Cosméticos, Perfumaria e Higiene Pessoal

FCE Cosmetique / FCE Pharma – Química verde se consolida no desenvolvimento de fármacos e cosméticos

Rose de Moraes
15 de junho de 2011
    -(reset)+

    “Desde 2005, os conservantes do Sharon Laboratories estão sendo vendidos no mercado brasileiro por meio de parceria exclusiva com a quantiQ, e esperamos que essa relação venha a crescer significativamente com o novo empreendimento para que, juntos, possamos oferecer o melhor suporte técnico aos nossos clientes”, afirmou Almir Ribeiro, diretor da divisão Lifescience da quantiQ.

    Com distribuição pela Bandeirante Brazmo, a Inventiva destacou várias soluções nanotecnológicas para aplicações cosméticas. Entre elas estão NanoVit Hair, lipossomas de queratina e vitamina E, e NanoFrizz Control, nanopartículas de óleo de coco e silicones multifuncionais, que atuam na reconstrução das fibras capilares e na redução do volume e do frizz dos cabelos.

    No rol de ativos para a pele, foram apresentadas novidades como NanoSlim Complex, um complexo anticelulite, NanoAging Reverse, ativo para combater rugas e linhas de expressão e NanoShine, ativo clareador da cútis.

    Conquistar indústrias e consumidores pela eficácia também é a proposta da Sarfam, que levou para a FCE Cosmetique novos ativos e ingredientes inovadores de várias empresas internacionais representadas. Um deles é o Castanmae, um derivado de castanha-do-pará, também conhecida como castanha do Brasil, com ação emulsionante de alto desempenho e livre de glicóis, que proporciona hidratação suave, formando filme natural.

    Outras matérias-primas vegetais de alto desempenho são o emulsionante não-iônico, derivado da oliva, Emulsifier CP5, e a blenda de derivados da manteiga de karitê Plantec Sensolive LD, considerada opção natural para substituir o ciclometicone.

    Como clareador natural, a empresa aposta em Regu-Fade, um derivado da uva, destacando também uma molécula exclusiva de propanodiol, derivada do milho, para substituir glicóis e com desempenho superior ao dos petrolatos, com funções emolientes e umectantes, para emprego em xampus e loções para a pele.

    “Outros destaques de nossa linha atual são Gold Leaf 99, ouro de 24 k em folhas, que atua como oligoelemento para a pele, estimulando-a e iluminando-a, e o complexo bioativo Unisooth EG-28, derivado do chá verde, com ação imediata para reduzir irritações e olheiras”, informou Maria Letícia Baú, gestora de contas da Sarfam.

    Distribuição ampliada – Prestes a completar 70 anos de atividades em setembro próximo, a Química Anastácio comemorou nessa FCE Cosmetique o seu ingresso na distribuição de insumos farmacêuticos, considerado um marco para a empresa com grande jornada na distribuição de ingredientes para o setor de cuidados pessoais e cosméticos, entre outros, viabilizada por importações de 35 países, e contando com a colaboração de escritórios instalados em Xangai, na China, e em Mumbai, na Índia.

    O alvo inicial das importações recai sobre paracetamol em pó. O ativo de uso generalizado na indústria farmacêutica e com reconhecidas propriedades terapêuticas será o primeiro, mas outros ingredientes, como cafeína anidra, vitamina C, mentol e cânfora já estão chegando às novas instalações preparadas para atender aos requisitos de estocagem de fármacos em salas adequadas às Boas Práticas de Fabricação (GMP) e com envase em salas limpas, com pressão positiva, climatização e prevenção contra contaminação cruzada.

    “O ano de 2011 está propiciando muitas novidades para a nossa empresa, como atualização do nosso site e da nossa logomarca, e também está sendo marcado pela conquista da certificação NBR ISO 9001:2008, para que implementemos nossas operações de comercialização e de distribuição de produtos químicos que está apenas se iniciando, pois teremos várias outras novidades em matérias-primas para farma ainda neste ano”, informou Alessandra Guerra, gestora de marketing da Química Anastácio.

    Revista Química e Derivados - Alessandra Guerra, gestora de marketing da Química Anastácio, fármacos

    Alessandra: promessa de novidades em ativos para fármacos em 2011

    Novos negócios – A FCE Cosmetique deste ano também marca o ingresso da Sasil na distribuição de ingredientes para o setor de higiene pessoal e cosméticos. Atuante, há vários anos, na distribuição de petroquímicos, químicos e termoplásticos, a empresa, a partir de 2011, também tem se empenhado para oferecer amplo portfólio de produtos às indústrias cosméticas.

    “Não podíamos mais deixar de considerar as grandes oportunidades que o mercado cosmético e de higiene pessoal apresenta, como grande usuário de químicos intermediários e de especialidades químicas, e do qual participam muitas grandes empresas distribuídas por todo o país”, informou Fernando Caribe, diretor-geral da Sasil.

    O portfólio inicial abrange lauril éter sulfato de sódio, lauril sulfato de sódio em pó e em solução, lauril éter sulfato de amônio, lauril sulfato de amônio, lauril éter sulfosuccinato de sódio, éster quats, cloreto de benzalcônio, blends bactericidas, aminas óxidas (láuricas e mirísticas), betaínas, amidas (80/90), alcoóis cetoesterílico e cetoestearílico 20 EO e monoetanolamina. Em breve, deverão ser acrescidos bases peroladas, ésteres de sorbitan, inclusive etoxilados, ATPEG e cocoamida MEA.

    Silicones em prol da beleza – Os tributos dos silicones à beleza, apresentados em resinas, ceras e fluidos, também foram destacados nessa FCE Cosmetique pela Wacker. Pertencentes à marca Wacker-Belsil, as resinas de silicone atuam na aderência de esmaltes para unhas, tornando os produtos altamente flexíveis e resistentes a riscos. Com silicones híbridos, formadores de película, os esmaltes se tornam bem mais duráveis e, com sílicas pirogênicas (HDK), alcançam distribuição homogênea de pigmentos.

    Além de atuarem amplamente em produtos para cabelos, deixando-os sedosos, flexíveis e fáceis de pentear, os polímeros híbridos, quando aplicados em produtos para hair care, promovem a estilização de cabelos e penteados. As ceras de silicone empregadas em produtos de cuidados com a pele e dermatológicos elevam o rendimento das formulações e, alquiladas, tornam-se componentes indispensáveis de produtos para proteção solar, batons, rímeis e bases.

    Quando apresentam alto índice de refração, os silicones ainda intensificam o brilho e são recomendados para formulações de batons com alta fixação nos lábios e, com géis de resina de silicone, batons e cremes de proteção solar se tornam mais resistentes à água e a óleos.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *