Cosméticos, Perfumaria e Higiene Pessoal

FCE Cosmetique – Tecnologia consegue produzir mais rápido, com economia e qualidade

Rose de Moraes
12 de julho de 2009
    -(reset)+

    “Nosso trabalho, selecionado pelo congresso da IFSCC, em Barcelona, Espanha, em 2008, mostrou os efeitos altamente benéficos dos silicones e de suas misturas”, informou Cláudio Fernando Moretti, líder de marketing para a América Latina da Dow Corning do Brasil.

    Outras novidades destacadas por Moretti pertencem ao campo das emulsões de silicone. Indicadas para facilitar a penteabilidade a úmido ou a seco e a maleabilidade dos cabelos (CE-2085), as resinas de cera de silicone atuam como agentes estruturantes, e também melhoram a cobertura, a uniformidade e a intensidade das cores em batons, entre outras maquiagens (SW-8005 C30). Já os silicones da família FZ-3196, além de revelar compatibilidade com outros silicones e com outros materiais orgânicos, demonstraram intensificar o brilho e a intensidade das cores em batons, encontrando recomendações de uso em hidratantes, géis, demaquilantes, produtos para proteção solar, antiperspirantes, desodorantes e produtos para cuidados com os cabelos.

    A Dow Corning incluiu também novas misturas de cera de soja (HY-3051), que, além de hidratar, intensificam o brilho dos cabelos e promovem as sempre bem-vindas ações antifrizz (antieriçamento) em tratamentos capilares.

    As novas pesquisas focadas em silicones também avançam a passos largos na Nusil Silicone Technology. A empresa americana, representada no Brasil pela Huntsman, marcou presença nos eventos com várias especialidades e tendências no desenvolvimento de silicones.

    Química e Derivados, José Henrique Mendonça, Gerente regional de vendas da Huntsman, FCE

    José Henrique Mendonça: Silicones assumem nova funcionalidade

    “As novas moléculas de silicone não terão apenas o papel de atuar como veículos melhoradores de textura e hidratação de produtos cosméticos para cabelos e para a pele, mas também deverão conferir proteção UVA e UVB em fórmulas de cremes e loções, transformando-se em efetivos filtros químicos e em proteção UV para xampus, por exemplo”, informou José Henrique Mendonça, gerente regional de vendas da Huntsman.

    As opções em silicone para aplicações cosméticas da Nusil abrangem polímeros de siloxano, siloxisilicatos e silsesquioxanos, e também polímeros reticulados de vinil em ciclopentasiloxano.

    Os polímeros de siloxano, incorporados a cosméticos para cabelos, pele, maquiagens e protetores solares, conferem, segundo o especialista David Mitchell, responsável pelos produtos na América Latina, maciez, maleabilidade, condicionamento, hidratação, redução de rugas, dispersão e suspensão de pigmentos, resistência à água e maior FPS.

    Já os siloxisilicatos e os silsesquioxanos, com ampla faixa de viscosidade, desde 100 cps até o estado sólido cristalino, são muito bem aceitos em produtos para cabelos, seja para oferecer maleabilidade e maciez ou para promover sua fixação e brilho.

    Quanto aos polímeros reticulados de vinil em ciclopentasiloxano, as aplicações mais comuns envolvem pastas e cremes voltados a cuidados pessoais.

    Cabelos danificados podem contar com o novo condicionante desenvolvido pela Momentive Performance Materials (ex-GE Silicones). Trata-se de Silsoft A+, uma emulsão isenta de surfactantes, composta por polisilicones, glicerina e DPG, considerada um supercondicionante, que confere brilho, hidratação, impede o frizz (eriçamento) e torna maleáveis e facilmente penteáveis os cabelos, oferecendo resultados finais tão bons quanto aqueles obtidos em salões especializados e sofisticados.
    Alternativas aos esqualenos – Representando a B&T, empresa italiana, especializada em matérias-primas derivadas de oliveiras, a distribuidora quantiQ (ex-Ipiranga Química), pertencente à Braskem, destacou uma nova molécula (Sensolene) com a propriedade de mimetizar o filme hidrolipídico epidermal.

    “Sensolene aumenta imediatamente o índice de hidratação da cútis e promove a longo prazo as propriedades de barreira e a viscoelasticidade tão necessárias à pele, apresentando-se como alternativa bastante interessante aos esqualenos e esqualanos, cuja oferta atual está insuficiente para atender à demanda, com performance semelhante”, informou Tatiana Straioto Bianco, analista de marketing da quantiQ.

    A distribuidora também traz com exclusividade ao mercado brasileiro dois novos ativos biotecnológicos (Exo-H e Exo-T). Desenvolvidos pela canadense Unipex (ex-Atrium), são constituídos de exopolissacarídeos oriundos de atóis da Polinésia francesa. “O Exo-T estimula a descamação e a renovação celular com desempenho superior ao do ácido retinóico, e o Exo-H melhora a hidratação, ao induzir as produções de ácido hialurônico, filagrina e a síntese lipídica”, explicou Tatiana.

    A IdealFarma exibiu várias novidades como Abdoliance e Oxtrienol. Tecnologia da Soliance, o Abdoliance é uma combinação vetorizada de flavonóides de laranja (hesperidina) e de cafeína do guaraná, representando novo desenvolvimento nanotecnológico para tratamento e redução da gordura abdominal. Está restrito às aplicações cosméticas para uso masculino, pois inibe a enzima aromatase que transforma a testosterona masculina no hormônio feminino estrogênio. Já o Oxtrienol representa uma tecnologia Davos, baseada em tocotrienóis, antioxidantes considerados entre 40 e 60 vezes mais potentes do que a vitamina E, e mais efetivos contra os danos causados pelas radiações UV.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *