Meio Ambiente (água, ar e solo)

Fenasan 2019: Veja as novidades dos expositores nesta edição

Marcelo Furtado
17 de setembro de 2019
    -(reset)+

    GARDNER DENVER

    Química e Derivados - Revolution Plus ©QD Foto: Divulgação

    Revolution Plus

    Apresentará o novo soprador da Hoffman & Lamson, empresa do grupo. Trata-se do soprador turbo de alta velocidade Revolution Plus, já disponível para o mercado sul-americano e que poderá ser visto pela primeira vez em exposição. Segundo a empresa, seu principal atributo é a alta eficiência energética, representada pela economia de até 45% no consumo. Com potências disponíveis de 10 a 700 HP, conta com pressão de descarga de até 1,2 bar e mancal de ar. A Hoffman & Lamson, segundo comunicado da Gardner Denver, é precursora em sopradores centrífugos de múltiplos estágios, tem mais de 150 anos e 200 mil máquinas fabricadas em todo esse período. A Gardner Denver tem unidade em Campinas-SP e desde 2018 a controlada Hoffman & Lamson passou a fabricar seus sopradores no Brasil. Além dos sopradores, a empresa tem linha de exaustores, sistemas centrais de vácuo e sistemas para aplicação em ar e gás, totalizando 22 modelos de sopradores de alto desempenho, com capacidades de 90 a 41.000 cfm (150 a 70.000 m³/h); pressões de 22 psig (1,52 bar); e vácuo de 17,6 “Hg (596 mbar).

    NETZSCH 

    Química e Derivados - Tornado XLB-5 ©QD Foto: Divulgação

    Tornado XLB-5

    A Netzsch preparou três três novidades para a feira: uma relacionada com o novo modelo de triturador de eixos paralelos N.Mac e duas referentes à linha de bombas de lóbulos Tornado. O triturador, já utilizado em elevatórias e estações de tratamento de água e esgoto, agora conta com a versão em linha N.Mac 50I, que já passou pelo período de testes e está em fase de comercialização. O modelo de construção em linha foi desenvolvido para integrar a família de trituradores de eixos paralelos que conta atualmente com quatro modelos em construção canal (50C, 120C, 250C e 400C) e dois modelos de construção em linha, o 50I e 150I. O segundo lançamento é o novo modelo de bomba de lóbulos rotativos Tornado XLB-5, que integrará o range de equipamentos composto por 12 tamanhos e soluções padronizadas para vazões de 1 m³/h a mil m³/h e pressões até 8 bar. Por fim, a terceira novidade é o Tornado Car, uma bomba de lóbulos da linha Tornado montada sobre um automóvel ou caminhão de reboque, que permite o bombeamento de grandes volumes de fluidos com alto teor de sólidos, como lamas, lodos e águas residuais nos lugares mais incomuns. A capacidade do Tornado Car é de 800 m³/h e com pressão até 6 bar. Segundo a Netzsch, já foram elaborados alguns projetos do sistema para grandes empresas de saneamento do Brasil, para aplicações como by-pass entre poços de visita, esvaziamento e esgotamento de decantadores primários e secundários, elevatória das ETEs e EEEs, além do controle do nível de lagoas.

    NORDIC WATER

    A empresa de origem sueca vai destacar suas soluções para tratamento de água e efluentes. A linha Meva é de grades, peneiras e equipamentos auxiliares, como transportadores, compactadores/lavadores e classificadores de areia. Há também os removedores de lodo de fundo, sem pontes móveis, denominado Zickert, os filtros de areia contínuos Dynasand, sem sistemas externos de contralavagem ou dispositivos auxiliares; o Dynadisc, filtros de disco a gravidade com microfiltração para remoção de sólidos finos no tratamento terciário ou para proteção de membranas; e o Dynarum, filtros de tambor a gravidade para remoção de sólidos finos. Além disso, a empresa também presta esclarecimentos sobre os decantadores de placas de alta taxa Lamella e sobre o Sobye, equipamentos de filtração primária por esteira.

    PAQUES 

    Química e Derivados - Estação de tratamento de esgoto compacta modular ©QD Foto: Divulgação

    Estação de tratamento de esgoto compacta modular

    A Paques mostra soluções para tratamento de esgoto doméstico. A começar pela Miracell, uma estação de tratamento de esgoto compacta modular, que utiliza biodisco (reator biológico de contato) e processo aeróbio, podendo ser configurada para tratar a partir de 0,5 l/s de efluente. Segundo a empresa, a ETE é flexível e expansível, possibilitando adição ou recolocação de módulos de acordo com a demanda de tratamento. O sistema pode ser configurado para atender às normas brasileiras de reúso e de descarte em corpo hídrico. Outro destaque é a BiopaqUbox, uma estação de tratamento de esgoto compacta modular que combina processos anaeróbio e aeróbio, que a Paques afirma ter baixos custos operacionais e emissão zero de odor. O sistema combina o tratamento biológico de esgoto (a partir de 10 l/s de efluente) com a purificação do biogás em um reator de alta eficiência. A rota é de quatro etapas: tratamento anaeróbio, tratamento aeróbio complementar, clarificação secundária e purificação do biogás.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *