Farmacêutico e Biotecnologia

FCE Pharma: Novos ativos para reformular o fármaco nacional

Rose de Moraes
24 de junho de 2004
    -(reset)+

    Em comparação com o amido, durante anos utilizado como desintegrante na produção de comprimidos, polyplasdone oferece vantagens relativas a menores dosagens, garantindo a desintegração mesmo em comprimidos de elevada dureza.

    Comercializada sob a forma de pós de alta fluidez, visando facilitar manuseios em escalas industriais, essa linha de superdesintegrantes poderá ser aplicada em processos de granulação úmida e/ou seca.

    Química e Derivados: FCE: Enoki - aminoácidos controlam as funções lógicas. ©QD Foto - Cuca Jorge

    Enoki – aminoácidos controlam as funções lógicas.

    Pela primeira vez participando da exposição, a divisão AminoScience da Ajinomoto, líder mundial na produção e venda de aminoácidos, destacou as aplicações dessas substâncias em nutrição clínica, soluções parenterais, dietas enterais, fórmulas para uso infantil, suplementos nutricionais, aromas, etc.

    Com exceção do ácido glutâmico, produzido em Limeira–SP, derivado da cana-de-açúcar, empregado em grande parte como base na produção de vacinas contra a aftosa, a maior parte dos aminoácidos de uso farmacêutico é importada do Japão, tradicional usuário dessas substâncias em tratamentos de saúde e em dietas de suplementação alimentar.

    Considerados nutrientes indispensáveis à saúde humana, aminoácidos, como a niacina, adrenalina, noradrenalina e serotonina desempenham papel importante no controle das funções neurológicas. “Vários aminoácidos também apresentam funções terapêuticas, cada vez mais valorizadas pelas indústrias farmacêuticas”, afirmou Cesar H. Enoki, gerente da divisão AminoScience, da Ajinomoto. Nesse caso encontram-se a glicina, empregada no tratamento de eczemas, dermatites, disfunções hepáticas e alergias; o L-ácido aspártico, para tratamento de disfunções hepáticas e suplementações minerais; a L-lisina, estimulador do apetite, e também empregada no tratamento de herpes.

    Efeitos terapêuticos reconhecidos também são atribuídos aos aminoácidos de cadeia ramificada, como os BCAA (valina, leucina e isoleucina), para tratamento de hipoalbuminemia, o L-ácido glutâmico, com papel decisivo na recuperação da fadiga e nos tratamentos da astenia e hiperamoniemia, e a L-metionina, para tratar disfunções hepáticas.

    Química e Derivados: FCE: Camargo - Globo Química se uniu à Formil. ©QD Foto - Cuca Jorge

    Camargo – Globo Química se uniu à Formil.

    O emprego de aminoácidos também cresce junto às práticas esportivas. No Japão, a valina, a leucina e a isoleucina em associação com a L-arginina, potente imunoestimulante e vasodilator, destinado a fortalecer o sistema imunológico, representam substâncias cada vez mais utilizadas em bebidas para recuperar a fadiga. No Brasil, o emprego de moléculas de L-arginina, por exemplo, ainda requer regulamentação da Anvisa.

    Acordo gera expansão – Na área de comercialização de ativos de largo uso farmacêutico, acordo firmado entre a Globe Química e a Formil, divulgado na feira, também deverá favorecer o abastecimento do mercado brasileiro. A partir dessa parceria, integraram-se à linha da Globe ativos para uso ansiolítico (alprazolam, bromazepam, clonazepam, cloxazolam, midazolam); antibacteriano (nicotinato de norfloxacina); antidiarréico (cloridrato de benzetimida); anti-helmíntico (albendazol e mebendazol); antimicótico (miconazol/base, nitrato de econazol/base e nitrato de isoconazol/base); antiprotozoário (benzoil metrnidazol e metonidazol); além de citrato de orfenadrina.

    “Além de contarmos agora com portfólio mais amplo, estamos empenhados no desenvolvimento de novos produtos na fábrica de Cosmópolis-SP, como itraconazol, terconazol, nitrato de miconazol, nitrato de econazol, tioconazol e cloridrato de ambroxol”, informou Mário Luiz de França Camargo, presidente da Globe Química.

    Química e Derivados: FCE: Regina - cartucho de fibra com carvão ativado da Cuno. ©QD Foto - Cuca Jorge

    Regina – cartucho de fibra com carvão ativado da Cuno.

    Água pura – Vários sistemas de filtração e purificação de fluidos também constituíram grandes destaques da 9ª FCE-Pharma, como os lançamentos da Cuno Latina, subsidiária da Cuno Inc., dos Estados Unidos. Um dos sistemas, formado por cápsulas (SterAssure) revestidas em polipropileno, é integrado por membranas de náilon e apresenta alto poder de filtração esterilizante, na faixa de 0,1 micron e 0,2 micron. Outra novidade é o cartucho ZetaCarbon. Desenvolvido pela Cuno francesa, é composto de fibras de celulose e contém carvão ativado na matriz filtrantre, o que proporciona eliminar o uso de bulks (bateladas) de carvão em processos de descoloração de produtos farmacêuticos e matérias-primas.

    Segundo a supervisora do laboratório de aplicações da Cuno Latina, Cláudia Regina Kashiwakura, o diferencial dos cartuchos é possibilitar a validação da filtração com carvão ativado, evitando riscos de explosão, bem como danos ambientais decorrentes dos processos de descoloração e clarificação utilizados pelas indústrias farmacêuticas para fabricar ativos farmoquímicos, intermediários, vitaminas, anticorpos, dextrose, gelatinas, enzimas, soluções parenterais, fracionamentos de sangue, ou remover resíduos de pesticidas em extratos de plantas.

    Além de levar ao conhecimento do público os novos sistemas de purificação, a empresa divulgou a criação de laboratório de microbiologia a ser instalado em Mairinque-SP. Com os recursos desse laboratório, a Cuno poderá realizar testes microbiológicos nos processos de filtração esterilizante realizados pelos clientes, analisando a eficiência dos sistemas na retenção de bactérias, de acordo com as regulamentações do FDA (Food and Drug Administration), bem como atendendo às exigências impostas para a produção de injetáveis, envolvendo a validação dos sistemas de filtração esterilizante da água de acordo com o PDA 26 (Parenteral Drug Association).



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *