Química

Filtros de manga: Como obter o rendimento máximo dos filtros de manga

Quimica e Derivados
14 de agosto de 2002
    -(reset)+

    Não obstante a durabilidade seja de 3 anos para a manga errada e de 5 anos para a manga correta, o tempo de troca deve ser estabelecido conforme a VIDA ÚTIL para que o custo das mangas seja minimizado.

    Química e Derivados: Filtro: filtro04. Dessa forma, uma manga filtrante falha quando se verifica uma excessiva emissão ou entupimento. A emissão deve ser verificada semanalmente através de um opacímetro ou detector de particulado, enquanto o entupimento deve ser verificado diariamente pela medição de Perda de Carga do filtro, com manômetro diferencial tipo coluna d’água ou digital. A propósito, Perda de Carga é a diferença de pressão entre as câmaras suja e limpa do filtro de mangas.

    Química e Derivados: Filtro: filtro05.Em geral, a faixa de perda de carga do filtro em operação normal está em torno de ±10% da perda de carga de projeto. Para exemplificar, se a perda de carga de projeto for 150 mmCA (milímetros de coluna d’água) o filtro deve ser regulado para operar entre 135 à 165 mmCA. Já a emissão máxima do filtro normalmente é definida pelo órgão local de controle do meio-ambiente, sendo de 50 mg/m3 em geral.

    Parâmetros de qualidade – Serão comentados os doze quesitos técnicos de mangas feitas com feltro agulhado, que é o material seguramente mais utilizado, pois tolera as maiores taxas de filtração ou relações ar-pano. Será escolhido o filtro de jato pulsante como exemplo de aplicação, pois é o equipamento mais utilizado (mais de 70% dos equipamentos existentes em nosso país).

    1. Fibra – Recobre a tela de sustentação por cima e por baixo. Como o material mais econômico é o poliéster, ele é o mais utilizado para a maioria dos processos filtrantes.

    A diferença de preço entre os diversos materiais atualmente disponíveis (vide Fig.2) é função das diferenças de temperatura máxima de trabalho, resistência química, resistência à abrasão de cada material, sem falar na disponibilidade ou não de fabricante nacional. Como se observa na Tab.3, a seleção do material é basicamente função da temperatura e da composição química dos gases a serem filtrados; não obstante, as propriedades físico-químicas do pó também devam ser consideradas.

    Os materiais apresentados sobre fundo branco mantêm a chama quando temporariamente expostos a ela, enquanto que, os materiais relacionados sobre fundo vermelho claro auto-extinguem a chama após a exposição. Dada a especificidade do tema, resta ao usuário adquirir as mangas de um fabricante reconhecidamente confiável que alie ao preparo técnico a experiência em filtração.

     Esse é um dos pontos mais polêmicos. Responsável por até 60% do custo do feltro, confere ao meio filtrante a resistência mecânica ao jato pulsante e a capacidade de retenção de pó. Telas constituídas com fios fiados podem ser consideradas materiais de “segunda classe”, como pode ser comprovado pelos testes de resistência mecânica das amostras avaliadas (vide Tab.5). Situações onde existam elevado esforço mecânico juntamente com pós muitos finos exigem uma tela com alta eficiência.

    Química e Derivados: Filtro: .Qualidade do fio da Tela – Multifilamento é considerado o fio de maior resistência mecânica do mercado, tanto que é o fio utilizado pela indústria de pneumáticos como “alma” dos pneus radiais; sua resistência mecânica e baixo alongamento de ruptura fazem com que a manga tenha uma estabilidade dimensional excelente, tanto no momento da limpeza, como no momento do trabalho de filtragem.

    Gramatura da Tela – Considerar a qualidade que compõe o fio da tela é muito importante, no entanto, o peso em g/m2 da tela é um Química e Derivados: Filtro: ..item diretamente ligado ao custo do material. Telas leves resultam conseqüentemente em materiais mais baratos e em resistências mecânicas mais baixas. Uma gramatura de tela equivalente a 30% da gramatura do feltro pode ser considerada adequada.

    Material da Tela – Em geral, é recomendável que seja o mesmo da fibra; contudo, podem existir aplicações muito específicas onde a mesclagem de materiais diferentes resulta numa manga com maior vida útil que a de cada material isoladamente. Exemplo: mesclagem de poliéster e acrílico em filtração de finos de carvão ou coque reúne a resistência à abrasão do poliéster com a resistência à hidrólise do acrílico.

    3. Gramatura do feltro – O uso de baixas gramaturas resulta em menor vida útil da manga, pois a resistência à abrasão é menor e a permeabilidade ao ar é maior. Problema dos mais graves é a alta emissão de particulados que os feltros de baixo peso (g/m2) apresentam. Por isso, é recomendável que as mangas utilizadas para jato pulsante, por exemplo, tenham 550 g/m2 para oferecer uma boa resistência à abrasão e retenção de particulado.

    4. Permeabilidade ao ar – Elevada permeabilidade ao ar na manga não é recomendável, pois há uma tendência de penetração excessiva de pó, resultando em maior emissão e em entupimento precoce, verificado pela elevação da perda de carga para valores acima de 180 mmCA. Além disso, uma permeabilidade muito alta, resulta em menor perda de carga no sistema, aumentando assim, a velocidade das partículas e o atrito entre o pó e a manga. Com isso, a vida útil do elemento filtrante será consideravelmente menor.

    Na grande maioria dos casos, a permeabilidade máxima é de 150 L/(min.dm2) a 20mmCA, para filtro com limpeza por jato pulsante.



    Recomendamos também:








    2 Comentários


    1. Junior Ramos

      Este material é muito bom e reflete a realidade, fizemos a troca de mangas de poliéster por fibra de vidro e já estamos no 5º ano sem troca de mangas.


    2. Antonio Sergio de Barros

      Excelente material.



    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *