FCE Cosmetique e FCE Pharma 2015 – Prévia: Setores ignoram crise e investem para formar pessoal e inovar mais

No dia 13, no workshop “Marketing, inovações e tendências”, coordenado por Enilce, são apresentadas “estratégias inovadoras na busca das necessidades do consumidor, de diferenciar os produtos e os modelos de negócios. Quais as estratégias, como aplicá-las ao marketing e quais as ferramentas para se identificar um processo de inovação de um produto ou de uma nova linha ou de uma empresa”. No último dia, o workshop “Sensorial” enfoca a beleza sob um novo olhar: a real beleza versus a idealização da beleza.

Para João Hansen, presidente da ABC, um congresso desse porte científico deve sempre proporcionar para o setor três alicerces: conhecimento, relacionamento e inovação. “Os congressistas têm a oportunidade de se atualizar com os principais especialistas, saber as tendências e promover o intercâmbio com a comunidade científica do Brasil e do mundo”, conclui.

No estande da ABC, a Estação Exsens também “merece ser visitada”, sugere Enilce. O espaço é destinado a proporcionar experiências sensoriais de cheiros e texturas, mostrando as diferenças entre emulsões, géis, loções e os impactos das fragrâncias na percepção do consumidor. “As empresas divulgam matérias-primas e fazem testes de aplicação de produtos”, revela. Por meio de demonstrações, a Estação Exsens aborda temas como pigmentação, matérias-primas com modificação sensorial e fragrâncias, aproximando os visitantes das novidades, lançamentos e tendências por meio da experimentação, acrescenta Lígia.

Como iniciativa de integração entre o mundo acadêmico e a indústria, há exposição de trabalhos científicos em formato renovado, de e-posters. Espera-se que universidades e empresas apresentem, em primeira mão, os resultados de suas mais recentes pesquisas sobre ativos cosméticos e seus mecanismos de ação. Também está previsto “um encontro fechado de professores universitários convidados para discutir as melhores tecnologias de comunicação educacional”, antecipa Enilce, diretora da ABC.

Exposição – As centenas de empresas que participam da FCE não apenas divulgam os seus produtos, mas apresentam novidades. A Oxiteno, por exemplo, aposta em modelo de cocriação com clientes para buscar soluções sustentáveis e inovadoras em cuidados pessoais. “Nossas plataformas buscam performance superior, aspectos sensoriais, sustentabilidade, entre outros atributos”, diz Maurício Lopes, gerente de negócios para Home & Personal Care.

Por meio da combinação de expertise em formulações e disciplina de inovação, a empresa explora aspectos sensoriais como textura, espuma, cor e frescor. “Acreditamos que a beleza é mais que uma convenção estética, é uma sensação, por isso desenvolvemos soluções para promover o bem estar das pessoas por meio de experiências sensoriais”, afirma Lopes. Além disso, o conceito Greenformance direciona o desenvolvimento dos produtos de acordo com três pilares de sustentabilidade: cuidado com meio ambiente, uso de fontes renováveis, e saúde e bem-estar. A empresa é patrocinadora master do espaço de Inovação, que abrigará diversas palestras e apresentações sobre tendências, produtos, aplicações e inovações do mercado.

Química e Derivados, Pigmento Syncrystal Supernova Gold, da Colormix
Pigmento Syncrystal Supernova Gold, da Colormix

A Colormix exibe o pigmento Syncrystal Supernova Gold, fabricado pela Eckart. Com aspecto de ouro real, destaca todas as aplicações em cuidados com a pele e cosméticos com cor, proporcionando uma aparência lustrosa “sensacional e aristocrática”. Destaque também para três novos pigmentos de 1-15 µm nos tons de terra que, segundo a empresa, são adequados para cremes (BB cream, CC cream), loções tonalizantes, assim como todos os tipos de aplicações que possuam cor: Syncrystal Soft Peach, Soft Bronze e Soft Copper. Além disso, será exposta a linha de borosilicato Mirage, agora expandida com cinco novas cores de interferência em tamanho de partícula variando entre 10-50 µm: Mirage Silver, Red e Blue; e duas cores em tons de terra: Mirage Champagne e Fire-Red. “Serão apresentados novos efeitos glamorosos com máximo de brilho”, informa a Colormix.

A Bandeirante Brazmo mostra que dispõe de produto isento de DEA (dietanolamina), que proporciona melhor performance (maior cremosidade de espuma e menor dosagem), afirma o gerente de mercado, José Carlos Menezes. Buscando inovar no segmento de cosméticos, a empresa está promovendo o desenvolvimento de alternativa à Cocamide DEA, acrescenta Nádia Andrella Capuzzo, coordenadora de marketing-especialidades. Ela prevê que esta será uma tendência no Brasil, pois produtos derivados de DEA possuem uso restrito na Europa e nos EUA – há estudos comprovando os malefícios do seu uso. Além disso, a empresa possui soluções para desenvolvimentos na linha de espessantes, agentes condicionantes, emolientes, umectantes e agentes perolizantes.

A Sarfam lança o Brightenyl, “a ciência metagenômica revelando a beleza.” É considerado a evolução dos ativos para alcançar a plena uniformidade do tom da pele. “É um produto com base em pesquisas metagenômicas, um extraordinário ativo para a luminosidade radiante, quatro vezes mais eficiente que a vitamina C e 60 vezes mais eficiente que o ácido kójico. Os resultados são visíveis após apenas 28 dias; e os resultados duradouros, após três meses”, informa Cristina Unten, do setor de marketing.

Página anterior 1 2 3 4 5 6Próxima página

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios