FCE Cosmetique – Tecnologia consegue produzir mais rápido, com economia e qualidade

Química e Derivados, FCE Cosmetique, FCE

As 14ª. FCE Cosmetique e FCE Pharma trouxeram muitos avanços para as formulações cosméticas e farmacêuticas. Além da busca incessante de matérias-primas efetivas, inovadoras, multifuncionais e ecologicamente corretas, os fornecedores estão mais preocupados em facilitar os procedimentos industriais, encurtar etapas de produção, e agilizar os processos de preparo de fórmulas, como se observou de 26 a 28 de maio, no Transamerica Expo Center, em São Paulo, em ambos os eventos, sob a organização da NürnbergMesse.

Dentro desse foco, muitas novidades foram conferidas. Na FCE Cosmetique, acabam de aportar no mercado brasileiro poliuretanos aquosos límpidos, completamente isentos de conservantes e de cossolventes, como etanol ou n-metilpirrolidona, e poliuretanos em pó. Desenhados para múltiplas aplicações cosméticas, constituem um dos melhores exemplos da nova safra de ingredientes que colocam também a Bayer MaterialScience em posição destacada e de disputa no grande e atrativo mercado cosmético mundial.

Historicamente associada à química dos poliuretanos, há mais de seis décadas responsável por sua criação e por suas inúmeras aplicações industriais, a empresa começou a dedicar-se às dispersões aquosas de PU para cosméticos em 2005. Três anos depois, chegou aos resultados finais, apresentados agora aos latino-americanos.

“A América Latina e, especialmente, o Brasil representam a nossa segunda plataforma de lançamento da linha de poliuretanos Bayqsan, que está em fase de testes em várias aplicações na Europa”, informou Alberto Hassessian, gerente de marketing para a América Latina.

Química e Derivados, Steffen Hofacker, Alberto Hassessian, FCE
Steffen Hofacker (esq.) e Alberto Hassessian lançaram PU para cosméticos

A apresentação dos novos poliuretanos motivou a vinda ao Brasil do responsável mundial pelo seu desenvolvimento, o doutor Steffen Hofacker, para explicar as potenciais aplicações em produtos para a pele, modelagem de cabelos e maquiagem.

Os poliuretanos aquosos, formadores de filmes para a pele e cabelos, oferecem várias vantagens, segundo os executivos da Bayer, pois são adequados para processos a frio, dispensam neutralizações e são compatíveis com os demais ingredientes das fórmulas cosméticas. Na pele, proporcionam efeitos sedosos e não-oleosos. Nos cabelos, a memória elástica incomparável dos poliuretanos confere flexibilidade, retenção e durabilidade às modelagens. Já os poliuretanos em pó, que resultam em acabamentos aveludados e acetinados, foram especialmente indicados para cosméticos decorativos, pois melhoram a espalhabilidade e a uniformidade das cores de sombras, batons, entre outras maquiagens.

Fotoproteção a frio – “Estamos apostando alto no sucesso e aceitação da nova linha Escalol – Evolution e encontrando alta receptividade dos fabricantes de filtros solares”, informou Nelson Perassinoto, gerente técnico de Personal Care para o Brasil da ISP – International Specialty Products.

Com o novo sistema criado pela ISP, formular emulsões fotoprotetoras se tornou muito mais simples, pois o fabricante pode preparar fórmulas totalmente a frio, sem requerer equipamentos sofisticados e de alto custo, desde FPS (fator de proteção solar) 4 até FPS 50, contra UVB (faixa B do ultravioleta). A proteção UVA também é contemplada, sendo possível conferir mais de 90% de eficácia em filtros com FPS 8 até FPS 15, e mais de 95% de proteção UVA com FPS 30 até FPS 50, de acordo com testes in vitro realizados pela ISP com metodologia australiana.

Química e Derivados, Nelson Perassinoto, gerente técnico de Personal Care para o Brasil da International Specialty Products, FCE
Nelson Perassinoto: sistema permite formular protetor solar a frio

“A ISP simplificou a fabricação de protetores solares, apresentando FPS adaptável que permite formular sem adicionar emulsionantes ou modificadores reológicos, de forma segura, rápida e ecologicamente correta, bastando adicionar água e agitar, gerando fórmulas estáveis e resistentes à água durante 80 minutos”, acrescentou Perassinoto.

Compatível com ativos antiaging, permite, com um único produto, formular diferentes FPS, e sua combinação com uma dispersão de dióxido de titânio também torna possível obter níveis de FPS ainda mais altos.

Hidratantes pré e pós-sol, de acordo com outro novo desenvolvimento da ISP, também podem aumentar significativamente a síntese de melanina na pele, prolongando a manutenção do bronzeado por um período de 28 dias.
Trata-se de ativo vegetal extraído de ervilhas verdes, capaz de proteger, ressaltar o brilho e a luminosidade da pele. “Além de aumentar a síntese de melanina, o Heliostatine atua na modulação das citoquinas, devendo ser adicionado na fase aquosa em formulações a frio e/ou abaixo de 50ºC em produtos formulados a quente”, acrescentou Perassinoto.

Extratos mais efetivos – A associação entre uma levedura encontrada no solo, a Pichia pastoris, e o resveratrol, substância reconhecida pelo alto poder antioxidante sobre as células da pele e estimulante da produção de colágeno, extraída da planta Knot japonesa, mas também encontrada em uvas, não só viabilizou, como também potencializou as aplicações de resveratrol em cosméticos antienvelhecimento, afastando o risco de causar irritações cutâneas. O Metabiotics Resveratrol, desenvolvido pela Arch Personal Care Products e obtido por biofermentação, conquistou recentemente um prêmio na categoria inovação em Munique, na Alemanha.

“O mercado farmacêutico já reconhece há algum tempo as propriedades antioxidantes do resveratrol, mas faltava isolar a molécula, de modo que não causasse irritações, e estabilizá-la para uso cosmético ou farmacêutico”, informou Tatiana M. Kumayama, responsável por Personal Care Products da Arch Química Brasil.

Química e Derivados, Tatiana M. Kumayama, Responsável por Personal Care Products da Arch Química Brasil, FCE
Tatiana M. Kumayama: reservatrol isolado ganhou prêmio de inovação

Outro ativo destacado pela empresa é o PhytoTerra Organic Mate Extract. Trata-se de extrato orgânico de chá verde com efeito antioxidante para a pele e para a proteção da coloração dos cabelos. Sua demanda está assegurada tanto na Europa como nos Estados Unidos.

“Esse extrato, certificado pela USDA Organic, é o primeiro da parceria voltada à produção sustentável entre a Arch Personal Care e a Centroflora que garante um ingrediente contendo entre 18% e 20% de polifenóis, com teor padronizado de cafeína, além de ser isento de preservantes e comprovar com testes de eficácia a sua ação antioxidante, proteção peroxidase-like e da coloração dos cabelos”, informou Tatiana.

Também no segmento de extratos, a Croda apresentou Crodarom Teak. Trata-se de extrato hidroglicólico, obtido da madeira de Tectona grandis, que contém principalmente polifenóis, quinonas e ácido betulínico, ingredientes com propriedades antioxidante, adstringente, anti-inflamatória e antibacteriana, para aplicações em cosméticos para a pele e para os cabelos.

A associação de extrato vegetal com peptídeo natural, realizada pela empresa, também resultou em Volulip, ativo que mimetiza a injeção de ácido hialurônico, aumentando o volume dos lábios.

Uma composição de extratos de origem natural e cafeína vegetal, também patenteada pela Croda, comprovou reduzir adiposidades resistentes, revelando ser ideal para o preparo de emulsões e géis para emagrecimento. Já o blend natural de colesterol, lanesterol, agnosterol, desmosterol, dihidrolanosterol e álcoois alifáticos, denominado Crossential Opitma, e também desenvolvido pela empresa, comprovou capacidade de repor o colesterol essencial perdido com o envelhecimento, rejuvenescendo peles maduras.

Fórmulas direcionadas aos cabelos, como xampus, condicionadores e modeladores, também já podem contar com um novo absorvedor UVA/UVB, de natureza catiônica, produzido pela mesma empresa com um solvente de origem vegetal, oferecendo proteção às fibras capilares.

A oferta de extratos também foi ampliada pelo lançamento de Biofunctional Buriti Extract, ingrediente com certificação Ecocert e USDA Organic, apresentado pela Beraca. Proveniente do óleo extraído da fruta do buriti, palmeira típica da região amazônica, conhecida como “árvore da vida”, esse extrato possui propriedades tônicas e antioxidantes, contando com recomendações de uso em produtos para cuidados diários da pele e dos cabelos.

Outro destaque da Beraca ficou por conta de Beracare Ars Hair, um sistema concentrado, rico em Ômega 6 e flavonóides, que atua como alternativa natural aos silicones, oferecendo nutrição, maciez e brilho aos cabelos.

O ácido ascórbico também está sendo bastante contemplado pelas atuais pesquisas, a fim de apresentar ao mercado formas mais estáveis e efetivas.

Vitamina C biodisponível – A empresa suíça Cosmetochem, pertencente ao grupo alemão Lipoid, referência mundial em sistemas de liberação do tipo lipossomas, e representada no Brasil há três anos pela empresa Lipid Ingredients & Technologies, sediada em Ribeirão Preto-SP, apresentou a vitamina C em lipossomas.

Química e Derivados, Gustavo Cadurim de Oliveira, Diretor-comercial da Lipid, FCE
Gustavo Cadurim de Oliveira oferece vitamina C com maior biodisponibilidade

“A grande vantagem ao estabilizar a vitamina C (na forma de ascorbil palmitato de sódio), potente antioxidante que estimula a produção de colágeno, em sistema de encapsulamento inteligente, é aumentar a sua biodisponibilidade para a pele”, informou Gustavo Cadurim de Oliveira, diretor-comercial da Lipid.

Segundo ele, o interesse por lipossomas é crescente no Brasil, principalmente na produção farmacêutica, que utiliza essa tecnologia em vacinas contra a hepatite do tipo C e contra a gripe aviária, como também em drogas de combate ao câncer como anfotericinas e doxirubicinas.

A empresa Hayashibara International também apresentou ao público o AA2G, ácido ascórbico 2-glicosídeo, vitamina C estabilizada com glicose, desenvolvido originariamente no Japão, e distribuído no Brasil pela CornProducts Brasil. Em cremes e loções, essa combinação faz com que uma enzima presente na pele, alfa-glicosidase, atue no AA2G e passe a liberar gradativamente a vitamina C. Outro aspecto positivo é que o AA2G se apresenta estável entre pH 5 e 7, faixa usual nas fórmulas cosméticas.

Filtros inorgânicos potentes – A união da Dow com a Rohm and Haas propiciou a criação de uma nova divisão de negócios para atuar no mercado de higiene e cuidados pessoais. Assim, nasceu a Dow Personal Care, presente nessa edição da FCE Cosmetique nos estandes das distribuidoras Íon e D’Altomare Química.

Além do amplo portfólio de produtos de performance, a Dow Personal Care promoveu na feira o lançamento de SolTerra Boost. O produto promete aumentar o desempenho de filtros solares inorgânicos, podendo dobrar o Fator de Proteção Solar (FPS).

Oferta diversificada – A Arinos levou para a exposição ativos antitranspirantes, ceras e ingredientes para filtros solares. Os antitranspirantes têm procedência alemã, da BK Giulini, empresa com mais de 170 anos de experiência. As ceras de carnaúba dos tipos 1 e 3, orgânicas, em escamas e em pó, fabricadas pela Foncepi, empresa do grupo RF, são indicadas para batons e maquiagens em bastão como lápis e rímel. Já os ingredientes para filtros solares são produzidos pela O’Laughlin. A empresa sediada em Hong Kong, e com várias fábricas na China, produz filtros solares UVA lipossolúveis que, em associação com filtros UVB, proporcionam amplo espectro de proteção, bem como filtros solares UVB fotoestáveis e filtros UVB hidrossolúveis.

Pectinas para a pele – Pectinas de origem natural, provenientes de frutos cítricos entraram para o rol dos ativos capazes de restabelecer e devolver a umectação natural da pele, de acordo com a última inovação da CPKelco. Presente no estande da D’Altomare, a empresa conferiu às pectinas (Genu pHresh) a propriedade de formar filme respirável sobre a pele e interagir com a sua umidade, devolvendo o seu pH ácido natural (de 4,5 a 5,5), pois os agentes de limpeza tendem a alcalinizá-la demais.

Química e Derivados, Marina Gallo Boldrini, gerente de marketing para as Américas da CP Kelco Brasil, FCE
Marina Gallo Boldrini: pectinas acabam com cotovelos e joelhos ressecados

“Sabonetes, cremes e loções contendo Genu pHresh podem conferir à pele diferenciais de viscosidade, sensorial delicado e umectação, benefícios essenciais para peles acneicas, maduras e para todas aquelas partes mais ressecadas do corpo, como cotovelos e joelhos”, informou Marina Gallo Boldrini, gerente de marketing para as Américas da CP Kelco Brasil.

Disponibilizando ao mercado mais de dez diferentes famílias de gomas xantana, a CPKelco também destacou a família Keltrol CGSFT (Cosmetic Grade Smooth Flow Transparent), nova patente com grau cosmético. “Trata-se de goma xantana com reologia diferenciada, que proporciona ponto de corte limpo e permite ampla gama de aplicações em sabonetes íntimos, pomadas contra assaduras, manteigas corporais, cremes pós-banho, espumas para barbear, entre outras”, afirmou Marina.

Entre as novidades, ela destacou excipientes e agentes modificadores de reologia que oferecem maior funcionalidade para emulsões e sistemas aquosos, tornando emulsões para proteção solar estáveis em diferentes faixas de temperatura, permitindo até suspender o uso de titânios em formulações.

Silicones evoluem – A Dow Corning, também presente no concorrido estande da D’Altomare, destacou conclusões e resultados obtidos com base em pesquisa realizada com consumidoras brasileiras que possuem cabelos muito crespos, do tipo “afro”. O objetivo foi levantar expectativas quanto aos resultados de hidratação dessa categoria de produtos, bem como identificar quais tipos de silicone poderiam ser agregados às fórmulas para satisfazer a todas as necessidades apontadas.

“Nosso trabalho, selecionado pelo congresso da IFSCC, em Barcelona, Espanha, em 2008, mostrou os efeitos altamente benéficos dos silicones e de suas misturas”, informou Cláudio Fernando Moretti, líder de marketing para a América Latina da Dow Corning do Brasil.

Outras novidades destacadas por Moretti pertencem ao campo das emulsões de silicone. Indicadas para facilitar a penteabilidade a úmido ou a seco e a maleabilidade dos cabelos (CE-2085), as resinas de cera de silicone atuam como agentes estruturantes, e também melhoram a cobertura, a uniformidade e a intensidade das cores em batons, entre outras maquiagens (SW-8005 C30). Já os silicones da família FZ-3196, além de revelar compatibilidade com outros silicones e com outros materiais orgânicos, demonstraram intensificar o brilho e a intensidade das cores em batons, encontrando recomendações de uso em hidratantes, géis, demaquilantes, produtos para proteção solar, antiperspirantes, desodorantes e produtos para cuidados com os cabelos.

A Dow Corning incluiu também novas misturas de cera de soja (HY-3051), que, além de hidratar, intensificam o brilho dos cabelos e promovem as sempre bem-vindas ações antifrizz (antieriçamento) em tratamentos capilares.

As novas pesquisas focadas em silicones também avançam a passos largos na Nusil Silicone Technology. A empresa americana, representada no Brasil pela Huntsman, marcou presença nos eventos com várias especialidades e tendências no desenvolvimento de silicones.

Química e Derivados, José Henrique Mendonça, Gerente regional de vendas da Huntsman, FCE
José Henrique Mendonça: Silicones assumem nova funcionalidade

“As novas moléculas de silicone não terão apenas o papel de atuar como veículos melhoradores de textura e hidratação de produtos cosméticos para cabelos e para a pele, mas também deverão conferir proteção UVA e UVB em fórmulas de cremes e loções, transformando-se em efetivos filtros químicos e em proteção UV para xampus, por exemplo”, informou José Henrique Mendonça, gerente regional de vendas da Huntsman.

As opções em silicone para aplicações cosméticas da Nusil abrangem polímeros de siloxano, siloxisilicatos e silsesquioxanos, e também polímeros reticulados de vinil em ciclopentasiloxano.

Os polímeros de siloxano, incorporados a cosméticos para cabelos, pele, maquiagens e protetores solares, conferem, segundo o especialista David Mitchell, responsável pelos produtos na América Latina, maciez, maleabilidade, condicionamento, hidratação, redução de rugas, dispersão e suspensão de pigmentos, resistência à água e maior FPS.

Já os siloxisilicatos e os silsesquioxanos, com ampla faixa de viscosidade, desde 100 cps até o estado sólido cristalino, são muito bem aceitos em produtos para cabelos, seja para oferecer maleabilidade e maciez ou para promover sua fixação e brilho.

Quanto aos polímeros reticulados de vinil em ciclopentasiloxano, as aplicações mais comuns envolvem pastas e cremes voltados a cuidados pessoais.

Cabelos danificados podem contar com o novo condicionante desenvolvido pela Momentive Performance Materials (ex-GE Silicones). Trata-se de Silsoft A+, uma emulsão isenta de surfactantes, composta por polisilicones, glicerina e DPG, considerada um supercondicionante, que confere brilho, hidratação, impede o frizz (eriçamento) e torna maleáveis e facilmente penteáveis os cabelos, oferecendo resultados finais tão bons quanto aqueles obtidos em salões especializados e sofisticados.
Alternativas aos esqualenos – Representando a B&T, empresa italiana, especializada em matérias-primas derivadas de oliveiras, a distribuidora quantiQ (ex-Ipiranga Química), pertencente à Braskem, destacou uma nova molécula (Sensolene) com a propriedade de mimetizar o filme hidrolipídico epidermal.

“Sensolene aumenta imediatamente o índice de hidratação da cútis e promove a longo prazo as propriedades de barreira e a viscoelasticidade tão necessárias à pele, apresentando-se como alternativa bastante interessante aos esqualenos e esqualanos, cuja oferta atual está insuficiente para atender à demanda, com performance semelhante”, informou Tatiana Straioto Bianco, analista de marketing da quantiQ.

A distribuidora também traz com exclusividade ao mercado brasileiro dois novos ativos biotecnológicos (Exo-H e Exo-T). Desenvolvidos pela canadense Unipex (ex-Atrium), são constituídos de exopolissacarídeos oriundos de atóis da Polinésia francesa. “O Exo-T estimula a descamação e a renovação celular com desempenho superior ao do ácido retinóico, e o Exo-H melhora a hidratação, ao induzir as produções de ácido hialurônico, filagrina e a síntese lipídica”, explicou Tatiana.

A IdealFarma exibiu várias novidades como Abdoliance e Oxtrienol. Tecnologia da Soliance, o Abdoliance é uma combinação vetorizada de flavonóides de laranja (hesperidina) e de cafeína do guaraná, representando novo desenvolvimento nanotecnológico para tratamento e redução da gordura abdominal. Está restrito às aplicações cosméticas para uso masculino, pois inibe a enzima aromatase que transforma a testosterona masculina no hormônio feminino estrogênio. Já o Oxtrienol representa uma tecnologia Davos, baseada em tocotrienóis, antioxidantes considerados entre 40 e 60 vezes mais potentes do que a vitamina E, e mais efetivos contra os danos causados pelas radiações UV.
A brasileira Buntech apresentou Salinaturals, óleos essenciais derivados de ampla gama de plantas de várias categorias olfativas como canela, camomila, cravo, capim-cidrão, açafrão, gergelim, capim-limão, lemon-gres, erva-doce, curry, entre outras, que comprovaram proporcionar efeito bactericida e bacteriostático aos cosméticos, e está em fase de obter certificação Ecocert.

Químcia e Derivados, Jefferson Santos, diretor-comercial da M.Cassab, FCE
Jefferson Santos: kits associam ativos tônicos com máscaras faciais

Novas tendências – A M.Cassab foi buscar inspiração e tendências em países orientais para criar um kit Spa de tônicos para aplicações sobre a pele do rosto. “A linha Spa é composta por cinco tônicos faciais com princípios ativos restauradores, como vitaminas e D-pantenol, para aplicações em máscaras faciais, alguns deles em escala nanotecnológica, para agir sobre a derme e proporcionar diferentes efeitos e estímulos sensoriais agradáveis”, informou Jefferson Santos, diretor-comercial da M.Cassab.

O kit Spa se completa com máscaras compactadas e confeccionadas com não-tecidos e com recipiente para a colocação dos tônicos para entumescer as máscaras para aplicação na cútis.

“Muitas aplicações cosméticas como máscaras, elixires e sachês já estão consagradas em países como China, Japão e Coreia, e nós pretendemos trazer as novas tendências mundiais para os nossos clientes e ajudá-los a criar novos produtos”, afirmou o diretor.

Ativos consagrados – Ingredientes amplamente empregados no mercado cosmético foram alguns dos destaques da Química Anastácio. Um deles é o D-Pantenol, ou pró-vitamina B5, considerado o precursor do ácido pantotênico, vitamina essencial para a manutenção da saúde da pele e dos cabelos.

“Em produtos para a pele, D-Pantenol exerce efeito hidratante, suaviza e deixa a pele mais elástica, e também produz efeito anti-inflamatório. Em produtos para os cabelos, proporciona hidratação de longa duração aos fios, melhora a maleabilidade, espessa os fios, reduz a formação de pontas duplas e também confere brilho”, informou Alessandra Fernandes Guerra, responsável pelo marketing da empresa.

O outro ingrediente usual é o carbômero 940. Pertencente à família de polímeros hidrossolúveis, confere viscosidade às soluções, estabilizando também as emulsões. “É obtido pela síntese e polimerização do ácido acrílico e, dependendo da cadeia carbônica e da variação do grupo carboxila, consegue-se obter diversos tipos de carbômeros, sendo o 940, porém, o que confere maior viscosidade, sendo o mais usado na indústria cosmética em géis aquosos e hidroalcoólicos claros e transparentes”, acrescentou Alessandra.

Em plena fase de ampliação de portfólio, depois que adquiriu o grupo McIntyre, fabricante global de surfactantes, ésteres, conservantes e proteínas, a Rhodia Novecare, uma divisão do grupo Rhodia, destacou na FCE os derivados do óleo de babaçu orgânico (Mackam Bab), para aplicações em cosméticos para a pele, além do surfactante condicionante (Mackamide Cpa), totalmente livre de substâncias prejudiciais à pele, para aplicação em fórmulas naturais direcionadas a tratar os cabelos.

Outras novidades da empresa ficaram por conta de Jaguar C500, Mirasheen Star e Miracare SLb. À base de sementes de guar, Jaguar C500, para emprego em xampus e condicionadores, oferece mais volume, leveza e suavidade a cabelos finos e danificados. Já Mirasheen Star confere aspecto perolado a xampus, sabonetes líquidos e géis para banho, enquanto Miracare Slb trata-se de sistema de surfactantes de alto desempenho, recomendado para a formulação de géis de limpeza corporal e facial, para sabonetes líquidos e xampus condicionantes, podendo ser empregado em produtos que incorporam grandes quantidades de óleos e de ingredientes ativos para controle da umidade, condicionamento, proteção e reparo dos cabelos.

 

[box_light]Confira também: FCE Pharma reuniu ingredientes e equipamentos inovadores[/box_light]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.