Glicerina: o que é, para que serve, propriedades

A glicerina é utilizada por uma série de setores, principalmente para a produção de cosméticos, medicamentos, alimentos, bebidas e papel

A glicerina é uma substância utilizada há muitos anos como matéria-prima para a produção de uma série de produtos em diversos segmentos, principalmente no cosmético e alimentício. É possível encontra-la em batons, sabonetes, hidratantes, xampus, pomadas, tintas, tecidos, tabacos e muito mais.

Acesso Rápido no post

O que é glicerina?
Suas características
Curiosidade da glicerina
Para que serve a glicerina?
Resumo das principais aplicações da glicerina
Tipos de glicerina
Segurança da glicerina
Como a glicerina pode ser obtida?
Onde encontrar fornecedores de glicerina?

O que é glicerina?

Pode ser definida como um composto orgânico incolor, líquido e viscoso pertencente ao grupo dos álcoois. A sua classificação como triálcool deve-se ao fato de conter o grupo hidroxila (OH) ligado diretamente a um carbono saturado.

Também pode ser denominada de outras formas, como glicerol, propan-1,2,3-triol ou propanotriol. O termo glicerina é utilizado comercialmente.

    Orçamento Rápido

    GuiaQD.com.br

    Informe os produtos que deseja receber cotação.

     

     

    Suas características

    Confira as principais propriedades deste importante composto que tem ampla utilização na indústria e serve para a produção dos mais diversos produtos.

    • Líquido oleoso;
    • Incolor;
    • Inodoro;
    • Viscosa;
    • Sabor adocicado;
    • Higroscópico (absorve a umidade do ar);
    • Ponto de fusão é 18,2°C;
    • Ponto de ebulição é 290°C;
    • Apresenta moléculas polares;
    • Muito solúvel em água e álcool;
    • Pouco solúvel em solventes orgânicos;
    • Insolúvel em hidrocarbonetos;
    • Em contato com algum agente oxidante pode ocasionar explosão;
    • Mais denso do que a água. Sua densidade é de 1,261 g/mL, enquanto a da água é 1 g/mL;
    • Apresenta propriedades emolientes, lubrificantes, umectantes, hidratantes e higroscópicas.

    Curiosidade da glicerina

    A glicerina tem uma história fascinante que remonta a mais de duzentos anos atrás. Seu primeiro encontro com a humanidade aconteceu de forma acidental em 1779, quando o químico sueco K. W. Scheele, ao aquecer uma mistura de azeite, se deparou com essa substância peculiar. Ele carinhosamente a denominou de “doce princípio da gordura”.

    Porém, foi somente no início do século 19 que o potencial da glicerina começou a ser verdadeiramente explorado, graças aos estudos do pioneiro pesquisador francês de gorduras e óleos, Chevreul. Mais tarde, em 1883, Berthelot e Lucea estabeleceram a fórmula estrutural da glicerina como a conhecemos hoje, após anos de investigação.

    No entanto, a glicerina só ganhou relevância econômica e industrial quando Alfred Nobel que inventou a dinamite em 1866, após duas décadas de experimentos. A nitroglicerina, estabilizada com sucesso por Nobel, tornou-se um composto altamente explosivo, viabilizando seu manuseio e transporte seguro. Essa invenção impulsionou a glicerina para a frente, tornando-a significativa tanto economicamente quanto militarmente.

    glicerina

    Para que serve a glicerina?

    Como a glicerina é extremamente versátil pode ser aplicada nos mais diferentes setores, por exemplo o cosmético, o farmacêutico, o plástico, o de produção de tabaco, papel, tintas e vernizes e muito mais.

     A glicerina bruta, que é proveniente do biodiesel, é utilizada mais na construção civil, agricultura, destilação e nutrição animal, já a glicerina bidestilada, por sua vez, é utilizada na produção de fármacos, alimentos, tecidos, cosméticos, produtos de higiene pessoal, produtos de limpeza, lubrificante, tintas e vernizes, tabaco, papel e plásticos.

    Confira em detalhes suas principais aplicações:

    • Cosméticos: é utilizada amplamente pela indústria de cosméticos, como emoliente e umectante em razão de não apresentar sabor nem odor. É encontrada nas maquiagens, cremes hidratantes, desodorantes, sabonetes, xampus, loções, pasta de dente, demaquilantes, protetores solares, esfoliantes, perfumes, cremes para barbear e muito mais.

    Vale dizer que embora ela possua propriedades importantes, como ser um umectante, ela não oferece isoladamente os nutrientes necessários para manter a saúde da pele, cabelos e unhas, devendo, assim, ser combinada com outras substâncias para promover hidratação, maciez e proteção.

    • Alimentos: na indústria alimentícia e de bebidas, é aplicada em razão das suas propriedades anticongelante e umectante, que servem para conservar alimentos e bebidas. São exemplos de produtos com glicerina: refrigerantes, chás, bolachas, biscoitos, bolos, molhos de salada, temperos e muito mais. Também possui aplicação para rações animais.

    Também vale destacar que ela é usada como lubrificante em equipamentos processadores de alimentos, visto que não oferece perigo ao entrar em contato com os produtos alimentícios.

