Alimentos e Bebidas

EXPO IS – Química ajuda a preparar e conservar os alimentos

Maria Silvia Martins de Souza
4 de dezembro de 2008
    -(reset)+

    Química e Derivados,  Priscila Ming, engenheira de alimentos,  EXPO IS - Química ajuda a preparar e conversar os alimentos

    Priscila Ming: soro do leite é boa fonte de proteínas nobres

    O concentrado de soro pode ser utilizado em diversos segmentos alimentícios como fórmulas infantis de leites modificados, produtos de panificação, bebidas lácteas, confeitos, sorvetes e produtos nutricionais. Soro e produtos de proteína de soro têm sido utilizados com grande sucesso em sorvetes e em outras sobremesas lácteas congeladas nas últimas décadas. Além disso, as proteínas de soro são os ingredientes preferidos no desenvolvimento de bebidas protéicas prontas para beber, por causa das suas excelentes qualidades nutricionais, ao sabor suave e à fácil digestão. Custos e melhoria de qualidade são as principais características que impulsionam o uso de produtos de soro. Hoje em dia, as propriedades funcionais dos concentrados e isolados de proteína de soro tornaram sua utilização em sobremesas lácteas congeladas cada vez mais comum. “Isso pode ser atribuído à maior disponibilidade de produtos funcionais de soro de alta qualidade e aos maiores conhecimentos sobre suas aplicações e benefícios”, disse Priscila. Soro doce, concentrados com 34% a 89%, e isolados de proteína com teor maior que 90%, estão entre os produtos mais utilizados. Outros ingredientes, tais como soro de lactosado e soro desmineralizado também são fornecidos pela organização americana. Segundo Priscila, no Brasil não há produção desses insumos, daí o interesse em participar da feira, o que fazem há onze anos. “Sempre fazemos bons contatos”, disse, acrescentando que vendem não só para importadores do Brasil, mas de toda a América do Sul.

    Com estande em frente ao dos concorrentes americanos, a líder nacional na produção de ingredientes lácteos, Tangará Foods, também esteve no evento. A empresa conta com um moderno parque industrial em Vila Velha-ES, oferecendo uma linha completa de compostos lácteos, além de batata desidratada em fl ocos. Os produtos são comercializados em embalagens a partir de 1 kg para atender hotéis, bufês, restaurantes e indústrias. Segundo o gerente de produto João Cláudio Gil, Purelac é o composto lácteo da Tangará que substitui em até 100% o leite fluido ou em pó, seja integral ou desnatado, sem perda de valor nutricional e com redução de até 50% no custo do produto final. O Purelac pode ser usado na fabricação de pães, pães de queijo, bolos, bebidas lácteas, cappuccino, milk-shakes, mingaus e vitaminas entre outros. “Vindo ao evento ficamos mais perto de nossa clientela”, disse Gil. Segundo ele, em breve a planta da Tangará contará com uma torre de secagem, o que permitirá ampliar a oferta de produtos, incluindo as formulações lácteas em pó, como proteínas. “Nossos principais clientes são fabricantes de sorvetes, alimentos nutricionais, chocolates, mas também atendemos a indústria farmacêutica”, finalizou.

    Química e Derivados, Giorgio Maccarone, gerente de marketing, EXPO IS - Química ajuda a preparar e conversar os alimentos

    Giorgio Maccarone: aromas reproduzem a sensação de frutas frescas

    A Lapiendrius, fabricante nacional de aromas, extratos aromáticos, prémixes e condimentos, também expôs na feira. Localizada em Itaquaquecetuba- SP, a empresa pertence ao grupo Petite/ L’essence, cujo símbolo é um triângulo, por atender os três vértices do mercado sensorial: matérias-primas, fragrâncias e aromas. De acordo com o gerente de marketing Giorgio Maccarone, é a primeira vez que um grupo brasileiro atinge essa estrutura empresarial combinada. “Conhecemos muito bem o mercado, sabemos quais são os sabores mais valorizados, as limitações econômicas dos projetos, as expectativas de rápido atendimento e a flexibilidade exigida pelos clientes, por isso nos destacamos”, gabou-se Maccarone. No evento, foram expostos aromas para bebidas. De acordo com o gerente, o dinamismo desse setor, que inclui refrescos em pó, refrigerantes, bebidas mistas não carbonatadas, alcoólicas, xaropes concentrados e bebidas funcionais à base de soja, tem sido um dos grandes destaques do mercado de alimentos como um todo. Novos produtos surgiram, apoiando-se em sua conveniência de consumo e em sabores não tradicionais, caso dos sucos prontos para beber, energéticos e ice-drinks. Por outro lado, o tradicional segmento de refresco em pó continua a surpreender, mantendo sua trajetória de crescimento e incorporando alguns sabores inovadores. “Interpretando essas tendências do mercado consumidor, desenvolvemos uma coleção de aromas frutais que traduz a sensação da fruta recém- colhida, com notas frescas, voláteis e com impacto refrescante”, salientou Maccarone.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *