Farmacêutico e Biotecnologia

FCE Pharma: Novos ativos para reformular o fármaco nacional

Rose de Moraes
24 de junho de 2004
    -(reset)+

    No rol dos fitocêuticos, os destaques ficaram por conta de ativos na forma de extratos que atendem à resolução da Anvisa RDC 48/04. Esse é o caso da Ginkgo biloba, de efeito vasodilatador; bem como do Hypericum perforatum, com efeitos antidepressivos comprovados; Tanacetum parthenium, para a profilaxia de enxaquecas; Panax ginseng, antiestresse e anti-radicais livres; Serenoa repens, utilizado no tratamento de hiperplasia benigna da próstata; e Valeriana officinalis, substância de efeitos terapêuticos calmante, sedativo, ansiolítico, espasmolítico e relaxante.

    Entre os avanços tecnológicos, um dos feitos de maior importância da empresa foi desenvolver a microencapsulação da Aesculus hippocastanum, conhecida como castanha da Índia, o primeiro fitoterápico a ser microencapsulado no Brasil, com a finalidade de garantir maior eficácia do seu princípio ativo, envolvendo a escina.

    Química e Derivados: FCE: David ( esq) e Ashok - parceira Brasil-Índia. ©QD Foto - Cuca Jorge

    David ( esq) e Ashok – parceira Brasil-Índia.

    Desenvolvida para liberar gradualmente as drogas no organismo, a tecnologia de microencapsulação de princípios ativos da Galena, patenteada sob a marca de Microgranulosix, até então vinha sendo aplicada em produtos como a vitamina C (Redoxon) e Voltaren Retard, ambos da Roche. Mas, recentemente, começou a se estender a outros fármacos e fitocêuticos, como é o caso do diclofenaco sódico, ativo de ampla utilização por seu efeito antiinflamatório. Outros produtos que também já têm seus princípios ativos microencapsulados são o diltiazem HC (antianginoso e anti-hipertensivo), o dinitrato de isossorbida (antianginoso e vasodilator), o mononitrato de isossorbida (antianginoso) e a nifedipina (bloqueador do canal de cálcio).

    Parceiro da Índia – Primeira empresa a ser reconhecida pela Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária, com a certificação de Boas Práticas de Distribuição e Fracionamento de Insumos Farmacêuticos, de acordo com a resolução RE 1.583, do Ministério da Saúde, a SP Farma reforçou seu potencial de crescimento junto ao setor, ao anunciar nova parceria, firmada com a Ideal Cures, fabricante indiana de várias tecnologias de revestimento para comprimidos.

    Reconhecidos pela marca Instacoat, esses revestimentos se aplicam a sistemas aquosos/orgânicos, solventes/orgânicos, hidro/alcoólicos, entre outros, baseados em HPMC (hidroxi-propil-metil-celulose). “Com esses filmes, será possível revestir ampla gama de ativos, envolvendo amoxicilina, azitromicina, comprimidos de cálcio, paracetamol, sulfato de quinino, entre dezenas de outros, incluindo fitoterápicos”, acrescentou David Tremblay, diretor de negócios internacionais da SP Farma.

    Na linha indiana também se destacam sistemas para liberação programada e revestimentos para liberação entérica, apropriados para várias formas de dosagem farmacêutica de sólidos orais em comprimidos, cápsulas, pellets e grânulos, baseadas em acetato de celulose ftalato, hidroxi propil celulose ftalato e ácido metacrílico, com espectro de aplicações voltadas para uma grande diversidade de medicamentos, como aspirina, diclofenaco sódico, comprimidos de alho, pentaprazol, valproato de sódio, entre outros.

    A parceria com a Ideal Cures também possibilitará ao mercado brasileiro ter acesso a vários produtos especiais para revestimentos, ou excipientes para compressão direta, granulações a úmido e a seco, abrangendo ainda sistemas ligantes e desintegrantes, destinados a mascarar sabores desagradáveis de princípios ativos. “Compostos de lacas aluminizadas ou misturas de lacas coloridas já vêm preparados nos sabores chocolate, morango, framboesa, menta, abacaxi, manga, laranja e baunilha, podendo ainda ser utilizados como misturas secas coloridas em formas de dosagem sólidas em soluções de polímeros e revestimentos açucarados”, informou Ashok Mohanty, gerente geral da Ideal Cures.

    Outras novidades foram apresentadas em revestimentos de barreira, desenvolvidos para fármacos sensíveis à umidade atmosférica, como fitoterápicos, comprimidos de cálcio e multivitaminas. Um deles, preparado com filme orgânico, oferece proteção higroscópica às moléculas dos ativos, enquanto outro oferece revestimento à base de filme cem por cento aquoso.

    Química e Derivados: FCE: Viana - ciclodextrina para encapsular ativos. ©QD Foto - Cuca Jorge

    Viana – ciclodextrina para encapsular ativos.

    Na concorrida área de revestimentos que terão emprego crescente no mercado brasileiro, a Almapal também apresentou a linha Eudragit, fabricada na Alemanha, pela Rohn. Em quatorze versões, trata-se de polímeros metacrílicos modificados, de liberação controlada, para emprego em drágeas, comprimidos e microgrânulos, visando oferecer proteções gástrica, contra luz e umidade.

    Ciclodextrina para encapsular – Como representante mundial da Capricorn Pharma, detentora de várias tecnologias para revestir ativos em dimensões microscópicas e distribuidor mundial da Wacker, um dos acontecimentos mais marcantes no âmbito da ISP será ofertar pela primeira vez ao mercado brasileiro a ciclodextrina para encapsular ativos farmacêuticos.

    “Além de aumentar a estabilidade dos medicamentos à oxidação, hidrólise, temperatura, luz e radiação UV, a nova tecnologia possibilita evitar incompatibilidades e a interação de ingredientes em se tratando de droga-droga e droga-aditivo”, explicou Marcos A. Viana dos Santos, gerente de desenvolvimento da linha farmacêutica da ISP.

    Outra substância de alta performance destacada pela empresa na área de excipientes e que deverá conquistar maior espaço no mercado de produtos de venda livre (OTC) é o polyplasdone crospovidone, um homopolímero cross-linked de N-vinil-2-pirrolidona, sintético, insolúvel em água e outros solventes, rapidamente expansível, e que atua como um acelerador da liberação e desintegração dos ativos em meios aquosos em apenas poucos segundos.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *