Espaço para testar insumos conquista formuladores de cosméticos

Segundo Basílio, o primeiro semestre de 2018 só não foi melhor por causa da greve dos caminhoneiros, em maio. Mas o otimismo voltou a preponderar na segunda metade do ano, apesar das incertezas políticas. No período das campanhas eleitorais, a forte desvalorização do real obrigou as empresas a trabalhar com margens de lucro menores. “Não dá para repassar 100% do aumento dos custos de importação porque a concorrência é grande”, argumentou o executivo.

Química e Derivados, Karina: heptapeptídeo protetor da pele deu prêmio à Lubrizol
Karina: heptapeptídeo protetor da pele deu prêmio à Lubrizol

Algumas categorias de produtos vêm crescendo em ritmo acelerado. É o caso de perfumaria (11,7% em 2017 e 8,1% em 2018) e cuidados com a pele (7,2% e 5,4%, respectivamente). Os lenços umedecidos devem apresentar uma expansão de 4,5% neste ano. “O consumidor está cada vez mais consciente da importância dos cuidados com a pele”, salientou Basílio. O mercado masculino vem incorporando novos itens e cresce acima da média.

O Brasil é o 4º maior mercado mundial de HPPC (3º maior em cuidados do cabelo e em higiene oral). Entre os ramos industriais que mais investem em inovação, desponta em 2º lugar. A Abihpec calcula que 30% do faturamento a cada dois anos é fruto dos novos lançamentos de produtos.

O ano de 2018 deverá fechar com um déficit na balança comercial entre US$ 90 milhões a US$ 100 milhões, estimou Basílio. As exportações devem variar de US$ 630 milhões a US$ 680 milhões (+8% no confronto com 2017). Produtos para cabelo lideram as vendas externas do país, que se destaca por abrigar os 8 diferentes tipos capilares. As compras internacionais devem subir 11% e são, em grande parte, de perfumaria e desodorantes. O Brasil representa 49,1% do mercado latino-americano e fabrica o equivalente a 65% do total.

Premium – O mercado mundial de beleza e cuidados pessoais chegou a US$ 465 bilhões em 2017 (+5%), informou Elton Morimitsu, analista sênior de beleza e saúde da Euromonitor International. Ele detecta uma tendência de “premiunização” na América Latina. Os consumidores estão em busca de produtos diferenciados, inovadores, que simplifiquem a sua vida. Se 52% dos latino-americanos preferem marcas conhecidas, quase 80% querem testar novos produtos e serviços, segundo estudo Lifestyle Survey da consultoria, realizado no ano passado.

“O segmento premium está puxando o crescimento setorial em todas as regiões, exceto na África e Oriente Médio”, observou. Considerando que, em 2012, 20% dos lares latino-americanos eram de classe média e que a projeção, até 2030, é chegar a 26%, o potencial de consumo daqueles produtos só aumenta. “O consumidor está disposto a pagar mais por um produto de maior qualidade”, frisou Morimitsu.

Química e Derivados, Karine: modificação do ácido hialurônico reduz as rugas
Karine: modificação do ácido hialurônico reduz as rugas

A Euromonitor International prevê que o Brasil deve continuar sendo o maior mercado de produtos de beleza e cuidados pessoais premium na AL, com projeção de movimentar US$ 77,4 bilhões em 2022 (US$ 65,4 bilhões em 2017). O México, contudo, apresenta melhores oportunidades, uma vez que possui um segmento premium maior proporcionalmente ao mercado de beleza e cuidados pessoais como um todo.

Enquanto o segmento premium de beleza e cuidados pessoais no Brasil representa em torno de 5% das vendas do setor (taxa que se manterá estável nos próximos cinco anos), no México já chega a 14% e deverá atingir 15% em 2022. O segmento premium de produtos infantis, desodorantes e maquiagens está entre os itens que devem apresentar maior expansão regionalmente, crescendo a uma taxa média anual de 20%, 8% e 8%, respectivamente, entre 2017 e 2022.

A coordenadora de assuntos regulatórios do Conselho das Indústrias de Cosméticos, Higiene Pessoal e Doméstica da América Latina (Casic), Soledad Busnelli, explicou que a organização tem como objetivo central tornar a AL um mercado autossuficiente, de livre comércio e com eficiência em todos os processos aduaneiros, de comércio, logística e regulatórios. “Estamos em convergência com as normas internacionais aplicadas às indústrias. Com isso, a perspectiva é chegar em 2020 com um faturamento de US$ 80 bilhões”, revelou.

Com o grande interesse dos consumidores em cosméticos orgânicos, as indústrias estudam formas de atender a expectativa com o mesmo desempenho dos sintéticos. O mercado na AL ainda é pequeno, mas a região tem grande potencial com a biodiversidade local. Estudo apresentado por Cleber Barros, pesquisador da Vinia, indica que 64% dos brasileiros se interessam por produtos com ingredientes orgânicos.

Química e Derivados, Patrícia e Tristão: inovações para retirar maquiagem e dar proteção térmica para os cabelos
Patrícia e Tristão: inovações para retirar maquiagem e dar proteção térmica para os cabelos

Itehpec – O Instituto de Tecnologia e Estudos de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos promoveu, na noite do dia 19, o Prêmio Itehpec de Inovação, que reconhece os cases mais inovadores inscritos pelos fabricantes de ingredientes.