    • Tecidos: a glicerina também é utilizada na indústria têxtil com a função de conferir maciez e aumentar a flexibilidade das fibras.
    • Tintas e vernizes: sua aplicação ocorre principalmente para a produção de resinas alquídicas.
    • Indústria farmacêutica: neste setor a glicerina é utilizada para a produção de cápsulas, antibióticos, xaropes, anestésicos, antissépticos, pomadas para queimaduras e para mais uma série de medicamentos.
    • Tabaco: a utilização da glicerina no fumo tem a função de deixar as fibras mais resistentes e evitar a quebra e o ressecamento. Também se aplica na composição do filtro.
    • Indústria do papel: a glicerina pode ser utilizada como agente plastificante na produção de papel.
    • Indústria de explosivos.
    • Produção de colas e adesivos.
    A glicerina pode ser aplicada em vários setores, incluindo o cosmético
    A glicerina pode ser aplicada em vários setores, incluindo o cosmético

    Resumo das principais aplicações da glicerina

      • Indústria alimentícia:
        • Umectante: em pães, massas, sorvetes e outros alimentos para manter a textura e maciez.
        • Solvente: em aromas, extratos e corantes.
        • Conservante: ajuda a prolongar a vida útil de alguns alimentos.
      • Indústria cosmética:
        • Cremes, loções, sabonetes, shampoos, maquiagens: hidrata, amacia e protege a pele e os cabelos.
        • Desodorante: controla o odor corporal.
        • Creme dental
      • Indústria farmacêutica:
        • Base para cremes e pomadas medicamentosas.
        • Excipiente em cápsulas e comprimidos.
        • Veículo para fármacos em soluções orais.
      • Outros usos:
        • Produção de resinas e plásticos.
        • Líquido de freio.
        • Tinta para couro.
        • Conservante de madeira.
        • Removedor de tinta.
        • Líquido para cigarros eletrônicos

    Tipos de glicerina

      • Glicerina USP: grau farmacêutico, a mais pura, utilizada em medicamentos e cosméticos.
      • Glicerina bidestilada: alta pureza, usada em laboratórios e indústrias farmacêuticas e cosméticas.
      • Glicerina técnica: grau industrial, utilizada em diversas aplicações, como produção de resinas, tintas e lubrificantes.
      • Glicerina bruta: menor pureza, utilizada em aplicações menos exigentes, como produção de sabão e limpeza.

    Segurança da glicerina

      • A glicerina é geralmente segura para uso tópico e consumo alimentar em quantidades moderadas.
      • Pode causar irritação na pele e nos olhos em algumas pessoas.
      • Evite o contato com os olhos e mucosas.
      • Em caso de ingestão acidental, procure orientação médica.

    Como a glicerina pode ser obtida?

    Como vimos, a glicerina pode ser obtida a partir de diversas formas, por meio de fontes naturais, incluindo a vegetal e animal, e sintéticas. Dessa forma, ela está presente em todos os óleos e gorduras de origem animal e vegetal, bem como no petróleo e pode ser sintetizada quimicamente em indústrias.

    A glicerina vegetal é um carboidrato produzido a partir de óleos vegetais, como óleo de coco e óleo de palma, e possui como característica alta solubilidade. A glicerina animal, por outro lado, pode ser de origem da gordura animal, como a banha de porco, sebo de bovino e suíno.

    Portanto, ela pode ser produzida por meio de processos químicos e fermentativos, como hidrogenação de carboidratos e fermentação de álcool alélico. Outras formas são a partir da produção de ácidos graxos, produção de sabão e da síntese do biodiesel, visto que esta substância também é um subproduto do biodiesel.

    Importante dizer que na reação de saponificação de triglicerídeos se produz sabão e glicerina, que será posteriormente aproveitada pela indústria.

    Hidrólise de gorduras e óleos:

      • Saponificação: As gorduras e óleos (triglicerídeos) são aquecidos com uma base forte (como hidróxido de sódio ou hidróxido de potássio), resultando na formação de sabão e glicerina.
      • Hidrólise ácida: A gordura ou óleo é aquecido com água e um ácido (como ácido sulfúrico), quebrando os triglicerídeos em ácidos graxos livres e glicerina

    Transesterificação:

      • Este é um processo chave na produção de biodiesel. Os triglicerídeos dos óleos vegetais ou gorduras animais reagem com um álcool (geralmente metanol ou etanol) na presença de um catalisador (como hidróxido de sódio ou hidróxido de potássio), resultando em ésteres de ácidos graxos (biodiesel) e glicerina como subproduto.

    Fermentação:

      • A glicerina pode ser produzida através da fermentação de açúcares por certas cepas de microrganismos, como a levedura Saccharomyces cerevisiae, em condições anaeróbicas.

    Produção sintética:

      • Glicerina pode ser sintetizada a partir do propileno, que é um subproduto da indústria petroquímica. Um dos métodos envolve a oxidação do propileno para formar óxido de propileno, que então reage com água para formar glicerina.

    Onde encontrar fornecedores?

    Os principais fornecedores de glicerina podem ser encontrados no Guia QD, a maior plataforma de compra e venda do segmento químico.

    Esta importante ferramenta da editora QD oferece rápido acesso a diversos fornecedores do Brasil e ainda permite que os visitantes possam realizar vários orçamentos para empresas diferentes de uma só vez.

    No GuiaQD você encontra todas as informações que precisa e ainda ganha tempo com suas cotações. Experimente e veja como otimizar o trabalho na sua empresa.

      Orçamento Rápido

      GuiaQD.com.br

      Informe os produtos que deseja receber cotação.

       

      Deixe um comentário

      O seu endereço de e-mail não será publicado.