Etilenoglicol: veja suas principais aplicações

Etilenoglicol: conheça agora sua fórmula química, propriedades, medidas para manuseio e outras informações relevantes

O etilenoglicol é um produto químico muito utilizado pelas indústrias e está mais presente em nosso dia a dia do que imaginamos. Ele é muito aplicado em fluidos automotivos, tintas, aparelhos de ar condicionado, detergentes, defensivos agrícolas, papel e até cosméticos. Vem com a gente conhecer mais sobre esta importante substância. Boa Leitura!

Acesso Rápido no post

O que é etilenoglicol?
Qual é sua fórmula?
Quais são suas principais características\?
Aplicações do etilenoglicol
Manuseio do etilenoglicol
Diferença entre o etilenoglicol e o propilenoglicol
Onde comprar o etilenoglicol?

O que é etilenoglicol?

O etilenoglicol consiste em composto orgânico que tem aspecto de um líquido incolor, sem cheiro e que possui baixa volatilidade em temperatura ambiente. Também é conhecido por outros sinônimos como 1,2-diidroxietano, 2-hidroxietanol, álcool glicólico, etileno diidratado.

Quanto a sua produção, é importante dizer que é fabricado em escala industrial por meio da hidrólise do óxido de etileno obtido na oxidação do etileno.

    Orçamento Rápido

    GuiaQD.com.br

    Informe os produtos que deseja receber cotação.

     

     

    Qual é sua fórmula?

    A fórmula química do etilenoglicol é representada por C2H6O2.

    Quais são suas principais características

    • Forma: líquido denso.
    • Odor: inodoro.
    • Sabor: agridoce.
    • É um álcool: os álcoois possuem grupos hidroxila (O-H) ligado a átomos de carbonos saturados, no caso o etilenoglicol tem dois grupos hidroxilas (-OH).
    • É um composto orgânico: aqueles que possuem cadeias de carbonos. Normalmente são líquidos ou gasosos, enquanto os inorgânicos são sólidos.
    • Higroscópico.
    • Estável (pouco volátil).
    • Peso Molecular: 62,07.
    • Baixa viscosidade.
    • Facilmente reativo
    • CAS: 107-21-1.
    • Ponto de fusão/ponto de congelamento: -12,7 °C.
    • Ponto de ebulição inicial e faixa de temperatura de ebulição:  197,3 °C. Ele possui alto ponto de ebulição.
    • Ponto de fulgor: 111 °C  (Vaso aberto).
    • pH: 6 a 7,5.
    • Grupo químico: diidroxiálcoois (dióis).
    • Miscível com a água.
    • Família química: glicol. Dessa forma, possui ótima propriedade de transferência de calor, a qual é relevante para aplicações de aquecimento e resfriamento em sistemas HVAC e automotivos, processos alimentícios e farmacêuticos, além de produção de moldes de plástico.
    • Muito solúvel em aldeídos, cetonas e ácido acético.

    Aplicações do etilenoglicol

    O etilenoglicol é normalmente utilizado como solvente para tintas, plásticos, desenvolvimento de soluções fotográficas, refrigerantes, fluidos hidráulicos, entre outros. No entanto, esta não é sua única aplicação, podendo ainda servir para diversas finalidades. Confira suas principais utilizações

    • Fabricação de produtos químicos: ele pode ser usado como intermediário em síntese química.
    • Fabricação de plásticos.
    • Produção de filmes para embalagens.
    • Fabricação de resinas alquílicas e resinas de poliéster.
    • Formulação de óleos para usinagens e de plastificantes para papel celofane.
    • Formulação de tintas, lacas, esmaltes: este produto químico tem a capacidade de elevar a viscosidade e impedir a evaporação.
    • Produção de defensivos agrícolas.
    • Usado em revestimentos, adesivos, selantes e muito mais.
    • Fabricação de papel.
    • Usado como solvente para nitrocelulose, acetato de celulose, plástico.
    • Produção de detergentes.
    • Usado em cosméticos.
    • Produção de fibras de vidro: estas normalmente são usadas em banheiras, jet ski, bolas de boliche, entre outros.
    • Setor têxtil.
    • Líquidos de arrefecimento/anticongelante do motor (carros, barcos, aviões), fluidos hidráulicos, fluidos de transferência de calor, entre outros.

    Leia Mais
    Dietilenoglicol (DEG)
    Fenoxietanol: grande uso em produtos cosméticos
    Ácido esteárico
    Exemplos de excipientes utilizados na indústria farmacêutica
    Calor – Fluidos térmicos têm vida útil mais longa
    Química e Engenharia Química juntas fizeram o mundo muito melhor – ABEQ
    Braskem obtém bons resultados em 2018, mas prevê problemas
    Tecnologia ambiental – Setor químico usa mais energia renovável
    Tintas Solventes – Sistemas híbridos substituem aromáticos sem pesar no custo

    Manuseio do etilenoglicol

    A manipulação deste produto químico deve ocorrer em área ventilada ou com sistema geral de ventilação/exaustão local. Evite formação de vapores, névoas e contato com materiais incompatíveis. Se for necessário, faça uso de equipamento de proteção individual (EPI), como óculos de proteção contra respingos; sapatos fechados; vestimenta de segurança para proteção de todo o corpo contra respingos de produtos químicos; luvas de proteção de borracha natural, nitrílica ou de qualquer outro material impermeável disponível.

    Medidas de primeiros socorros

    – Em caso de inalação: remover a pessoa contaminada para local ventilado e colocá-la em repouso numa posição que não dificulte a respiração. Em caso de indisposição, procurar assistência médica.

    – Em caso de contato com a pele: retirar as roupas contaminadas e lavar o local atingido com bastante água corrente e sabão em abundância. Em caso de irritação cutânea, consulte um médico.

    – Em caso de contato com os olhos: lavar os olhos com muita água por aproximadamente 15 minutos. Se estiver fazendo uso de lentes de contato, remova-as, se for possível. Vale consultar um oftalmologista, se necessário.

    – Em caso de ingestão: lavar a boca da vítima com água em abundância. Procurar atendimento médico.

    Em todos os casos acima, a vítima deve levar a FISPQ (Ficha de Informações e Segurança do Produto Químico).

    Para que o armazenamento seja seguro, etilenoglicol precisa ser guardada em local ventilado, longe da luz solar e em temperatura ambiente que não exceda 35°C. Além disso, a embalagem precisa ser fechada.

    Diferença entre o etilenoglicol e o propilenoglicol?

    Os dois produtos químicos, embora glicóis, se diferenciam quanto a toxidade, propriedades químicas e físicas e algumas aplicações.

    Enquanto o etilenoglicol é tóxico e mais indicado para processos em que a toxicidade não tem importância, o propilenoglicol é menos tóxico e, portanto, mais recomendado para aplicações que exijam menos toxicidade, isto é, em sistemas de aquecimento ou refrigeração em fabricas de processamento de alimentos ou outros produtos destinados a consumo, em que acidentalmente possa ocorrer o contato com o produto.

    Vale ainda destacar que o etilenoglicol é a melhor escolha para o fluido de transferência de calor, visto que apresenta ótima transferência de calor e proteção contra congelamento. Além disso, em temperaturas mais baixas, é mais eficiente que o propilenoglicol. Por sua vez, o propilenoglicol têm maior viscosidade e ponto de fluidez do que o etilenoglicol.

    Onde comprar o etilenoglicol?

    Para encontrar os principais fornecedores de etilenoglicol no Brasil, acesse o Guia QD, o mais completo guia eletrônico de compras e vendas do setor químico e importante ferramenta da editora QD para o desenvolvimento de negócios entre fornecedores e compradores.

    Nele, você tem acesso rápido a diversos fornecedores e ainda conta com a facilidade de realizar vários orçamentos de uma só vez para diversas empresas.

    Nenhuma ferramenta do mercado oferece um suporte tão grande como o Guia QD. Experimente essa incrível facilidade e veja como é possível ganhar tempo em suas cotações e agilizar suas compras.

      Orçamento Rápido

      GuiaQD.com.br

      Informe os produtos que deseja receber cotação.

       

      Deixe um comentário

      O seu endereço de e-mail não será publicado.