Química

Esclarecimentos sobre álcool gel caseiro, limpeza de eletrônicos e outros – CFQ

Quimica e Derivados
21 de março de 2020
    -(reset)+

    10) Por que soluções de álcool gel 70%? Não seria melhor usar soluções mais concentradas?

    Várias pesquisas realizadas em todo o mundo registraram que a melhor eficácia do álcool etílico contra microrganismos patogênicos é observada com soluções nessa graduação de 70%. Em soluções de graduação alcoólica muito superiores, ao contrário do que o senso comum espera, a eficácia é menor. Isso se explica pelo fato da evaporação ser mais rápida, diminuindo o tempo de contato do álcool com o patógeno e, também, devido a necessidade de água para conduzir o álcool ao interior da célula do microrganismo, sem a água ou com água em baixas proporções, o álcool desidrata o microrganismo sem matá-lo.

    A recomendação da graduação alcoólica 70% está fundamentada na melhor eficácia, todavia, também se observa eficácia em graduações um pouco maiores e um pouco menores. Alguns estudos apontam que, apesar de não apresentarem a melhor eficácia, soluções até o mínimo de 60% e o máximo de 80% também são eficazes. Cuide-se buscando o melhor.

    11) O que faço se não encontrar álcool gel?

    Continue higienizando suas mãos com água e sabão. Uma vez que não estará fazendo uso do álcool gel, é interessante aumentar a frequência de lavagens e também estar atento à hidratação da pele para evitar ressecamento.

    12) Como me asseguro sobre a procedência do produto? Eles têm algum registro?

    O rótulo é seu maior aliado. Desconfie de produtos sem rótulo ou daqueles cujo rótulo não informa o número de registro do produto ou os dados do profissional responsável técnico (nome e registro profissional).

    O registro de produtos para a saúde, cosméticos e saneantes é feito na Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA.

    13) Como higienizar meus equipamentos eletrônicos?

    O mais recomendado para equipamentos eletrônicos seria o álcool isopropílico, uma vez que, por possuir um carbono a mais que o etanol na cadeia carbônica, é menos miscível em água, dificultando a oxidação das peças. Deve-se ter cuidado com a quantidade de produto aplicada, não devendo molhar o equipamento e bastando aplicar com um pano/lenço/papel embebido no álcool.

    14) O que devo usar para limpar a casa?

    Para cada superfície (vidro, madeira, metal, cerâmica, porcelanato, etc.) há um produto mais adequado. Assim, os mesmos produtos desinfetantes utilizados antes do surto da COVID-19 podem ser utilizados nesse momento, o importante é não descuidar da limpeza e até reforçá-la.

    15) Posso higienizar as mãos com os mesmos produtos que uso na limpeza da casa?

    Os produtos para limpeza da casa são classificados como desinfetantes e os destinados à higienização das mãos, antissépticos. Embora a função de ambos seja eliminar microrganismos patogênicos, suas aplicações são específicas. Não sendo indicado utilizar antissépticos na limpeza da casa e menos ainda aplicar desinfetantes na higienização das mãos. A recomendação do uso de luvas para manipulação desses produtos desinfetantes é justificada não por excesso, mas por ser preciso tomar cuidados. Produtos de limpeza doméstica podem, por exemplo, ser oxidantes ou corrosivos.

    16) O CFQ fiscaliza os produtos antissépticos e desinfetantes disponibilizados ao consumidor?

    Não é competência do CFQ fiscalizar os produtos nem os preços praticados pelo mercado. Aos Conselhos Regionais e Federal de Química compete a fiscalização do exercício da profissão de Químico(a).

    A ANVISA é órgão responsável por fiscalizar os produtos para a saúde, cosméticos e saneantes.

    Se perceber abuso de preço, não hesite em buscar o PROCON.

     



    Recomendamos também:








    2 Comentários


    1. Cristina Aparecida Andrade Raymundo Gaiotto

      Caros,
      Justificar que a população não pode preparar seu próprio alcool gel, com base numa legislação de 2013 acho lamentável e um desserviço neste momento.
      Temos que instruir a população a fim de deixá-la com mais autonomia mediante o conhecimento. A própria OMS tem uma cartilha de como preparar soluções alcoolicas para a desinfecção das mãos, etc…
      Legislação que não serve, deve ser revisada, excluída, etc…
      Atenciosamente,


    2. Merval Barboza Simoes

      Excelente o artigo do CFQ para que a populacao tenha conhecimento adequadro dos produtos que devem ser usaddddddos contra a virase instalada no Mundo de hoje e tambem monstrar a populacao que o Conselho contribui com as devidas informacoes esclarecedoras a todos ,Parabenizo o CFQ.



    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *