tributários, combate à contrafação (clandestinidade) e adequação às normas de proteção ao meio ambiente. Para a sua elaboração, a Abipla se inspirou nas mais modernas tendências globais sobre o tema, com destaque para as seguintes áreas: redução de produtos químicos em geral, redução da geração de embalagens, redução da emissão de gases de efeito estufa, diminuição do consumo de energia e otimização do uso da água.

Em 1995, a entidade também passou a representar o setor junto ao Comitê de Indústrias de Productos de Limpieza Personal, Hogar y Afines Del Mercosur (Coinplan) e, em 2005, junto à Asociación Latino-Americana de Artículos Domisanitários y Afines (Aliada).

Leia Mais:

Leia Mais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios