Glicerina Bidestilada (Glicerina Bi-Destilada) o que é? Para que serve?

O que é, quais são suas origens, propriedades e para que serve?

O que é Glicerina?

Embora o nosso trabalho seja sobre a glicerina bidestilada, vamos fazer um breve relato dessa importante substância química.

Glicerina é o nome comercial do composto de carbono, hidrogênio e oxigênio denominado glicerol, também chamado de propanotriol, que consiste em um líquido viscoso, inodoro, incolor, adocicado, de pureza acima de 95%.

Quais são suas origens?

A diferença da glicerina para glicerina bidestilada está nas suas origens.

A glicerina pode ser de origem natural, do petróleo ou sintética desenvolvida em laboratórios com formulação química definida. O consumo mundial as dividiu em: glicerina bidestilada de origem natural animal, ou mista com ácidos graxos, que são oriundos do vegetal e do biodiesel.

Glicerina Bidestilada ou Glicerina Bi-Destilada

A mais comercializada em todo mundo pode ser extraída de um subproduto da fabricação do sabão ou do biodiesel.

Como subproduto da fabricação do sabão, o hidróxido de sódio e a gordura animal, que pode ou não ser misturada com ácidos graxos, são aquecidos dando origem ao sabão e a uma solução de glicerina e água. Essa solução passa por um processo de purificação por destilação em que a glicerina pode chegar a 99% de pureza.

Ela também pode ter sua origem como subproduto da produção do biodiesel. Chamada de glicerina loira com 80% de pureza, é uma solução de glicerina, água e alguns elementos não graxos, que passam por um processo de destilação e vácuo chegando a 99% de pureza.

    Orçamento Rápido

    GuiaQD.com.br

    Informe os produtos que deseja receber cotação.

     

    Leia mais:

    Aditivos: CFS oferece antioxidantes para atender ao avanço do biodiesel
    Verdezyne – leveduras modificadas capazes de transformar ácidos graxos
    Geração de Bioenergia (H2 e CH4) com resíduos industriais (glicerol e vinhaça)
    Biotecnologia – Primeira patente verde em cosméticos
    Emulsificantes Aditivos Polivalentes Tornam Alimentos Mais Saudáveis e Macios e Ajudam a Reduzir os Lípidos
    Filtros solares: Opções químicas e físicas para proteger a pele contra o sol
    Glicerina: Crescimento do biodiesel provoca inundação no mercado de glicerina, incentivando a descobrir novas aplicações
    Protetores solares – Produtos agregam funções
    Saneantes Domissanitários: Desenvolvimento e Otimismo no Setor de Produtos de Limpeza
    Domissanitários – Abipla volta a pesquisar mercado informal
    Glicerina: Oferta restrita e demanda aquecida elevam preços
    Domissanitários: Insumos modernos formulam produtos mais eficientes
    Glicerina: Produção cresce e estimula novos usos
    Inovação – Glicerina dá origem a solvente

    Glicerina natural de origem vegetal

    A glicerina de origem vegetal é um carboidrato derivado dos óleos vegetais (ácidos graxos), extremamente solúvel em água.

    Embora a glicerina vegetal possa ser produzida por vários óleos vegetais, como óleo de coco e óleo de palma, ela vem sendo feita também a partir do óleo de soja, o qual apresenta substâncias que podem causar alergia.

    glicerina bidestilada

    Quais são as Propriedades da Glicerina Bidestilada?

    • Atóxica;
    • Hidratante;
    • Umectante;
    • Retém a umidade;
    • Lubrificante;
    • Higroscópica;
    • Emoliente;
    • Líquido em temperatura ambiente;
    • Viscoso;
    • Inodoro;
    • Incolor;
    • Adocicado;
    • Solúvel em água.

    Para que serve a Glicerina Bidestilada?

    Nos alimentos e bebidas

    Ela serve como umectante para refrigerantes, cremes culinários, caldas de frutas, chantilis, balas, bolos e suas coberturas, bolachas, biscoitos, sorvetes, geleias, doces, massas, temperos, pastas de queijo e carnes;

    Glicerina bidestilada nos cosméticos

    O setor é um dos maiores consumidores de glicerina bidestilada de diversas origens, salvo as oriundas do biodiesel.

    Por ser atóxica, insípida e não causar irritações, ela é muito usada como umectante e emoliente na fabricação de xampus, cremes para cabelo e pele, condicionadores, filtros solares, hidratantes, pasta dental, maquiagens, demaquilantes, esfoliantes, sabonetes, desodorantes, batons, loções, creme de barba e perfumes;

    Glicerina bidestilada no setor farmacêutico

    É um dos compostos usados para fabricação de cápsulas, xaropes, antissépticos, anestésicos, antibióticos, pomadas para queimaduras e problemas dermatológicos, laxantes.

    Glicerina bi-destilada

    Construção civil

    Substitui plastificantes de preço alto, serve para o concreto deslizar em tubulações;

    Nutrição animal

    Substitui fontes energéticas de alto preço como óleo de frango e óleo de soja degomado, para a nutrição de aves e suínos;

    Plástico Moderno

    Na produção dos plásticos biodegradáveis.

    Tabaco

    Para dar mais resistência à fibra do fumo;

    Química e Derivados

    Na produção das resinas alquídicas para tintas e vernizes;

    Na indústria têxtil como amaciante de fibras e deposição de cores;

    Como solventes para produtos orgânicos e inorgânicos;

    Usada na fabricação de produtos domissanitários, defensivos agrícolas, adesivos, colas, lubrificantes automotivos, combustíveis, explosivos, entre outros.

      Orçamento Rápido

      GuiaQD.com.br

      Informe os produtos que deseja receber cotação.

       

       

      Guia da Glicerina Bi-Destilada (Bidestilada)

      Contate já os melhores fabricantes e fornecedores do Brasil de Glicerina Bi-destilada no GuiaQD:

       

      Deixe um comentário

      O seu endereço de e-mail não será publicado.