O Fensebiome peptide, da Lubrizol, conquistou a categoria ouro. “Este prêmio é o maior reconhecimento que temos no Brasil. É importante estarmos atentos para identificar uma lacuna no mercado e oferecer um diferencial dentro de uma tendência”, disse Karina Teixeira, gerente de marketing da empresa que já conquistou o Prêmio Itehpec 3 vezes: 2 medalhas de ouro e uma de bronze.

Lançado na última in-Cosmetics global, o Fensebiome peptide é um heptapeptídeo que ajuda a impulsionar o próprio sistema de defesa da pele, favorecendo a presença de bactérias benéficas, melhorando a sua resposta imune e a integridade da barreira física. Na pele urbana, promove um microbioma saudável, semelhante aos dos antepassados que viviam em contato com a natureza. Além disso, foi observado um reforço na coesão celular e um efeito de barreira protetora, prevenindo a desidratação.

Comemorando 90 anos de atividade e 60 da marca Carbopol, a Lubrizol levou à feira o conceito de prestar atenção ao que realmente importa, mindfulness ou consciência plena, salientou Karina. Entre as novidades, ela destacou o Fixate Keratin, novo tratamento capilar de ativação térmica, que utiliza formulação isenta de ácido glioxílico ou formaldeído. Com dois componentes termoativados, confere ao cabelo brilho, redução de volume e alinhamento dos fios.

Oilkemia 5S polymer é um modificador reológico multifuncional solúvel em óleo que aprimora a interação entre os ingredientes cosméticos e componentes oleosos, permitindo texturas surpreendentes. Lumicease blue ingredient: extrato de fermentação obtido através de biotecnologia de um microorganismo resistente à radiação; ativa os fotossensores epidérmicos e prepara, protege e repara a pele dos danos provocados pelas luzes solar e azul.

Química e Derivados, Almeida: Miracare OGE melhora emulsões para limpeza da pele
Almeida: Miracare OGE melhora emulsões para limpeza da pele

Na Innovation Zone, que trouxe nada menos que 28 dos ingredientes mais recentes, com demonstrações ao vivo, o prêmio ouro coube à Givaudan com o ativo PrimalHyal Ultrafiller, nova geração de ácido hialurônico – “modificamos a molécula”, contou Karine Lages, suporte técnico do laboratório de aplicações. O produto penetra profundamente na pele, reduzindo rapidamente as rugas. Ela diz que é possível notar a redução uma hora após a aplicação. O efeito dura até 6 horas. “Com o uso contínuo, consegue-se reduzir as linhas de rugas”, garantiu.

Apresentado em primeira mão em Amsterdã, o novo produto tem efeito anti-idade e pode melhorar a textura da pele, reforçar as defesas antioxidantes, proteger contra a poluição e contra os danos causados pelos raios UV.

Na área Spotlight ON, que reuniu as matérias-primas mais interessantes aos cuidados com os cabelos, antienvelhecimento e formulações aplicadas em um produto final, o ouro foi para o Makeup Eraser, da Chemyunion. É um removedor de maquiagem em bastão que substitui a água micelar, gel etc. A sua base sólida facilita o uso em qualquer lugar, bastando apenas um lenço de papel para a retirada do excesso.

“Este é um produto inédito, lançado aqui. O formato stick, comum em desodorantes e batons, facilita o uso. É muito prático e conveniente, portátil e sem enxague”, explicou Patrícia Moreira, gerente de marketing de skin care.

Alan Tristão, gerente de marketing de hair care, anunciou o TermoShield, que “atua como isolante térmico natural”. O ativo é capaz de aprisionar a água na fibra capilar e estruturar barreira térmica, blindando os cabelos contra bolhas, rachaduras e outros danos. “Até agora, os silicones dominaram esse segmento. O nosso ativo atua de forma semelhante substituindo-o em proteção térmica”, assinalou. O produto foi desenvolvido durante um ano e meio no laboratório de Sorocaba-SP.

Química e Derivados, Marianna: manteiga de tucumã gera sensorial suave e seco
Marianna: manteiga de tucumã gera sensorial suave e seco

Lançado mundialmente neste segundo semestre para clientes internacionais, o Miracare OGE, da Solvay, foi apresentado agora na região. Alessandro Almeida, diretor de home e personal care na América Latina, elucidou:

“Temos uma série de reuniões técnicas marcadas com os clientes. Estamos otimistas porque o Miracare OGE oferece benefícios que os formuladores de produtos de personal care ainda não encontram. É um emulsificante fácil de usar, altamente eficiente, que permite a formulação de produtos com concentração entre 60% e 80% de fase oleosa e tem como resultado texturas tipo gel, transparentes ou translúcidas, que são mais convenientes de usar e oferecem uma experiência sensorial mais agradável para os consumidores”.

Ainda de acordo com Almeida, as formulações proporcionam uma limpeza eficaz, inclusive em maquiagens à prova d’água, uma vez que o produto emulsiona facilmente em contato com água. Além disso, limpadores faciais em gel com alta concentração de óleo, preparados a partir do Miracare OGE, ajudam a manter a pele hidratada e suave ao toque, uma vez que diferentemente dos limpadores tradicionais no mercado não rompem a barreira de proteção da pele.

Indagado se a elaboração de produtos que propiciam um sensorial mais agradável é uma tendência global que veio para ficar, Almeida não titubeou: “Sem dúvida. Essa exigência é percebida em todos os estudos e pesquisas”.

Página anterior 1 2 3Próxima página

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios