Química

FCE Cosmetique 2010 – Insumos de origem natural renovável predominam entre as inovações e destacam a posição brasileira

Rose de Moraes
15 de junho de 2010
    -(reset)+

    Ativos com atividade neurocosmética, que modulam a percepção cutânea e diminuem as sensações desagradáveis (Sederma), e manteigas do óleo das sementes de romã, cera branca de abelhas e octildodecanol de origem natural (Zenitech) foram algumas das inovações apresentadas pela D’Altomare Química.

    Além de novas funcionalidades, a safra de ativos também privilegia o sensorial agradável das formulações. Esse é o caso do novo polímero catiônico associado ao óleo de framboesa (Zeniberry R-XQ), que potencializa a formação de espumas e a sensação de maciez sobre a pele e também do blend de surfactantes vegetais, livre de sulfato, que promove a limpeza com ultrassuavidade e mantém a pele hidratada (Miracare Plaisant), desenvolvimento assinado pela Rhodia.



    Recomendamos também:








    Um Comentário


    1. CARLA ROMERO MARTINELLI

      PRECISO SABER COMO MANIPULAR O PRODUTO LECIGEL



    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *