Febrava – Avanço nas metas ambientais do Protocolo de Montreal se reflete sobre as inovações tecnológicas e no volume de negócios deste ano

No protótipo da equipe do professor Ennio Peres, o hidrogênio foi utilizado nas chamadas células de combustível, porque é mais eficiente que os motores a combustão na transformação das moléculas do gás em energia elétrica, que movimenta o motor do carro. Estas células de combustível, explica Vaz Comba, já são comercializadas e servem de base para ônibus e alguns órgãos do governo federal, como os Correios, que usam o hidrogênio como fonte de energia em seus veículos.

Com um conversor de etanol, o Laboratório de Hidrogênio da Unicamp possibilitou da produção de hidrogênio obtido do álcool. No protótipo, o etanol fica estocado num tanque de álcool comum, enquanto o hidrogênio é produzido à medida da exigência do motor. “Um tanque de50 litrosde álcool equivale a 12 cilindros de gás”, disse o estudante. O protótipo é melhor também porque não depende do movimento intermediário de um pistão. “Isso pode ser traduzido em maior eficiência na geração de energia, que chega a ser até cinco vezes maior que num motor a combustão”, explica o estudante.

Além dessas vantagens, a experiência com o protótipo comprovou os benefícios econômicos em virtude da redução do custo do hidrogênio produzido de combustíveis como o etanol. No exterior, já foram patenteados conversores para outros combustíveis, como o metanol. O conversor de etanol, porém, se constitui uma autêntica inovação no País.

Lançamentos e inovações– A organização da 15ª Febrava concedeu um selo de inovação tecnológica para trinta produtos selecionados por uma comissão. Além das empresas que receberam o selo, na maioria dos estandes deu um toque de inovação nos sistemas de refrigeração antibactericida, aquecimento solar, isolantes térmicos flexíveis e sistemas de climatização como o Clean Air – produzido pela Capmetal, empresa sediada no Rio de Janeiro, especializada em controle ambiental atmosférico.

Química e Derivados, Febrava - Avanço nas metas ambientais do Protocolo de Montreal se reflete sobre as inovações tecnológicas e no volume de negócios deste ano
Motor a etanol convertido a hidrogênio para gerar benefícios ecológicos e econômicos

O Clean-Air é um depurador físico-químico-biológico capaz de fazer a extração hidráulica dos contaminantes aerodispersos contidos na corrente de retorno do ar climatizado. Segundo seus fabricantes, este produto assegura a estabilização da qualidade do ar inalável independentemente do estado de contaminação da rede de dutos. Opera com líquido refrigerado, reduzindo a carga térmica nas tomadas de ar externo, impedindo a elevação da umidade do ambiente.

Entre as soluções para climatização, a Johnson Control mostrou as possibilidades de um gás inofensivo ao ambiente em seus produtos para a climatização de espaços domésticos e também em hotéis, aeroportos e hospitais. Como o Mini Split High Wall York operado com gás refrigerante R410, classificado pela Johnson Control como ecológico. A série de produtos das empresas Tuma, apresentados como de baixo impacto ambiental, consumo econômico de energia e custos operacionais econômicos, oferece soluções inovadoras em ar condicionado, co-geração, refrigeração, filtragem eletrostática, ventilação e exaustão, além de sistemas de aquecimento solar – classificados com o selo A, em economia e eficiência do Inmetro.

Na linha branca, a Consul apresentou o primeiro refrigerador equipado com filtro antibactérias e redutor de odores. Essa inovação, que impede a proliferação de bactérias, dispõe de dois modelos, o CRM 49 e o CRM 45, que garantem um ar mais saudável dentro do refrigerador e alimentos mais frescos. A Elgin mostrou um equipamento que produz uma cortina de ar para ambientes climatizados, mantendo a temperatura de locais refrigerados, impedindo que o ar frio e o quente se misturem. A inovação foi apresentada como ideal para as portarias de escritórios e supermercados e locais de fluxo constante.

No estande da Globus, foi lançado um produto inovador para a supervisão térmica a distância do transporte de cargas perecíveis. O GS_G2000 compõe com os controladores Globus um sistema integrado de controle e monitoração remota (via sistema GSM/GPRS) do frio no transporte e armazenagem de produtos alimentícios e perecíveis congelados ou refrigerados.

Uma das novidades em isolamento térmico da Polipex é a manta Polipex Duct, fabricada com material quimicamente inerte e atóxico, capaz de reter a liberação de partículas no ambiente por causa da densidade de 200 células fechadas por centímetro quadrado, inibindo a proliferação de microrganismos em ambientes climatizados. Métodos inovadores para unir tubulações foram demonstrados pela Alvenius, por meio do sistema de acoplamentos Vitaulic Grooved, que utiliza tubos com ponta ranhurada unidos por acoplamentos mecânicos. As vantagens que o sistema promete vão desde a atenuação de vibração e ruído, fácil manutenção, expansão e alinhamento até a obtenção de tensão sísmica. A economia de tempo – seis vezes mais rápido para montar em relação aos sistemas convencionais – é outro benefício que seus fabricantes utilizam como argumento de vendas.

 

Saiba mais:[box_light] Febrava – Tempo de abertura de novos mercados[/box_light]

Página anterior 1 2 3 4

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios